Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A PRIMEIRA VEZ DE MEU AMIGO





Tantos contam a sua, vou contar a primeira vez no sexo que um amigo me contou, e eu escrevi para ele.

“ Era bem jovem e auxiliar de um pintor. Tinha meus 1415 anos e me acabava na punheta todos os dias, nada mais conseguia. Um dia fui trabalhar com o pintor em uma casa em que moravam duas mulheres. Eram de meia idade, em torno dos 30 anos (para mim eram duas velhas, na época). Nos dois dias em que trabalhei lá, como ajudante do pintor, elas andavam com bermudinhas colantes e blusinhas leves. Bati umas três punhetas no banheiro delas, sá pensando nelas. Batia e ia trabalhar... coisa boa a juventude. No último dia, era tarde, e não deu para limparmos tudo, então elas combinaram com meu “chefe” que eu iria no dia seguinte terminar a limpeza. Cheguei cedo e quase tive uma síncope: uma delas abriu-me a porta sá de “baby doll”, quase transparente. Percebia facilmente uma calcinha minúscula e os seios soltos, de tamanho médio e firme. Cheguei a tontear, mas ela tranquilamente começou a me dizer o que eu precisava fazer. Comecei a trabalhar, procurando disfarçar a ereção, que ela percebeu e sorriu... Logo chegou a outra, em vestimenta semelhante e começaram a circular assim pela casa. Eu não conseguia me concentrar no trabalho. Elas percebiam e me provocavam... Eu já era alto nesta época, sou preto e bastante forte, pois gostava ( e gosto) de malhar. Um pouco depois, a que me abriu a porta chamou para eu fazer um lanchinho... A ereção não cedia... ela sorriu e me perguntou se estavam me atrapalhando. Eu nem respondia... Ela então me pegou pela mão e levou ao banheiro... Tirou minha camiseta e minha bermuda. Como estava de chinelas, fiquei pelado, com o pau que era uma rocha. Já naquela época meu pau era grande, sem esses exageros que costumam apregoar aos negros. Ela se abaixou, deu uma ligeira lambida na cabeça do pau e me mandou tomar um bom banho... Eu estava até tonto... Tomei o banho rapidamente, e quando sai elas me esperavam e levaram para o quarto. Lá tinha uma cama de casal, e isso eu já tinha visto. As duas dormiam ali, eram um casalzinho... Foram me levando e enquanto uma me beijava, outra me chupava o pau, e iam se revezando. Perdi toda inibição e levantei o “baby doll” de uma delas e chupei seus seios. Eram os primeiros de minha vida... aliás, ali foi tudo a primeira vez. Logo estávamos os três nus na cama. Uma (Elvira) era mais velha, com seios maiores, bunda e coxas normais. A outra (Eduarda, que havia me recebido) tinha seios médios e coxas grossas, com uma bunda grande. Deitamos e continuavam se revezando no pau e na boca, enquanto eu desesperado passava a mão em tudo que podia. Bunda sempre foi meu fraco, mas nunca tinha visto uma buceta de mulher adulta, e ambas cabeludas. As bucetinhas das amiguinhas de infância que havia “frestiado” e nÂ’algumas até passado a mão boba, não contava. Depois de um tempo no amasso, eu estava quase gozando com as chupadas, quando Eduarda sentou no meu pau e enterrou a buceta nele. Meu coração estava na boca. Ela deu uma remexidas e eu me vim... gozei feito louco, ela continuou mexendo, espalhando a porra pela minha barriga. Saiu de cima, e Elvira veio e chupou o pau até limpa-lo. Aí começaram a se beijar, a se amassar. Quase não falavam, sá sorriam e agiam. Elvira começou a chupar a buceta da Eduarda, aparando a porra que eu tinha largado lá. Logo voltaram para mim. Com as chupadas que deram no pau que nem chegou a amolecer direito, ele já subiu. Eu nem acreditava no que estava acontecendo. Enquanto Elvira me chupava o pau, Eduarda chupava a buceta dela. Entendi o porquê dormiam em cama de casal... Elvira gozou e eu fiquei encantado, era também a primeira vez que via uma mulher gozar. Eduarda veio para mim e apás beijar-me, sentou com a buceta em meu rosto e foi minha primeira chupada de buceta... Elvira foi para perto e me ensinava onde lamber. Passava minha língua no grelinho e ela gemia, enquanto se beijavam e se amassavam, uma de frente a outra. Eduarda gozou e fiquei orgulhoso de meu desempenho. Depois disso as duas deitaram a meu lado. Meu pau tava duraço, pois não tinha gozado desta vez. As duas trocavam caricias entre si e comigo. Eu estava encantado. Depois de um tempo, Eduarda pegou numa gavetinha do lado da cama, um tubo de um gel, e passou no cu, enquanto Elvira me beijava e chupava. Foi uma das poucas vezes que ela falou: “Queres comer um cuzinho?” Cuzinho? Era uma bunda enorme... meu sorriso respondeu. Ela lubrificou bem e se pôs de quatro. Elvira veio me ajudar. Fiquei por traz de Eduarda e Elvira encaminhou meu pau para o cu da amiga. Entrou facinho, pois pelo jeito isso era de seu gosto há muito tempo... quando entrou tudo e comecei a socar, Elvira se deitou por baixo dela e foi chupar sua buceta. A mulher enlouqueceu... eu metia e ela gemia, quase urrava na língua da companheira. Gozou de novo e eu também gozei e enchi seu cu de porra. Deitei cansado, e ela também deitou a meu lado. Eduarda tinha curtido seu segundo gozo, e Elvira me disse que ela estava com crédito. Aí então elas começaram a conversar comigo. Viviam juntas há muitos anos, e por vezes elas arrumavam algum rapaz para participar. Quando me perceberam de pau duro enquanto trabalhava, tiveram a idéia. Quando souberam que tinham me dado tantas “primeira” vez... ficaram mais encantadas ainda e me convidaram a aparecer mais vezes. Não preciso dizer que o serviço não andou mais nada, e que ficamos sá nos amassos. Elas andavam pela casa sá de calcinha e eu pelado, enquanto arrumavam algo para almoço. Depois do almoço, me levaram para uma “sesta”. Aí, depois de novos amassos nos quais elas se acariciaram bastante, comi a Elvira num papai e mamãe demorado, pois já estava bastante esgotado. Ela gemeu muito mas sá gozou depois que gozei e sai de dentro e Eduarda veio chupá-la. No fim da tarde, nos despedimos, não sem antes eu prometer voltar... Mal sabem elas que por mim nem saia dali. Realmente fui privilegiado, com várias “primeira vez” em grande estilo...”

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Www.contoseroticosvirgindade.comcontos eróticos padres heterossexuaisconto erotico praia esposa garotoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto mete gostoso ui uicontos de mulheres que tomaram ativador sexualhome pega amulher de com o melho amigo transano e fi loucoconvencir minha mulher zoofiliaVizinha magrinha de cabelos preto fada do sexovi minha irmazinha de caucinha nu rabo ve contos eroticosContos eróticos Seduzi o Motoqueiro bunda GrandeGay passiva com dois negoes contosminha coleguinha me chamou pra comer o cuzinho na casa delacasadasna zoofiiliacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecasa dos contos roubei a calcinha da minha cunhada pra bater uma punhetamasturbando com obras em xasa contocavalonas de casa disse apertadacontos porno sou putinha pra minha mae no puteiro da familiaConto minha filha so de fio dentalconto minha namorada greludacontos eroticos minha mulher virou puta de um velho asquerosocontos eroticos tomou toda porra da linda travesticontos ela me punhetouTudo q uma puta deve fazer na camaCONTOS EROTICOS pivetes safadoscontos encoxando viado busaomulher dismaia na pica do mindigomulheres loira amazonense traindo fazendosexohttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/conto_25933_fodendo-o-recepcionista-do-hotel.html&ei=h1fTW1EH&lc=pt-BR&s=1&m=739&host=www.google.com.br&ts=1489513220&sig=AJsQQ1A6LGGFLRL7NY2__JYTuAweTMayWwComtos casadas fodidas pelo filho e amigoseu de shortinho socado em casa contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentewww.conto eu vi o pedreiro mijandomulher dando a buceta no salao da foliacontos.eroticos de alguem tomando injecao pornocontos eroticos fui comida feito puta e chingada de cadela pelo meu sogroporno doido zoofilia fetiche cachorro lambendo a bucetaConto erotc gay e um abobinhacondos erodicos vizinho lindoContratei um travestir e ele comeu meu cumalhadas e traidoras contosvideo de subrinho a proveitando a brincadeira para encochar a tiaContos erroticos com fotos eu e minha loirinha e um negro 32cm parte 2sou bi gostei quando um amigo de minha esposa me deu um sarroassalto a minha casa eu e minha mãe contos eróticos gang bangmarido realizando sonhos eroticos da esposaesposa contando para o marido que ele é corno e que seu amante vai fuder ela na frente do corno e ainda chama uma namorada travesti para fuder com ela e depois vai transformar o corno no maior viadocontos eróticos sobre irmã bucetudacontos eroticos de incesto inversão com mãe e filhinhoconto eróticos de troca de filhaxxvidio casada rebola de calcinha boxis casaconto enterrando a ate o talo no cu da mamaecontos eroticos enteadaboa f*** travesti orgiacontos quando eu era criansinha meu pai e mh mae me obrigava a eu dar a mh xaninhahomem alisando penis hetero ate gozarmeus dois professores contos eróticosContos enrabadas no canilcontos eroticos menino arrombadoprovocando meu tio com um short com as popa da bunda de foraConto de incesto de pai filha e tiowww.punheta de calcinha fio dental contosContos eroticos padrasto.. Febrecontos de corno mansocontos homem chupa rola ricardaoconto eróticos mana so de calcinhadopando sogra contosporno home gozando forddecontos sogra ajudandojogando nas duas pontas trailer porno travestiscantos eroticos em quanto ele dormia chupei o pau deleconto erotico comendo crente fielsexo com maior tesao com a negona de vestidocontos erroticos meu sogro bem dotado arronbo meucontos eroticos so no cuzinhos das meninasMeu tio que chupa no meu peniscontos eroticos incesto pai encoxado filhas avo encoxado netascomessei a alizar o pau do marido da minha tia contocontos crente casada vira p*** DVDnua e corpo inteiro melado de margarinacoroa 46 anos cabelo curto enroladinho dando a buceta grandeporno gay pai apostou cu para o vizinhoLóira safada narra conto metendo na coberturaencaixando na buceta meladacontos eroticos reais de mulheres casadas crente que ja enfio o pepino no.cutesudas contoContos eróticos seduçãohomem de calcinha enrabadoestoria porno a fantasia do meu marido e c cornovideo de jovens travesti praticando incesto com padrastoContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteiconto ru e minhas filhasConto erotico apoata insanacontos gozeicontos/ morena com rabo fogosocontos de cornosConto morena 37 anospalestra buceta dividida