Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VIREI PUTINHA DO MEU PRIMO

Essa histária aconteceu qnd eu tinha de 19 para 19 anos. Idade em q os hormônios estão a flor da pele; vc vai ao banheiro no mínimo 2 vezes por dia bater uma punhetinha, pelos começam a crescer no suvaco e na cara e o assunto nas rodas de amigo é sempre sexo, punheta e mulher. Sexo e punheta me interessava, mas mulher nem tanto. Já sabia que gostava era de outra coisa bem melhor. Meus amigos da época tinham mais ou menos a minha idade e tinham umas brincadeiras de ficar passando a mão na bunda do outro e até mesmo pegar sua mão e colocar por cima da rola deles. Eu sempre aproveitava da situação e adorava aquilo tudo. No fundo da casa de um deles tinha um barracão em que ia por volta de uns 5 garotos pra lá fazer competições como quem gozava primeiro, quem gozava mais, quem tinha o pau maior, quem tinha mais pelos no saco, pernas e no suvaco. Enfim, era uma putaria! às vezes quem perdia a competição teria que pegar no pau dos outros e até mesmo dar uma chupadinha. Algumas vezes até um troca troca faziamos, mas a histária do conto não é essa e vamos direto ao assunto. Eu era um garoto como outro qualquer, n era gordo nem magro. Nem de se jogar fora. Tudo começou qnd um primo meu mudou pra minha cidade pra fazer faculdade. Meus pais ofereceram minha casa pra ele ficar enquanto meus tios não encontravam um apartamento pra alugar, e ele aceitou. Tinha 22 anos e nem muito contato com ele tinha; havia visto ele poucas vezes e raramente conversava com ele. Ele era um pouco mais alto que eu, era magro mas muito gostoso. Como minha casa sá tinha 2 quartos e eu n tinha irmãos, ele ficou no meu. Até gostei de saber que ele ia ficar lá, afinal seria como um irmão mais velho pra mim. O tempo foi passando e eu fui me acostumando com a presença dele. Como eu estudava na parte da manhã, e ele a noite, passavamos a tarde inteira juntos em casa; e sozinhos já que meus pais trabalhavam e sá chegavam por volta das 19hrs. Ele também foi se acostumando com a minha presença e como era época de calor, ele passou a ficar a tarde inteira andando pela casa sá de cueca e camiseta cavada, e às vezes sá de cueca. Era uma delícia! quase me matava de tesão. A cueca marcava bem o pau dele e formava um volume que me deixava com mais tesão ainda. Sempre ia la no banheiro, pegava uma cueca dele no cesto e ia bater punheta cheirando um misto de mijo e goza. Uma vez a noite qnd ele estava na faculdade fui até o nosso quarto e abri a gaveta de cueca do guarda roupa dele e encontro um monte de camisinha e uma que parecia estar usada. Peguei ela, coloquei na boca, enfiei um dedo la dentro e comecei a enfiar no meu cu imaginando que era a rola dele. Gozei litros, e tudo em cima da cueca dele. Guardei tudo, me limpei e fui dormir. Geralmente qnd ele chegava da faculdade eu já estava dormindo, e algumas vezes acordava de madrugada com uns barulhos e uns gemidos vindos da cama dele. Meu pau explodia de tesão, tinha vontade de ir lá, dar uma chupada naquela rola e enfiá-la todinha no meu cuzinho. Uma dia a tarde, vendo ele sá de cuequinha pela casa, n aguentei de tesão e fui para o quarto bater uma punhetinha. Qnd tava qse gozando ele abre a porta. Nem deu atenção para o que viu, pegou um livro, saiu e fechou a porta. Fiquei com um pouco de vergonha mas ia passar. Os dias iam passando e o meu tesão tbm. Comecei a espiá-lo no banho. Qnd ele entrava no banheiro eu ia pra de trás da casa e olhava pela janela. Foi a primeira vez q vi o pau dele, era uma delícia, peludinho e parecia ter uns 1718 cm. Comecei a fazer isso todo dia, e batia punheta ali mesmo, vendo aquela maravilha. Um dia ele viu que eu estava olhando, me abaixei na hora morrendo de vergonha, mas o tesão era tanto q levantei pra olhar denovo. Ele tava batendo punheta e fazendo aquela cara de tesão. Até que gozou, e gozou muito. Gozei muito tbm. Naquele dia depois do banho ele começou a me olhar diferente, com uma cara de bastante tesão. No outro dia, qnd vi q ele entrou no banheiro pra tomar banho, fui correndo pra de trás da casa vê-lo tomar banho novamente. Qnd subo na cadeira e olho na janela vejo q ele n está la e sinto algo tocar meu ombro. Viro e me deparo com ele. "Então é disso aqui q vc gost né?" - disse pegando e apertando a rola. Fiquei sem reação na hora, mas morrendo de tesão. Desci da cadeira, daí ele tirou o pau pra fora, abaixou minha cabeça e mandou eu chupar a rola dele. Aproveitei a situação e comecei a chupar aquela rola q era deliciosa. Sentia o gostinho do liquido q vem antes do gozo e comecei a bater punheta. Ele começou a meter forte na minha boca e a gemer bem alto e bem gostoso. Num instante encheu minha boca de porra e me fez engolir tudo. Deu uma apertadinha na minha bunda e saiu dali. Era muito tesão! A noite qnd chegou da faculdade, eu já estava deitado. Tirou a roupa e ficou sá de cueca (dormiamos sá de cueca). Foi até minha cama, sentou e começou a passar a mão na minha bunda por cima da cueca. Perguntei o q ele tava fazendo e ele perguntou "Como assim o q eu to fznd? Vou te comer, oras" Na hr fiquei com um pouco de medo e n qria dar o cu pra ele. Mas ele disse q se eu n fizesse o q ele mandasse ia contar pros meus pais q eu andava espiando ele tomar banho. Tirou o pau pra fora e começou a enfiar na minha boca. Depois me virou de bruços e começou a enfiar a mão por dentro da cueca; enfiou ela no meu rego e começou a apertar minha bunda. Abaixou a cueca e começou a dar uma lambida no meu cuzinho. Vi estrelas na hora! Ele gemia muito, estava morrendo de tesão. Começou a das umas pinceladas com seu pau no meu cuzinho e começou a enfiar sua rola la dentro. Lambia minha orelha e falava "C gosta de rola né putinha, é disso aqui que c gosta é isso aqui q c vai levar minha putinha" Foi uma das melhores fodas da minha vida. Ele me comeu em várias posições e sempre me chamava de putinha, viadinho e dizia q ele era meu macho. Encheu meu cu de porra, passou a mão lá e me fez chupar seus dedos. Gozei sem tocar no meu pau. Ele deu um chupão no meu pescoço e disse que eu ia ser a putinha dele pra sempre e q ele ia me comer todos os dias. E foi isso q aconteceu, todos os dias a tarde eu tinha uma foda com ele e ele enchia minha boca e meu cuzinho de porra. Isso aconteceu por vários meses até que ele mudou de minha casa e nunk mai vi ele. Mas roubei uma cueca gozada dele e sempre bato lembrando dele e desses momentos de tesão.







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


enquanto eu dormia ele botava o cao pra me chupar incesto e zoofiluacontos eroticos arrombando a gordaSexo vagina primeiro amor contogostosa.acarisiado.a.buseta.deibacho.da.mesacontos eroticos arrombando a gordaconto pukeConto erotico meu pai me cobiçandocontos eroticos de muleque dando o cuCArnaval Antigo com muinto trAveco fazendo surubamulheres lindas de cornos na minha casadominada pela amiga lesbico contos eroticostirei o c******** da minha enteada Camilaconto erotico foda com a viuvinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto gay de pai com vaqueirocontos eroticos novinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eróticos fui cavalgar com meu marido e o cavalo me comeu zoofiliacamiseta sem calcinha. contos de casada.Provoquei e foi arrombada porno conto porno.pai.padado.jeu.nabuseta.dafilihacontos eróticos escravo da professoracache:oIMLEWITCAIJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=99 conto erotico comendo um crossdresserprofessor e aluna contoscontos a mulher do meu amigo queria um pau grandecontos dexei minha mulhe tomando no cu na minha frentecomo tira pedra da teta sem para de tanto se matusbarninfetas com vestidos beijando peitoral dos travestissogro sogra genro e esposa fazendo suruba contos eroticosContos eróticos.com/Enrabei a Floracontos eróticos lesbicas dominando esposas heteroConto mete tudo papaihttp://okinawa-ufa.ru/conto_25883_matei-minha-vontade-com-uma-travesti-linda.htmlpessoas fazendo sexo gostossoooocontos eroticos dando a xota para o meu primo e o amigo dele na casa deleo lubrificante feminino é melado e pegajosoMinha filha se ensinuava pra mim gostosaa pra mim comtoscontos porno obrigada engolir porra com muito nojocomtos arrobadaafilhadacontowww.mulatanua.comrelatos de esposas de cornos mansoscontos eroticos virei amante do tio do meucontos eróticos trair namorado atrãoconto erotico mamando nos peitos cheio de maninhaconto erotico neide safadinhaconto mulher casada rabuda dei pedreiroSou casada fui pra um acampamento com os colegas a amigas so rou surubatracei minha irmã contosgruda nos pelinhos da bucetaconto minha madrasta me transformou em mulherContos erotico de exibi a bunda muito grande de fio dentalCONTOSPORNO sapecacontos erotico de esposa traindo cornomeu tio me comeu meu cucontos eroticos o pauzudo e o cornoContos eroticos gratis de estagiarias lesbicaasporno conto visinha santinhaContos eroticos briguei com o marido dei pra outromoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticosVer buceta mulhere mas buntuda do mundo Contos eroticos vendidaVideos porno porra boca raquel falando do prazer gozou duas vezes na sua bocacontos erótico estuprada pelo chefinhocontos eroticos comi a minha babá fio detralMinha empregada tem uma buceta inchada contos de lésbicas femininoconto garoto esperimentei dar cucontos eroticos ônibusmadre superiora e felino no banheiro e mete nela de sexocontos eroticos mamei no pintinho do nmeu filhinho pequinininhocontos eróticos sou corno e gostocontos quando eu era novinha fiquei brexando para ver meu tio comendo mia amigaconto: enrabado e mamando outrovideo porno irma de veztido curto bege na frente padrasto na salafui ensinar a sobringa dirigir ea fudipraia de nudismo contosconto erótico meu tio não tinha uma seleção em minha tia queria picacontos de mulheres ninfomaniaca por sexocontos de iniciação no swingpesquisar saístes da putaria lésbicas como fazer sexo com uma menina virgem e quebrar seu cabassoconto comendo uma fumadora de crackocontos eróticos entre mulheres e homens super dotadoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemeu marido chamo o garçom do motel pra me fudercontos erotico com irmaoconto eroticos gay comi o cuconto gay dando na apostacontos erotocos sogras velhascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos menino arrombadovestindo de mulher e dando o cuzinho contocontos eroticos comi toda a familiacontos totalmente arregaçada meu marido vai perceberler contos de zoofilia homens estrupando cadelinhasContos eróticos mãe não