Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SENDO FODIDA POR PEDREIROS NA CONSTRUÇÃO

Proximo a minha casa tem ma casa em construção, sempre quanso passo por la os homens que la trabalha param e ficam mexendo comigo, eu faço que nem estou ouvindo e continuo a andar.

Mas hoje eu estava andando na rua quando começou a chover forte do nada e na rua não tinha nenhum lugar para me abrigar e quase de frente a construção e os homens ali ficou olhando pra mim e me chamou pra ficar debaixo da garagem que ja estva levantada estava e coberta. acabei aceitando pois estava de vestido branco e com a chuva ia ficar praticamente transparente.

Eu fiquei com vergonha fiquei no canto onde não estava chovendo e os caras me olhando me comendo com os olhos.

E como estava de vestido branco e o pouco que molhou deu pra colar no corpo principalmente na minhas tetinhas, que com o frio dos pingos ficou com os biquinhos durinhos.

Já era tarde umas 17:00 os caras ja estavam parando o trabalho e uns 2 deles estavam tomando banho pelo barulho que vinha la de dentro da construção ai um dos que estava comigo la na garagem dissse se eu queria me secar ai eu disse que não, e ele continuou dizendo e fica assim molhadinha que é muito melhor, nossa aquela frase me fez arrepiar.

Claro que no fundo eu sabia que se eu entrasse ali iria ter que dar pra eles e na verdade era o que queria ser fodida.

Ali comigo tinha uns 3 homens e la dentro mais 2 no total 5 caras.

Tinha uma cadeia perto e me sentei e começei a enrolar meu cabelo, um dos caras se aproximou de mim ele era moreno forte estava com massa seca nos braços, ele chegou pertinho de mim e disse que eu cheirava muito bem que meu perfume estava deixando ele louco de tesão e não estava aguentando e ja com as mãos esticadas em minha direção me dizia pra não ter medo que ele não ia me machucar e com aquela mão grande e suja de massa passou a mão sobre minhas tetas e gemia dizendo ah que delicia, ele virou e disse pros outros veham ver que delicia e os outros caras vieram mais proximos e todos começaram a me tocar por cima do vestido, ai eu disse que se eles não me machucassem eu faria tudo que eles queriam os que estavam tomando banho tambem vieram em minha direção eles estavam de toalha e quando me viram nossa a toalha levantou na hora vi os paus deles ficarem duros e eles disseram meu Deus de onde veio essa delicia, ele virou pros caras e disse vão tomar banho enquanto isso cuidamos dela pois voces estão sujos e fedidos e a dama não vai gostar.

eles correram pro banho e eu ai sentada na cadeira com medo e muito tesão, esses dois ja eram mais velhos tinha o cabelo grisalhio porem eram fortes e com o corpo um pouco a cima do peso, mas sabbiam bem comer uma buceta.

Um deles pediu pra eu levantar, eu obedeci e ele sentou na cadeira eu fiquei de frente pra ele e ele me disse adoro seu cheiro de putinha, sei que vc esta com a bucetinha molhadinha assim como seu cabelo mas esta ecitada louca pra ser comida. E era verdade estava louca pra que todas aquelas rolas metessem em mim, então ele começou a passar a mão na minha perna enquanto o outro puxava a alça de meu vestido pra baixo, nisso os outros ja estavam terminando o banho um dele foi e fechou totalmente o portão e eu já estava ali so de calsinha com aquelas mãos em meu corpo, aquelas bocas passando pela minha pele e ouvindo deles que estavam loucos pra me foder o que estava na cadeira me pegou pela cintura, me colocou de costas e tirou a toalha de cima do pau e começo a passar na minha bunda o outro cara agachou na minha frente e começo a chupar minha bucetinha e o que estava sentado na cadeira levantou minha perna e com a outra mão no meu seio e o cara da frente abriu minha xoxotinha pro cara que estava na cadeira meter a rola em mim e assim foi senti aquele pau enorme entrando na minha buceta veio outro cara e pediu pra mamar o pau dele e começei a laber os outros caras passavam a mão no meu corpo e se masturbavam e assim foi indo eles trocavam a posição entre eles mas eu ali sentando no pau de todos, depois fiquei de frente a um dele que estava na cadeira abri as pernas e sentei no pau dele ele metendo na minha buceta e veio outro por traz e meteu no meu cuzinho enquanto mamava um outro ai foi a vez de meu cuzinho todos foderam com gosto, meterão muito eu so ouvia gemidos e me chamavam de putinha, cadelinha qu eu seia o bichinho de estimação deles e que todos iam cuidar muito bem de mim.

Depois fique de quatro no chão mesmo apoiando o braço no bloco e pedido porra, eu dizia que queira leitinho, me foderam de quatro ai começo a porra toda por todo lado na minha boca, na minha bunda no meu cuzinho escorrendo pela bucetinha depois fiquei deitada no chão e os que ainda não tinha gozado, gozaram nas minhas tetas e na minha barriga a essas horas ja estava escurecendo, eu fui tomar banho com todos aqueles caras nossa que delicia e eu fui praticamente arrombada mas foi uma delicia de vez em quando eu vou la vizitar eles e eles me chamam de putinnha da construção, sou a cadelinha deles eles ate compraramuma coleira e quando vou la antes deles me foderem eu coloco a coleia e fico de quatro pra começar a brincadeira.

E quem gostar de uma cadelinha no sil me escrevam....





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sogra velha contoscontos eroticos esfregando devagarinho o pau por trasmeu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machoConto erotico levantaram minha microsaia e me comeram gostosocontos eroticos gay acordado na noite pelo meu paicontos sou puta e insaciável por rolaencaixando na buceta meladaconto eroticos de assalto com estupro recentesvi outro gozar na boca de minha mulher contospapai me come contosfui currada na frente do meu maridocontos com letras grandes , a rabuda e os dois travecosContos minha filha de biquínicontos de bdsm privada humanasocando muinto rapido ate ela gozar tezao monstruoso boa fodaconto eroticos de academiaRelatos eroticos de moleques de quatorze anos sendo estrupado por homens dotados na obraContos de leitores reais swingporno gay conos erotico iaento tio e sobrinhoComo e bom fuder com o velhinho contospiercing no mamilo da priminhacontos eroticos a menina lindaflime traição boi zoofiliacontos genro bem dotado arronba o cu ds sograproposta indecente de colega porno de trabalho a casadacontos eroticos estrupando idoso no asilocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos erotico desvirginei as filhas do meu amigoconto eroticos.chupchupando coroa empinadinha boa de f***Conto meu marido me devorou na madrugadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentewww.contos lutinhas com mamaemulher do irmão acaricia pica de outroaquela pessoa pirocuda da salacontos eroticos meu marido armou para o irmao dele me comercontos de incestos posando na sogracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteboquete sem lavar baixarfui criado para ser gay Contoscontos eróticos o gringo roludoconto erótico eu e meus primos nu no lagoconto erotico chuva douradacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentebisexual contosver contos eroticos de empresarios comendo o cu de empregadoConto erótico marcinho enteadocontos eroticos o garotinho e os caralhudosconfesso transando com trêscontos de putaria em familiabotou tudo nela bebadacontos eroticos policial forçasuco de uma magrela trepando em pornô famíliacontos de a força virei viadinho incesto gay entre irmãoscontos coroas enfermeirasincesto realidade fantasias contoestrepi com baxinha bucetao.comcarla dando a buceta ora o seu filho de 18Contos eroticos humilhado seiossexo com renata crentinhacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de rasgando o cu da babaEmpregada Triscando no meu pau contomeu tio me comeu meu cuEstourei o cu da crente na viagem contosArregassando a bucetinha de uma virgem enquanto ela chupa o.pau do outroboquete gozada boca amiga contoscontos genroRelato de esposas putas dando pra fumcionarios nacontos sou o macho da minha sobrinhaposso dilatar a porta do meu anus todo dia?seios tezudos ai q tezãoconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamentecontos eroticos feminino cunhadocontos eroticos xongando.e batendo.na putaprimeira mulher a fazer zoofilia.no cinemaminha mae com a buceta peluda conto