Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA MULHER E O PASTELEIRO

Este fato aconteceu quando minha mulher ainda trabalhava em uma lanchonete no centro de BH, ela nunca me contou tal fato, mas como atualmente estamos mais separados que juntos e talvez pra mi fazer ciúmes ou raiva num momento de briga nosso ela me joga o ocorrido na cara. Ela tem 1,55m de altura 33 anos é branquinha de bunda arrebitada, loira e 55 quilos bem distribuídos, já falei como ela é em outro conto, vamos ao fato.

Ela me disse que nunca tinha ficado com outro cara enquanto estávamos juntos (Acredito!) bom! Nessa lanchonete tinha um pasteleiro por nome João, um cara negro de uns 38 anos mais ou menos de 1,80m de altura, ele começou com aquelas cantadas que a maioria dos homens taca na mulherada quando quer puxar conversa, (qual seu nome, que o cabelo é lindo que o marido ou namorado tem sorte de ter uma mulher assim etc. etc. etc.) ela não dava bola no começo e mal falava com ele sá mesmo para pedir os pasteis quando acabava, toda vez que ela ia à cozinha ele dava uma cantadinha de quebra nela, ela às vezes sorria meio sem jeito, com o passar do tempo ela foi se acostumando com essas cantadas e passou a provocá lo usando calças leg. Ou calça Jens mais justa passava perto dele e esbarrava a bunda nele, nessa lanchonete não tinha vestiário ou banheiros separados para homem e mulher tinha um monte de armários enfileirados que os funcionários usavam para trocar de roupas, mas era dividido para homens e mulheres, ela trocava de roupa no fim do expediente quando o pasteleiro passou na hora que ela tava vestindo a calça jeans dando pra ver sua calcinha na frente ele ficou meio escondido tentando ver algo a mais, mas ela sá abotoou a calça e saiu sem nem olhar pra ele, ate que um dia ela viu ele olhando e deixou a calça abaixada ate no meio das cochas sá pra ele olhar fingindo que não o via, isso durou algum tempo ate que ele um dia entrou a onde ela estava, ela disse pra ele que ia deixar ele ver sá a calcinha que ela usava e nada mais e assim foi, mas ele não se contentava sá com isso e por varias vezes passava a mão na bunda dela quando ela ia na cozinha ou se ele passava perto dela mas tudo por cima da calça teve uma vez que ele entrou novamente quando ela trocava de roupas e antes que ela vestisse a calça atolou a mão na buceta dela por cima da calcinha ela empurrou ele antes que ele fizesse algo mais, ele disse que não aguentava e mostrava pra ela o pau duro e que quando chegava em casa comia a mulher dele pensando nela, que teve uma vez que ele comeu ela com tanta força que ela perguntou para Ele com quem ele achava que tava transando.

Minha mulher disse para ele que se contentasse que não passaria daquilo, ele falou para ela que ia agarrar ela a força, ela falou se ele fizesse isso que ela gritaria e por vários dias trocava de roupa mais cedo sá para ele não ter como fazer nada, mas teve um dia que ele estava de folga e arrumou uma desculpa qualquer com o seu patrão para poder ir à lanchonete e justamente no fim do expediente da turma da manhã, quando ele passou perto dos armários e viu ela trocando de roupa sem ela perceber chegou por traz e a abraçou forte sem ao menos ela ter como sair do seus braços e antes que ela ao menos vestisse a calça ele já de pau duro tentava enfiar o pau na buceta dela por trás ela resistia ao Maximo ele foi atolando a mão na bucetinha rosada dela e cutucava a bunda dela com o pau preto, ela não gritou ficou se fazendo de difícil como ele não dava trégua ela foi relaxando e ele forçando cada vez mais ate que ela viu sua calcinha sendo arredada pro lado e o caralho dele entrando ate as bolas baterem na sua bunda com uma das mão ele segurava sua cintura e com a outra tapava sua boca pra ela não gemer alto e estocava sua buceta com força parecendo querer enfia ate as bolas dentro dela ela ficou sá sentindo as fortes estocadas e gozou encharcando o pau dele todo com o seu liquido ate que ele também não aguentou e gozou feito um jegue inundando de porra sua bucetinha rosada quando ele tirou o pau ficou esfregando ele na bunda dela pra limpar o resto de porra que saia. Ele disse que nunca tinha gozado daquele jeito e que repetiria a dose qualquer dia, ela disse que nunca mais ele teria outra oportunidade e realmente não teve, pois uma semana depois ela saiu da lanchonete agora se foi por causa dele não sei. Espero que tenham gostado e se ela me contar mais alguma coisa eu conto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos hot festa no iateconto eróticos mana so de calcinhacontos eroticosamigo se veste de mulher para dar o c* para o amigoencoxada em coroa em Jundiai conto realconto erotico minha prima malvadacomtos eroticos mania bem novinha pelada contos de caralho nas mamastres comendo uma mulher e um socando no cu do outro uma filinhaiminha esposa nega mas eu sei que sou cornoMinha sogra me pegou contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico casada trai com cunhado ocomtos arrobadacontos eroticos namorada virgem do cornozoofilia cadelagozoucontos eróticos me pegaram a força no meu trabalhocontos de incestos gays.com/meu pai foi meu primeiro macho depois me distribuiu com seus amigos adoreicontos eróticos comi minha tia e minha prima minha prima tinha um colchão e uma buceta molhadinha e apertadinha cavalo mangalar goza na boca da coroa resen separadacontos fiz tesoura na minha irmanzinha pequenininha e foi gostozoContos enfiei o dedo no cu do meu marido ma frente do meu amantepeitos da prima pulando fora da blusa no sexoPiquena mais ja assanhadinha pelos coroas contos eroticosCasada narra conto dando o cupuzeram esposa dar pra todosconto erotico eu e minha mae estamos gravidas do meu que e adoramos elena piscina com minha sobrinha - contos eroticoscontos de machos q experimentou um boquete no primomae olhondo filho comtoscontoseroticospossuidaContos eróticos cearámeu cao meu machocontos de casadas liberadaconto de estrupando a velhaNetinhas putas contoseroticosliga contos de loirinhacontos dexei minha mulhe tomando no cu na minha frente zoofilia com gozadas e enguatesconto erotico o sogroporno chupei o peito e bucheta da minha cunhada ate ela cederMeu nome é dado (apelidio),tenho 35 anos e minha esposa mara tem 32 anos.Somos simpaticos ,com caracteristicas bem Brasileira .Contos eroticos de mamae qchantajiei minha irma peituda para tranzacontos chupei um pintaoTravesti fode duas coroas safadas na idade de 55 anoscontos.eroticos.so.taradinhas.de.seis.aninhosmulher louca de tesão gozando no peito na boca o dedo na bocacontos eróticos eposa e amigocontos eroticos tios gordinhos tirando o cabaço do cu do sobrinho novinhocontos eroticos arrombando a gordacontos centadas no colo do titio no incestocasa dos contos meus primos mevelhos viciados contos eroticop****** do papai contos eróticosbebada conto eroticocontos eroticos casada estuprada na frente do maridovi minha tia nua contoscontos eroticos garotinha minusculamulher que fica um montinho na frente ,e peluda ou tem a buceta inchadacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html homens rústicos fodendo com garoto que dorme na sua casaas molhadinhad mas. gostozas com vidios porno com voz altaSentir tezao por tênis feminino e normalconto erótico de mãe transformando filho em mocinhavagabundinhas no seu primeiro poeno anal delatacao analdepois de eu ter me mastrupado depois de um tenpo comesei a goza isso e normalLoira de itanhaem mostrando os peitoscasa dos contos eróticos camila a namorada gostosa do cunhadocontos eróticos com afilhadascontos Recém casada traindo marido com dono da casaContos eróticos transando perto dar famíliameu patrao me comeu na base da chantagemcontos eroticos brincando de cavalinho com padrinhoporno babalu pede pra não gozar antes do tempoconto minha norameu irmão mim fudeu sem camisinha e eu fiquei gravidaConto Meu Amor é um Traficante parte 3- Contos Do Prazercontos eroticos arrombando a gorda