Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA ESPOSA TREPOU COM O MUSICO NOVAMENTE MENAGE

Olá este é nosso segundo conto de ménage que realizamos, relatamos em outro conto nossas aventuras nas casas de swing e nosso primeiro ménage com um musico, e como a primeira não foi tão bom, pois não nos soltamos totalmente, resolvemos realizar um segundo com o mesmos amigo, devido a grande dificuldade de encontrar homens de bom caráter para essa pratica, muitos são os candidatos, mas pouco possuem boas características necessárias, não que somos exigentes pois não procuramos homens ricos e nem bem dotados, queremos apenas homens com educação, respeito, transparência, cultura, e sozinhos ou que não estejam traindo suas parceiras conosco e que tenham bom papo, pois gostamos de conversar, sair, curtir com uma boa companhia...

Somos um casal que nos amamos muito, casados a 8 anos, eu 30 anos e ela 28, eu sou um homem de físico normal, de 65 Kg, 1,75 m, branco, pratico basquete e musculação, ela é de estatura baixa de 1,45m e 45 Kg, seios firmes (não temos filhos), coxas grossas, uma bundinha deliciosa, bronzeada com marca de biquíni;

Somos muito ativos na cama, e á algum tempo resolvemos nos abrir mais e começamos a conversar sobre a idéia de termos um outro homem, mas ela não aceitava, aos poucos fomos vendo relatos de outros casais e ela começou a se interessar, com curiosidade e medo foi se soltando, Era dia de sábado, pela manhã eu e minha esposa conversamos sobre o ocorrido na quarta-feira em que saímos com o musico, expomos nossas fantasias e analisamos o porquê de não ter sido tão bom, chegamos a conclusão que faltou brincadeiras e caricias e que devemos trocar as penetrações mais vezes durante o ato, resolvemos então sair de novo, à tarde entrei no msn e já estamos cansados de conversar com outros que eram bem péssimos de papo, quando depois nosso amigo musico entrou, ai começamos a conversar e ele como sempre a mostrar suas musicas, comentamos a ele nossa idéia de transarmos novamente, mas colocamos nossa posição de como queríamos que acontecesse desta vez, ele prontamente aceitou;

Combinamos de nos encontrar como na vez anterior, então fomos ao motel os três, minha esposa desta vez estava muito a vontade e cheia de amor pra dar, estava até meio sádica pois queria era judiar mesmo, dizia ela no caminho...

Entramos, ele começou a tocar algumas musicas enquanto eu namorava com minha esposa na cama, ela estava toda safada e não deixava a despir e ficava provocando também o rapaz se exibindo pra ele e enquanto me beijava ficava passando a mão no seu pau por cima da roupa, depois ela desabotou o cinto e retirou o pau dele pra fora e sem demora agarrou aquele mastro, estava louquinha para sentir a rola dele novamente, minha pica estava até ardendo de tanto tesão pelas safadezas dela, ela me despiu depois e ficou de calcinha e sutiã, e começou a chupar meu pau com gosto, fui acariciando ela e aos pouco a despindo e apresentando-a nua ao nosso amigo, que não aguentou as provocações dela e largou o violão, eu chupava sua xaninha e ele abocanhou seus seios, ela gemia de tesão, ai subi e comecei a beijar o outro seio dela que ficava louquinha, ai ele desceu e começou a chupar sua buceta recém mamada, ai ela começou a chupar meu pau de novo, depois começamos a nos beijar de joelho na cama, ele veio por trás e encaixou seu pau na buceta dela e ela foi gemendo e soltando o peso e engolindo a rola dele, enquanto eu a beijava na boca, no pecoçinho e em seus seios, ai ela começou a rebolar e a fazer cara de safada e dizia a ele que estava morrendo de vontade de sentar na rola dele, falei no ouvidinho dela que queria chupar seu grelhinho com a pica dele na sua buceta ela mordeu os lábios de tesão e foi deitando de costas em cima dele até que visualizei sua buceta engolindo aquele caralho, ai cai de língua em seu grelhinho, e chupei seus lábios vaginais que separados pelo pinto que golpeava sua xaninha, enfiei a língua junto com o pinto que a fodia, senti o gosto de seus líquidos vaginais que escorriam pela virilha, e com muito tesão sugava e massageva seu grelhinho, enquanto nosso amigo a segurava, massageava seus seios e beijava seu pescoço, ela estava descontrolada de tesão e gemia alto, depois deitou se de lado e no meio de nás dois, encostou sua bunda no pau do nosso amigo e se esfregava pedindo para ele enterrar na sua bundinha que logo enfiou na sua buceta, e começou a bombar enquanto ela me beijava, sentia ela suspirante a receber com gosto em sua buceta encharcada aquele pau, depois ela disse que queria sentir outro pau em sua buceta e virou e pediu para eu fode-la, enfiei minha rola naquela buceta toda aberta e melada, e ela rebolava enquanto masturbava o pau do nosso amigo, não demorou muito e ela soltou um berro de prazer e se contorceu num orgasmo prolongado no meio de seus dois machos que a desejavam com tesão, depois nosso convidado a pegou de frango assado e estocava sua rola com força na sua buceta que estava muito receptiva, enquanto ela chupava meu pau, as vezes ela até o cuspia de sua boca pra dar uns gemidos de prazer que o macho que a comia lhe proporcionava, trocaram de posição e ela foi cavalgar sobre sua pica, ele metia e abria suas nádegas enquanto ela chupava com gosto meu pau, depois ela quis trocar de novo e ele retirou o pau de sua buceta, mas ela ainda em cima dele, eu fui por cima dela e a peguei de quatro e comecei a fude-la, ela começou a gemer alto pois tinha meu pau em sua buceta e esfregava seu grelhinho sobre o pinto do amigo, foi uma locura, ai ela me disse que queria me ver gozar, trocamos as posições e ela veio cavalgar comigo, encaixou sua buceta reganhada em minha rola e rebolava como uma puta, ela fazia uma cara de safada enquanto agasalhava meu pau em sua buceta, até que gozei deliciosamente, ela se contorceu de tesão quando sentiu meu pau crescer dentro dela e esguichar porra quente dentro de sua vagina, ficamos um tempo sentindo aquele prazer, ela estava como uma fêmea no cio realizada de fazer seu macho gozar, ai ela retirou sua vagina de meu mastro e a pôs na minha barriga que começou a me lavar e a masturbar meu pau, foi um tesão delicioso.

Depois fomos tomar banho os três, conversamos e acariciamos minha esposa na banheira, quando saímos fomos os três para cama e iniciamos um segundo tempo de penetrações em minha esposa que estava adorando pois enquanto recebia um pau na buceta, o outro ficava a sua disposição que ora chupava com tesão, ora segurava e masturbava, iniciei colocando aquelas bolinhas de cheiro em sua vagina e pegando ela de lado, e de frente para ela, comecei a comer sua bucetinha novamente enquanto ela que estava no colo do nosso amigo, segurava em suas bolas e chupava e masturbava o pau dele e olhava para mim com o pau na boca e fazendo cara de putinha safada, isso me deixava com um enorme tesão e eu metia forte, que ela até engasgava com a rola em sua boca, e urrava.

Depois resolvemos dar ao nosso amigo a oportunidade de gozar com minha esposa, pois ele não havia feito ainda, então ela se deitou de bruços arrebitou a bundinha para ele e o chamou, ele prontamente enterrou sua vara na sua xaninha que pegava fogo, ela estava louca pra receber seu jato de porra quente e pedia para ser fodida com força, ele começou a bombar e ela gritava de prazer enquanto me beijava e chupava meu pau, depois ela deu um urro mais intenso quando sentiu o pinto do nosso amigo crescer no seu ventre e esquentar sua gruta de porra que mesmo aprisionada dentro da camisinha havia saciado o desejo de fazer outro macho gozar, depois que nosso amigo saiu ela ainda estava com muito tesão e me pediu para meter nela também pois queria receber mais pica e sentir meu leite, então eu a peguei de quatro e comecei a meter forte, sua buceta estava aberta e quente, ela gritava alto e pedia mais e que queria receber mais porra na buceta e eu estava metendo muito forte por uns dez minutos até que não aguentei mais e dei a ela o jato de porra que ela almejava pois estava sem camisinha, ficamos lá os dois exaustos nos contemplando, depois fomos para a banheira tomamos um banho, antes de irmos embora nosso amigo nos trouxe uns presentes e nos deu, depois fomos embora;

Foi realmente uma noite sensacional, essa realmente havia apagado nosso fogo por sexo pois foi delicioso tanto para mim como para minha esposa que ficou com a buceta inchada por alguns dias, e não tivemos relação por conta disso, mas a noite com nosso amigo nos saciou por esses dias.

Se algum casal se interessar, entre em contato pelo msn: [email protected], para podermos trocar experiências e amizades.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


a minha cunhada casada e saia justa contos com fotoscontos elas gostam de chupar e punhetaconto gay tiozao deu cucontos eróticos de upskirt em escoteiraconto bem picante com pedreirocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepapai tirou meu cabaçi videos mobilecontos eróticos de comi a chata da claseconto erótico chantagem putinha pobre cu coloandava só de cueca no carro. conto gay teencontos eróticos com mamãecontos veridicos de japa com dotados de pau gigantesConto loira 20 aninhos casada e amigo de maridãocontos de coroa com novinhoCONTOSPORNO.sapecacontos de incesto de maes treprando com filhoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentedupla perfeita uma chupava meu pinto e a outra chupava meu cuContos eroticos mamado no seios sem dovideos insesto no cusinho nao engravifaler historia de sexo entre cunhada e subrinhas com tiocontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãoContos eroticos esposa bebadaContos erotico eu e minha tia no jogo da garrafacontos/ morena com rabo fogosocontos eroticos de incesto: sou cadelinha do meu filho 2punheta contoscontos exitantes de sexo na marrra delicioso historias reaisconto erotico minha namorada e meu tioquad erotico a apostaconto banho com a namorada na academiafudeno a amanda e nanda duas gostosinha mobileSempre passo o dedo no grelinho da minha netaso mrninas na mastubando n causinha toda melada video mobilcontos eroticos tios gordinhos tirando o cabaço do cu do sobrinho novinhoporno doido ficano cm amiga da minha irma e minha irma olhano e ficano muito esitadaconto casada é assaltada e fodidacontos minha mulher pagou minha divida com a bundasou a cris, e esses fatos aconteceram quando eu tinha 20 anoscontos eróticos mendigo no ônibuscontos inserto fatos reais gayvoyeur de esposa conto eroticoContos eroticos... Cunhada usando um vestidinho curtopivete de penes de fora e tocando puietacontos eroticos minha mulher gosta de apertar minhas bolasconto negro taradocontos gays meu pai gozou na minha bocaeróticos ah ah aaaah chupa a minha bucetinha vai ah deliciadelirando com meus dedinhos contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentewww.contos+filho+pega+mãe+calvacando+na+rola+pai.com.brenfiando as havaianas na boca contos eroticosviajando com a sogra conto eroticosou bi gostei quando um amigo de minha esposa me deu um sarroConto erotico de tia e sobrinhowww.contos eroticos porno eu meu marido e o nosso cachorro fazendo dp zoofiliamorena cabelos pretos seios durunhos e aureulas escuras deliciaContos casada levou dois rapazes para sua casacontos erotico com minha sobrinha mais novaminha tia me convidou para jantarconto transando com mulher deficienteconto ele me comeu pelo buraco da paredemega rolas mega bucetas mega gozadas profundascontos eroticos ousados com muita excitacaoviuvo fode filho gay contocontoseroticosdeflorandoPorno mobile boqueternocontos sou puta e insaciável por rolacontos xoxota peluda da minha maedei para um negão desconhecidocontos erótico proibido na net chatagiei a sobrinhacontos eróticos de patrão com secretária recentesQuero transa com minha prima que estar gravidabuceta cavala conto eroticocontosesposasnapraiaContos eroticos forçada a dar para um.cavalo na fazendatravestis da general carneiro sorocabacontos eróticos fazer oque a sogra me deu a bundaVelho picudo.conto eroticoconto enteada sem calcinhaporque cavalos tem pirocãoContos gays de cinta liga e fio dentalacampamento com as aluninhas – parte 2 conto eroticoporno com amiga loira baixinha encorpadinhacontos minha esposa ainda resisteContos erotico eu e minha tia no jogo da garrafacontos batendo punheta no garotinhocontos eroticos marido querendo que mulher foda com outro para ele chupar ela em seguidaconto vendo cunhada casada peladinhapai quero atencao contos eroticoscontos tia vai foder gostoso isso delicia vai issocontos eroticos travesti ativa camioneiracontos o pedreiro me fez mulherminha tia batendo um punheta para sobrinho contos