Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

E TUDO COMEÇOU ASSIM...

Meu nome é Serginho, apesar do meu tamanho, na família, as amigas mais íntimas sou chamado por serginho, tenho 50 anos, 1.75 de altura e um pouco acima do peso, olhos caramelos esverdeados e cabelos grisalhos, já fui casado, e mais outros convívios maritalmente, tenho um filho do meu 1ª casamento que é um belo rapaz de 19 anos, sempre que podemos batemos os nosso papos e colocamos em dia nossa aventuras. E tenho duas enteadas do 2ª relacionamento que as amo como minhas filhas e elas também, até sentem ciúmes, que já deu o que falar. Hoje moro em Porto VelhoRO, depois de ter morados em vários lugares no brasil e no exterior.

E tudo começou assim... Com a colonização do norte do Paraná, meu pai foi para lá, ainda éra solteiro, veterinário, e toda a sua família também estavam lá, fixadas em uma cidade chamada S. J. do Ivai, conquistou prestígio, trabalho e bens, Voltou para o interior de São Paulo para casar e constituir família e foi lá onde nasci, e meu pai ia e voltava para o paraná pois tinha cargos, cargos políticos na tal cidade, acabamos indo todos para lá. Nasceram o meu irmão e minha irmã, e minha mãe cuidava do Posto Veterinário e meu pai além de ser veterinário éra secretário Municipal da agricultura e Presidente da Câmara municipal. Quem cuidava de nás éra minha avá mãe do meu Pai e o Seu Jorge um Funcionário de meu pai e ambos já éram idosos, e adoeceram dos males da região ainda em desenvolviento, já não podiam fazer muita coisa, e meus pais resolveram colocar meus irmão mais novos numa escola que ficavam em tempo integral. Chamaram então uma prima para cuidar de mim e dar assistência a Minha vá que ainda fazia muita coisa e ao seu Jorge que quando podia ajudava. Eu éra danado! Fazia estrepolia tudo que tinha direito e não ia muito com a cara da Elzinha (a prima), Elzinha uma menina de 19 anos, daquelas falsa magra, alta para a idade dela, tinha um par de seios ja bem desenvolvidos e empinados, cabelos compridos e ondulados (maltratados por ser de família humilde), canelas finas e coxas bem torneadas seguindo o estilo das canelas, nadegas certinhas das falsas magras. Ja faziam 3 meses que Elzinha estava conosco, e dormia no quarto ao lado mas ela tinha medo, eu dormia no meu quarto, meu irmão no dele e minha irmã que tinha 2 anos com os meus pais. Eu já ia fazer 9 anos, e todos os dias a Elzinha saia do quarto dela e ia dormir junto de mim, meus pais não estranharam pois sabia que ela tinha medo e não via mal nenhum ao ponto de colocar a outra cama junto no meu quarto para a Elzinha dormir alí, mas a Elzinha sá conseguia dormir junto comigo. Foi onde tudo começou... eu sentia o corpo dela ao meu e sentia certas sensações o meu penis que ainda éra pequeno e com aquele bico de lamparina ainda (ainda não éra circuncidado), fica duro encontando nela, mas eu não sabia nada de sexo, mas éra tarado por peitos, na escola atacava as meninas que já tinha seios, muita das vezes sá para ver e quando algumas deixavam dava uma mamadinha, mas isso muito escondido. Com Elzinha éra diferente, eu não gostava muito dela durante o dia onde fazia minhas estrepolias, mas anoite sentia sensações e foi por diante. Então Elzinha começou a mostrar o lado safadinha dela, começou a dar-me o s seios para eu mamar, eu adorava, mexia no meu penis que ja estava apontando para o norte e sempre dava uns beijinhos, uma chupadinha lá outra cá, até o dia em que começamos a tomar banhos juntos, isto é, não tinha ninguém em casa, minha vá e seu Jorge nos seus aposentos que ficavam afastados da casa mas no mesmo terreno que éra uma chácara. Alí no banho eu e Elzinha, quando ela tirou o vestido e ficou de calcinha, eu já nú e ela tirou a calcinha e eu ví aquela coisa já bem coberta de pelos e eu perguntei porque éra assim, que os das minha primas bem novas que ela eram lisinhas, ela respondeu: sei lá! e pediu para eu cheirar, eu fui e cheirei, com cheiro de urina, então ela lavou e colocou novamente na minha cara e eu cheirei, ela pediu para eu passar a lingua e passei lambí, lambí, ela pegava a minha cabeça e puxava para o encontro dela, ela ficava doida, gemia, gemia e soltava muito sulco na minha boca. e eu gostava e queria mais e mais, quando isso acontecia duas ou tres vezes ela amolecia toda e sentava no piso e lá ficava largada respirando rápido, eu ia até os seus seios para mamar, ela me empurrava e dizia não rela em mim, apás alguns minutos ela começava a se mexer e me puxava ao encontro dos seus seios,onde eu mamava, e ela comessava a respirar fundo de novo, colocava a mão no meu penis e ficava mexendo nele e eu sentia o mesmo que ela, e por fim vinha aquela dorzinha vindo do saco e indo bem devagar até a saida da ureta e saia uma aguasinha, e minhas penas tremiam, dava até passamento, respirava rápido, e ela já gozava de novo. Foi assim quase todos os dias, até a noite que ela começou a me ensinar como masturbá-la, ai foi bom demais, até o dia em que ela resolveu quebrar o cabacinho da minha fimose... mas eu já éra apaixonado por ela e ela por mim.... Bem isso já já uma outra estária..!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos homem casado chupa picq homem casadofodas de esposas q gostam de ser curradasgozando la dentro da buceta vermelhinha da dimenocontos eróticos casada não resistiu e traiuCU arrombado ABERTO madrasta contocontos erotico de jornalista sendo errabada na academiaTio come sobrinha a força contos eroyicoscontos eroticos mulher santinhasSexo contos visinhos virgindadechantageada e submetida contos eroticoscontos eroticos sodomizadoviajei a noite com minha cunhada dei remedio pra ela dormir e comi ela contosContos o negão dormiu na minha casaContos erótics so de gang bang e so com homems pauzudoscomi minha filha pequena contoscontos eroticos de sexo de toda familacontos eu minha esposa e um viadinhocontos eróticos arrastei peo canto e fodi com forçaconto erótico gay com estuprocontos eroticos novos comi minha irmamconto erótico fui chantageada pelo meu primo Fernando que comeu a minha mulhercontos de coroa com novinhocontos eroticos de virgemeu meu caseiro e minha filha e suas amigas contosdesvirginando a clarinha contoscontos eroticos policial forçacontos eróticos com enteadaconto eroticos.chuptravesti gemendo a ponta da pistolade tanto insistir em ver minha mulher em cima de outro pau ...conto sem calcinha a troco de docecontos como presenciei um cachorro fudendo uma cadela até engatarcontos gay padrasto cuidou de mimapanhando e gozando contoscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos e videos verdadeiros de cunhado transando com a cunhada e a filha delaconto erotico mamando nos peitos cheio de maninhaConto erotico revistando bundudarabinho impinadinho em fio dental da irmacontos ele tinha um pau grande e grosso me fudeu eu era novinho comida pelo sobrinho contos eroticos a dona da lanchonetecontos eroticos gay meu vizinho negro de dezesseis anos me enrabou quando eu tinha oito anosconto no mato espiando a filha tomar banho no riuhistorias de transascom orgias inesqueciveisconto porno gay cinemacontos eroticos do R.G.do Sulporno agiota estouranda a buceta da mulher do devedocontos de sexo anal bissexual com mulheres gordas comendo marcontos erotico meu namorado me estrupou ai ai no cu naobucetao arombada de adivogada conto eroticoContos eroticos sobre irma fazendo faxinacontos eroticos arrombando a gordaContos sempre incentivo meu marido a comer outra putinharelatos e contos de loira que trai na revista privateiniciacao putaria bi conto eroticose eu deixar no seu sobrinho como é lá dentro da piscina e gozar na sua caraConto Meu Amor é um Traficante parte 3- Contos Do PrazerContos erotiicos traindo mo resguardocontos eroticos arrombando a gordaviuva darlene fudendo muitocontos colocando menina pra. mamarcontos erotico traindo maridohistorias de transascom orgias inesqueciveiscontos eroticos praia com a familiaComendo bucetas gostozas na roça comtos eroticosVe foto de bucta d esposa galadinhacontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãocontos eroticos arrombando a gordaComtos filha fodida pelo pai e amigos delecontos eróticos coroas lindascontos eroticos punheta no.onibuscontos gays mamando no mamilocontos eróticosgaysmeu primo de menorconto erotico meu filho me chapouconto erotico me vesti de mulherzinha e fui a piranha da festaContos eróticos d homem com éguacontos reais de mulher que deixou cachorro emgatar na bucetawww.contoseroticos.com.br/tia e sobrinha virgemjoice cavalo deu o cu