Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA MULHER SE EXIBINDO PRO MARIDO DE SUA MAE 3

Depis de tudo ok aconteceu em minha casa; (quem nao estiver atualizado leia o conto de Nª2); eu estava confuso em relação a minha vida e a tudo ok estava acontecendo; eu havia recebido em meu lar paterno uma educação rigida; e os ensinamentos recebidos em minha infancia vinham contra o dzjo que agora aflorava; minha mente estava confusa pois uma parte de mim dzia, caia fora e uma outra parte; (apesar da raiva dizia a mim continue;); era estranho mas eu estava ficando excitado com o fato de minha esposa ter se revelado uma mulher sedutora e ousada; vi em sua face o prazer que sentia com aquela situação; apesar de minha raiva eu chegava em casa cheio de tesão e ficava esperando minha esposa dar uma brecha pra entrar no assunto sexo e perguntar sobre seu dia, se algo diferente aconteceu etc.



Os dias foram se passando e Luciano arrumou um emprego ok fazia com que minha esposa retorna-se a sua rotina comum, voltando a fikar so durate o dia; passarao algumas semanas; e minha vida parecia haver retornado ao normal; porem um dia ao retornei para minha casa mais cedo; era rodizio de meu carro e um amigo que vinha pro lado que eu moro me deu uma carrona ok fez com que eu economizase algumas horas entre onibus e metro;cheguei mais cedo que de costume e nao entreei pelo portão social e sim peo de veiculo, minha casa tem muros altos e a garagem impede a visão de quem esta da rua e vice versa; entrei e vi uma cena que me encheu de tesão; minha esposa estava estendendo roupa;



e o Luciano estava em casa,ele estava sentado no corredor da casa e ela estendia as roupas no varal sorridente e falava pra ele:

deixa de ser bobo vc nao consegue ver nada dai!

Ele respondia: vejo sim

Ela falou: entao me diz de que cor é

ele respondeu: se eu disser ok eu ganho

ela: Se voce disser que cor é? sem errar. eu mostro minha calcinha pra voce?

Ele disse: Sá isso; vc me deixa de pau na mao e so quer mostrar a calcinha;

Ela disse ok vc quer então, ai eu vou pensar no seu caso!

Ela o provocava; podia ver que era um jogo de sedução; afinal Marisa é uma mulher linda que sabe muito bem usar os dotes que a natureza lhe deu; seu corpo moreno, parecia hipnotizar Luciano; apesar de seus 35 anos, Marisa nao deixa de se cuidar sempre bronzeada, e vaidosa; jogava os cabelos sobre o decote generoso que usava; seus seios pareciam que iam furar a blusa, a menina sapéca, de labios carnudos se mostrava uma verdadeira felina e pensar que eu lhe incentivei a isso; pensava comigo; como posso sentir tesão em ver outro homem comendo minha mulher com os olhos, o volume em seu calção mostrava que ele estava totalmente louco e nao; tinha nenhum receio em mostrar isso; parecia exibir seu volume como um trofeu; ela que por sua vez o provocava com palavras.



Ouvi ela dizendo: Vai Lu entra la na sua casa; vai pra casa da minha mae e bate uma punheta pensando em mim, senao ela chega e pega voce de pau duro perto de mim ai vai dar xabu heim to te falando;



Ele respondeu nao se preocupe ela chega tarde e pelo jeito o seu Negao tambem chega; o carro dele ta na garagem; então posso ficar a vontade; alias vc tambem deveria ficar a vontade né Ma, afinal sou teu padastro vc tem de me respeitar e obedecer. se eu disser a cor de sua calcinha voce deixa eu tocar em vc?



Notei um brilho em seus olhos; e seus mamilos salientados pela excitação demarcavam explicitamente o fino tecido de sua camiseta; Marisa disse eu sei que voce vai errar entao ta eu topo, se voce acertar eu deixo vc tocar em mim; mas não vai alem disso; ele disse tudo bem então pode vir ate aqui e deixa eu tocar em voce pois a cor de sua calcinha é vermelha; ela arregalou os olhos

E disse; ela é mesmo vermelha, não sai dai eu vou te dar seu premio;



vi guando minha esposa; minha putinha; aquela mulher sedutora; chegou perto dele e tirou a saia que estava vestindo; retirou tambem a camiseta ficando somente de roupas intimas e chegou bem perto dele e disse pode tocar; Luciano se levantou e ficou em frente a ela; ele a puxou para seus braços e seus dedos começaram a bolina-la; vi minha mulher largar o corpo e se entregar ao toque; luciano não precisava mais pedir podia fazer com ela ok quisesse, e foi ok fez; enquanto explorava com as maos sua bucetinha carnuda e gulosa; com a boka ele mamava gostosso em seus seios; ela dizia isso filho da puta vai mama gostoso em mim mama; eu conhecia bem aquele corpo e sabia que ela tinha um tesão louco nos seios; de onde eu estava escondido vi quamdo Luciano fez com ela se ajoelha-se, ele tirou seu mastro; que ja estava rij a muito tempo e colocou em sua boka; vi minha mulher mamando aquele caralhao grosso e teso que pulsava em sua boquinha ela passava a lingua com maestria em toda estenção do cacete e falava: minha mae te chupa assim lu, fala pra mim voce ja comeu ela pensando em mim? ele disse ja, varias vezes! ouço voce trepamdo com seu marido e como a sua mae pensando em voce sua vagabunda gostossa; aquilo pareceu deixala mais tesuda ainda.



Vi Marisa deitar Lu no chao do corredor e cavalgar sobre ele; chamava ele de paizinho gostosso; de filho da puta; ele metia com força e a chamava de puta piranha, vi guando gozaram juntos, o sperma vertendo da buceta de Marisa que apos isso mamou ainda no pau de Luciano e subiu pra casa pois as horas ja estavam se avançando;



Fiquei algums minutos na garagem; e apos isso fui ate o portão social e fiz como se o tivesse aberto naquele instante; luciano saiu de banho tomado me cumprimentou; e ai Negão chego tarde malandro ta muito transito na rua?



(Filho da puta); eu disse:vc não imagina.



Cheguei em minha casa e como de costume dei um beijo em minha esposa apertei a sua bunda e disse a ela; amor aconteceu alguma coisa de novo hoje?

e ela como de costume respondeu: Claro que não!



Naquela noite fiquei pensando em como reverter a situação o meu favor; isto eu conto depois aguardem, afinal pçosso ser corno mas não sou bobo

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto de meu irmão comeu meu cu com uma grande pica e eu não aguentei de dorContos eroticos da mamae gostosa e filhomeninha rebolanoUni batendo p****** os malhadãocontos eroticos minha mulher me castiga apertando minhas bolasMinha prima viu-me a mastucontos eroticos gays,tio jorge me feis mulhersinhacontos eroticos gays quando pequeno atiçei meu tioexperimentando a bundinha da garotinha conto gratisvideo porno de sogra chama o genro para sua casa par dar par elecontos eroticos arrombando a gordacontos totalmente arregaçada meu marido vai percebercasada recebe proposta indecente contosbuceta carnuda comtos de sexocontos eroticos a bunda gostosa da minha cunhadatransformação contos eroticoscontos cdzinhascasa dos contos meus primos meconto transformado travesticontos eroticos fazendo o bico dos seios dando de mamargritando e pedindo pra nao botar pois doi pra nao perde o cabacocontos eroticos cuidando o meu sobrinhoContos eroticos dei a minha buceta para negrocontos eroticos minha esposa sonhava em dar pra um cavalo e ela conceguiucontos erotico, dei pro dois amigos do meu filhoconto minha tia minha safadacontos cdzinhascontos de sexo depilei minha bucetacontos eroticos morena gostosa malhadacontos eróticos do marido e sua esposacontos tudo enfiado no cucontos pornôs gangbang madrasta obriga enteadacontos de rasguei o cuzinho da minha avócontos de incestos quebrei a pernaContoa erotico irmã casadacontosperdendo a virgindade bem novinhaAmanda transando no carnavalcasadas raspadinhas contoscontos de corno mansocontos fui fodida pelo meu pai betinhacontos primeira surubacontos eroticos gozei gostoso no estuprocontos eroticos fiz amor c minha mae na primeira vez que fui pra cama c elacontos eroticos arrombando a gordacontos exitantes meu marido dormindo bebado e eu com outro do ladogostosa e muito branca maz mete muitoconto cunhada sheila adora dar a bunda quando marido sai para trabalharConsolado pela sobrinhas contos eróticosContos eróticos vizinho novinhos gay Manauscontos das danadinhas perdendo cabaçinhocontos eroticos com vovocontos eroticos apanhandoconto.de.cormomandou fotos nua e recebeu chantagemcontos eróticos abusada pelo melhor amigo do maridoContoseroticosjogadoracontos.de.velha.crente.taradacontos eroticos Lebicas Tirei virgindade da minha irma com um cenouracontos infancia con tio sadicocontoseroticos fissurado no cu da esposaIncesto com meu irmao casado eu confessocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecoroa grita tica doida pauGozei na buceta da minha prima e ela engravidou historiascontos de vovo me comeu com seiss anoscontos erotikos comendo o cu da minha madrinhamaravilha conto heteroO velho asqueroso quebrou meu cabaço e eu gozeiContos eróticos de comi a mae do meu colrcontos eroticos com coroa taradoContos o negão dormiu na minha casacontos meu pai comeu o'cuzinho na marra eu adoreioai fudendi a noivaContos namorada e o pirocudocontos eroticos arrombando a gordacontos sexo com a sobrinha dopadacontos eroticos arrombando a gordagostosa gordinhas tirando cabeçatirei o cabaço do meu irmaocontos eroticos eu minha esposa rabuda e meu tio na praia de nudismocontos minha mulher olhando o volume do caraContos eroticos no acampamentoVizinha gostosa contos Ruivacontos de rasguei o cuzinho da minha avócontos erotico o dia que comi a minha sogra sem camisinhaContos Bota no cu tiominha sobrinha puta contoconto punhetinha gostosavidiomuher com camizoTravesti surpresa contoscontos com mamae na fazendaPorn contos eroticos escrava gangbang humilhadacutuquei a buceta da mamae contosconto noiva liberada no carnavalcontos eroticos corno bebado esposa com fogo no rabo amigo roludoeu sentada na sofá sem calcinhas com pernas abertas pra o papa-contono onibus de excursao sem calcinhaminhamulhere meucachorroVelho picudo.conto erotico