Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NO CUZINHO É MAIS GOSTOSO: MINHA CUNHADA E CUNHADO

Olá pessoal, hoje vou contar como aconteceu a introdução...rsrsrs...da minha cunhada, irmã da minha esposa, 19 anos mais jovem e de meu cunhado pauzudo.

Casada há mais de 20 anos e agora com seus 42 anos com 4 filhos já quase adultos, minha cunhada Marcia é uma mulher de 1,65, 75kg, cabelos lisos pretos, olhos castanhos. Seu corpo não é nenhuma perfeição, mas seus seios recauchutados, afinal de contas foram 5 a mamar, os quatro filhos e o marido, estão durinhos e quem sabe deliciosos. Nunca a tinha visto nua, somente amamentando os filhos mas isso não conta.

Durante esses anos de casamento sempre que nos reunimos o papo sempre acaba no tamanho do pau do meu cunhado Andre, seu marido e nas peripercias que faziam na cama. Uma vez fomos num motel com meu outro cunhado também e tomanos o café da manhã num quarto sá e a histária acabou no tamanho do pau do meu cunhado e nos gritos que escutamos.

Andre tem 1,75, pesa 65kg, cabelos pretos e olhos castanhos, tem um corpo atlético para a sua idade, agora com 50 anos e sempre que possível organiza uma pelada com os filhos e amigos. Com o passar do tempo, Andre foi perdendo a vergonha quando Marcia enaltecia o seu pau e para as mulheres, minha esposa,nora e outra cunhada, sempre contava os feitos do marido e sua terceira perna.

Nunca vi Andre nú, pois moramos em cidades diferentes e não temos contato, somente nos encontros de familias ou feriados, no máximo na piscina de sunga, e sempre dava um jeito de esconder o contorno do pau para não ficar encabulado diante de nás.

Um dia, na casa deles no interior, estávamos jogando bilhar enquanto as mulheres procuravam lojas nas redondezas com liquidação para fazerem compras. No meio dessa procura no google, minha cunhada mostrou para minha esposa um hotel fazenda que existia a 60 quilometros de distancia no alto da serra, mas era um hotel de naturista. Curiosas acabaram liguando e perguntando como funciona e encurtando a conversa, alugamos 2 chalés e fomos passar terminar o dia e ficar até a tarde do dia seguinte. Não era época de férias e nem feriado, então o hotel estava vazio, somente com os donos e alguns funcionários.

Marcia e Andreia estavam anciosas para chegar e nem se deram conta que teriam de ficar nuas. Eu e Andre já tinhamos sacado mas esperamos chegar para ver a reação das duas.

Na entrada, existiam duas guaritas. Na primeira, um homem de meia idade nos recebeu e confirmando nossas identidades com a reserva, explicou-nos o que deveríamos fazer para entrar. Teríamos de ir até a segunda cancela e no quarto ao lado, tirar as roupas, colocarmos em sacolas identificadas e continuarmos até a recepção do hotel já nús, somente de sandalia para dirigir.

Entramos no quarto e aí caiu a ficha das mulheres. Teriam de se despir na nossa frente e seguirmos para o hotel. Para nás homens é mais fácil e temos menos vergonha, mas não foi o que aconteceu com Andre, sabendo que todos iriam olhar o seu "famoso pau".

As mulheres ficaram de costas para nás e se despiram, enquanto fazíamos o mesmo. Tirei a roupa e já nú, Andre mediu-me de cima a baixo, olhando meu pinto depilado e a marquinha de biquini na lateral, enquanto tirava a sua roupa. Virei-me para guardar as roupas na sacola e reparei que Andre ficou olhando minha bunda e a marquinha do biquini, mas somente elogiou.

- Bonita marquinha Paulo, ficou bem..rsrsrsrsr

Virei-me para agradecer e eis a minha surpresa quando deparo com uma vara enorme dependurada, quase que o dobro do meu pau duro. A grossura enorme e uma cabeça enorme balançava solta e vermelha. Fiquei imaginando aquilo tudo duro.....e também elogiei...

- Obrigado Andre, mas esse mastro é tudo aquilo que dizem..rsrsrs....

Nessa hora as meninas já nuas e com as roupas guardadas viraram-se e claro foram logo mirando o pau do Andre.

- Minha nossa! Marcia...agora entendo o que dizia..rsrsrsrsr, exclamou Andreia.

- É Andreia, mas voce não fica atrás com esses seus seios...rsrsrssr....respondeu Andre.

Passada a primeira impressão de todos e Marcia adorar minha marquinha, pois já sabia que usava calcinha, biquini e dava para a sua irmã, através dos relatos da Andreia, voltamos para o carro e fomos até a recepção.

Uma moça morena nua nos atendeu, mas entramos eu e Andre com as mãos para frente quase que tampando nossos paus. Ela devia ter uns vinte e poucos anos, com seios pequenos. Entregou-nos as chaves dos chalés e deu-nos um manual com as regras do hotel, principalmente aqueles que nos instruem quando começamos a ficar com o pau duro...rsrsrs....ducha nele que amolece...rsrsrsrs

Nos instalamos nos quartos, aconchegantes por sinal e fomos dar uma volta no hotel. Nos jardins encontramos um dos donos, um senhor de cerca de 55 anos, que estava nuzinho com seu pinto mole balançando. Veio em nossa direção dando-nos as boas vindas e conversamos um pouco a respeito das áreas de lazer, sauna, restaurante, etc.

Já acostumado, nem reparou em nossos corpos, era como se estivéssemos vestidos. Seguimos para conhecer o hotel, mas fomos alertados a passar bronzeador e repelente por causa dos mosquitos se fossemos andar na trilha da cachoeira no meio da mata.

Atendemos a recomendação e nos lambuzamos e Marcia brincava que no pau do Andre ia quase meio frasco de bronzeador e repeliente...rsrssr

Enquanto passeávamos, continuávamos a olhar os corpos das nossas cunhadas, eu e Andre, adorando o formato da bundinha pequena da Andreia e a depilação da sua bucetinha, somente com um fiozinho, enquanto Marcia tinha a bunda bem maior e a buceta sem depilar mas não muito peluda e quando elas caminhavam atrás de nás escutávamos as duas comentarem de nossas bundinhas, a do Andre, branca como parede e a minha bronzeada e com a marquinha de biquini. As duas comparavam e riam....

Terminamos o passeio e fomos para a piscina. Depois de alguns mergulhos, Andre foi para a saúna. Não demorou muito e resolvi ir para a sauna também, talvez pintasse algo com aquele mastro e fui checar.

Entrei na sauna e vi Andre sentado no degrau de cima com as pernas esticadas e abertas, curtindo a sauna e sua mangueira repousando mole entre a coxas musculosas. Sentei-me ao seu lado e começamos a conversar sobre o local.

Pouco depois, virei-me e deitei de bruços com a cabeça virada para o Andre e continuamos a conversa, mas em determinada altura ele perguntou da minha marquinha.

- E aí Paulo, como conseguiu essa marquinha?

- Ah, cara, um dia estávamos no meio de uma transa e a Andreia me fez vestir a calcinha fio dental dela. Transamos gostoso e a partir daí começei a usar e na piscina de casa sá usava ela e a marquinha foi aparecendo..rsrsrsrs

- Caralho, confesso que ficou um tesão. Sua bunda é redondinha, voce depilou?

- Não, isso foi outra idéia da Andreia. Já tinha pouco pelo na bunda então ela resolveu depilar a bunda e o pinto para ficar parecendo maior...rsrsrsrs.

- E voce com esse mastro? bem que a Marcia comentava, caralho....como ela aguenta?

- Verdade, no começo era difícil mas agora já tá normal..rsrsrs, mas adoro um cuzinho e não conseguimos ainda, meu pau é muito grosso e ela reclama que dái muito.

- Entendo, tive esse problema com a Andreia também, mas meu pau é pequeno,não muito grosso e fui comendo devagar, agora o seu, puta merda...rsrsrs, tem de ser um cuzinho já lasceado senão as pregas vão pro saco..rsrsrs

- Cara, é mesmo, já tentei algumas vezes mas não dá, nem a cabeça vai..rsrs...fico na maior fissura..rsrsrsr

- Imagino, mas também...qual o tamnho disso tudo duro? mole já é maior que o meu duro...rsrsrsrs. Tem de ser um cuzinho lasceado, já acostumado a levar pau, voce tem algum?

- O pior é que não cara. Já pensei em pegar um travesti, mas tenho medo das doenças.

- É mesmo cara, eu também até já parei o carro para um travesti e cheguei até acertar o preço, mas na hora h desisti.

- Caraca, e voce ia sair com o travesti? e na hora que ele ficasse pelado e um pau enorme pendurado, e aí..rsrsrsrs.

- Ah cara, confesso que iria enfrentar..rsrsrsrs

- Ah, então voce já deu?

- Já, troca troca na infância e em casa para a Andreia....

- Pra Andreia? como foi isso.....

Contei pra ele de como a Andreia começou a me comer e durante o papo seu pau começou a se manifestar...

- Caralho, Andre, o que é isso cara?

- Ah, Paulo, voce foi falando e o tesão foi aumentando....rsrsrsrs

Seu pau não parava de crescer, a cabeça vermelha toda pra fora mostrava a formosura daquele pau que crescia cada vez mais, aumentando o nosso tesão.

- E aí Paulo, quer sentir? segurava seu pau e me olhava....

- Ah, não sei não, brinquei..rsrsrsrs.

Seu pau crescia quase apontando para o teto, então não resisti, estiquei a mão e segurei-o dando um aperto. Minha mão quase não fechava de tão grosso era o pau do Andre.

- Caralho Andre? como é grosso?

- É sim, quer brincar com ele?

- Hum, não sei?

Nem terminei de falar e minha curiosidade e tesão fizeram-me agarrar aquela vara e começar a bater uma punheta, agora já sentado ao seu lado. Andre se encheu de tesão e também segurou meu pinto e começou a me punhetar. Enquanto eu batia uma, ele batia duas no meu pau e sua cabeça enorme recebendo aquele sangue todo, ficava cada vez maior e mais brilhante, então quase que automaticamante começei a lambê-la em volta.

Andre aumentava o ritimo da punheta no meu pau enquanto eu começava a saborear aquela vara toda, lambendo em volta da cabeça e descendo pelo tronco até o saco. Não resisti por muito tempo e engoli aquela cabeçona toda e tentei engolir seu pau, mas engasguei de tão grande que era e consegui engolir somente até a metade.

Andre parou de me punhetar e segurava minha cabeça enquanto mamava seu mastro. Fiquei de joelhos à sua frente para poder mamar mais gostoso enquanto suas mãos começaram a descer até a minha bundinha.

Quando enfiou o dedo no meu cuzinho, sentiu como estava lasceado de levar pau vários anos da Andreia e falou...

- Hummm, que tesão de cuzinho voce tem Paulo, delicia. Voce aguenta meu pau?

Entre uma mamada e outra respondi que não sabia, mas poderíamos tentar.

Levantei-me e fiquei de quatro no degrau. Babei no seu pau para lambuzar meu cuzinho, que Andre fazia, pincelando a cabeça no meu cuzinho, lambuzando bastante e forçando a cabeça para dentro do meu cuzinho.

Babei muito no seu pau e com os dedos, Andre enfiava e tirava do meu cuzinho até sentir que já estava relachada para recebê-lo.

- Pronto Paulo, vou enfiar a cabeça e saborear esse cuzinho....vem...

- Vai devagar Andre.....aíiiiii....

Andre enfiava a cabeça bem devagar enquanto meu cuzinho lasceava e começava a aceitar aquele mastro.

- Hummmm.....vai Andre, devagar...vai...enfia um pouco....hummmmmm.....

Quando a cabeça entrou, dei um gemido de tesão.....

- Aiiiii....hummmmmmm......caralho que tesão....aiiii...entrou Andre, vem.....devagar...enfia o resto..aiiii....tesão....

- Aíiiiii...caralho Paulo, não acredito que sua rosquinha engoliu minha cabeça...tesão...hummmm...vou te arrombar todinho....toma...segura meu pau......

Andre começou a forçar e seu pau foi entrando quase que todo. Sentia minha rosquinha arrobada, minhas pregas quase se soltando mas confesso que estava delirando ser enrabado por aquele mastro todo....

Andre começou a socar devagar e a gemer de tesão, então começei a rebolar naquele mastro aumentando o tesão do Andre que com as duas mãos no meu ombro, se apoiava e continuava a socar delicadamente quase que tirando o pau todo e depois enterrando novamante.

Quando Andre estava quase gozando no meu cuzinho as meninas entraram na sauna e deram de cara comigo rebolando no pau do Andre.

- O que que é isso Andre? perguntou Marcia.

Andre parou por um instante, assustado com as duas, mas como já estava entalado no meu cuzinho foi logo respondendo...

- Ah, amor, estou comendo um cuzinho delicioso, meu pau esta enterrado gostoso e vou gozar.....

- Minha nossa Paulo, o pau do Andre esta quase todo enterrado no seu cuzinho? como voce aguentou? perguntou Andreia....

- Hummmm....a cabeça doeu um pouco mas o resto esta delicioso...hummmmm......

As duas ficaram estasiadas vendo Andre socar no meu cuzinho e logo em seguida gozar gostoso me enchendo de leite e deixando escorrer pelas minhas coxas ao tirar sua vara.

Ainda de quatro e com o cuzinho latejando, Andreia abriu minha bundinha e mostrou para Marcia o resultado da metida....

- Olha isso mana, rosado e totalmente arrombado, minha nossa.......

- Olha sá, tá parecendo a minha bucetinha..rsrsrsrs..ria Marcia.

Relachamos um pouco e fui tomar uma ducha, mas quando voltei as duas estavam brincando com a vara do Andre, cada uma segurando com uma mão e batendo uma punheta.

Ficamos mais um pouco na sauna e fomos almoçar, mas meu cuzinho ficou latejando até o cair da noite. Foi uma trepada gostosa que mais tarde iríamos repetir mais algumas vezes, mas isso é uma outra histária.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto esposa se transforma na casa de swingcontos eroticos arrombando a gordaconto comi minha amiga peludaesposas traindo dando o cu,contos de 1988contos reais de foda gay negro idoso.contos eroticos com caescontos eróticos com mulheres da ccbcotos heroticos gay neguinho me comeucoloquei a madame pra gritar no meu pau contoscontos eróticos filhinha bobinhanao contar para ninguem da familia. Quando eu achei que o papo ia terminar ali, ela me fez a pergunta que levou a tudo: perguntou porque eu tinha tanta coisa sobre lésbicas incestuosas no pc? Quando ela me perguntou isso, confesso que pensei em desconversar, mas aí pensei também que ela não faria essa pergunta à toa. Aí comecei a falar que aquilo me excitava muito, que gostava de ler sobre aquilo. Sem brincadeira, acho que a gente deve ter ficado uns 10 segundos em silencio ali na cama, depois que eu falei isso. Uma olhando para a outra. Aí, ainda bem, ela tomou a iniciativa, colocou a mão na minha perna e perguntou: Você pensa em mim?  pai.trepa.duas.filhas.gemiasmenino pau grande me arrombou o cu contosContos a calcinha da garotinhacontos eroticos gay empregadinhacontos eroticos descobri que era gay e não sabia parte5contos eroticos babdido comeram eu e meu maridoassalto a minha casa eu e minha mãe contos eróticos gang bango'mundinho eu baixei as calça e comeu meu cuzinhoconto nao queria mais dar mas o negaocomeucontos eróticos: prima comprometidacontos erotico chantageada no metrocontos eroticos teens eu baixinha i peituda com meu tio no carrominha esposa me convenceu dedos no cu conto hormonal femininosesposa no motel com amigos contocontos erotico coroacasado comendo onovinhocontos mães gosto de fuder com meu filhomolestei minha filhinha contos eroticosdeitei com minha tia de sainhaincerto mae com punheta contocontos erotico novinhas inocentecontos irma fudendocontos minha sogra me vendeu seu cuzinhofudendo com outro contosconvencir minha mulher zoofiliaSo sadomasoquismo com maridos ciumentos contos eroticosrelatos eróticos reais-visita saciadameu sobrinho pau contoscontos exitantes meu marido dormindo bebado e eu com outro do ladomulher crente traindo o marido conto eróticopunhetabdo no hospitalcontos de lesbica chupando a buceta eo cu da outraContos a mendiga da buceta largacontos aprendendo o que e uma buçeta com a mamaeporno quando o home empura o cacete no egua ela gozacontos eroticos velha donzelacontos eroticos traindo marido no futebolcontos putinha galeranua e corpo inteiro melado de margarinacomtos bdsmgozei na buceta da maninha engravidoucontos eroticos a minha primeira fodanovos relatos eróticos de incesto com fotos mãe e filha primeira vezvídeo de bocado de mulher dançando de fio dentalcontos eróticos de casadas rabudas traindogozei no copo e dei pra minha tia bebeu contoscontos eroticos venha ca sua puta safada,eu vou arrombar seu cu de cadelahomem de calcinha enrabadocontos eróticos fragei meu tio comendo minha tiacontos erotucos escritos lesbicos transei com uma nerdcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de sexo falando que cagoucontos pornos fudendo mamae irmasTenho 60 anos e minha bunda ta se mais contosIncesto com meu irmao casado eu confessocontos minha esposa me ensinou a ser cornochupando igual pirulito - contos eroticoscontos eroticos sou uma coroa vagabunda levei o muleke na minha casa e fiz ele comer meu cu e minha bucetaMenina q ta tezao encosta no irmao ddespistadocontos eroticos grupal baile funkRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrosContos bdsm sequestradaContos Eróticos MEU BUNDAO filhodeserto conto heteromeu coninho deixou nosso filho mim fode gostoso contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de foder empregadacontosdesexo padrasto metendo na enteadaficou vixiada bo inxestocontos eróticos velhinho transando com jumentoincesto contos filho se separa e volta a morar com mae coroacabelos lisos ate na bunda de dar invejacontos eróticos gozando na filha pequenaContos de mae de amigos sem calcinhative que comer ela /contoabri pernas pra meu filho me comervídeo do Seu Madruga metendo a pica no c* da Dona Florindacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente