Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI A NAMORADA DE PORTA ABERTA E TIA NA SALA

Oi, meu nome fictício é Henrique, e vou contar sobre a viagem que fiz pra encontrar minha namorada Júlia há um tempo. Eu tenho 1,83m, 80kg, físico bem distribuído embora não definido como um atleta, ombros e braços fortes e com boa pegada. Minha namorada é mais nova que eu, e desde novinha tem um corpo maravilhoso: 1,70m, 58kg, peitos de médio a grandes, mas bem firmes, coxas grossas e uma bunda maravilhosa, que faz muitos homens virarem o pescoço. Eu não sinto ciúmes de os homens olharem, pois sei que é gostosa mesmo, e como ela é super fiel a mim deixo que a vejam sem poder fazer nada, enquanto eu faço tudo hehehe

Bom, eu conheci ela na cidade em que ela mora, mas me mudei de estado, e continuamos namorando à distância pois nos amamos e estou conseguindo visitá-la de temos em tempos pra matar a saudade. Mas ficaríamos um tempo sem nos ver, e então combinamos de nos encontrar na casa de uma tiapra passar o fim de semana juntos.

Depois de um mês sem transar, chegamos ambos com muito tesão e aquela vontade imensa de já ir direto pra cama, mas tínhamos que nos controlar pois os tios dela eram super práximos e tinham muito ciúmes dela, o tio mais ainda, porque foi nessa ocasião que o conheci. Claro que demos um jeito de transar todas as noites, pois dormimos no mesmo quarto, mas sá vou contar o que ocorreu no último dia, pois foi o mais excitante.

Meu vôo de volta pra minha cidade saía as 20h, e ela pegava ônibus as 21h, então queríamos aproveitar ao máximo aquele dia, pois ficaríamos um bom tempo sem transar de novo. Saímos pra almoçar, e na volta, fomos pro quarto tirar uma sesta, enquanto os tios ficaram na sala vendo TV. Passamos mais de uma hora lá, debaixo de uma cobertinha pois estava meio frio, nos beijando, acariciando e falando bobagens. A cada momento eu tinha mais tesão e ia entrando mais na roupa dela, primeiro nos peitos, depois na bunda, depois por dentro da calça, até chegar na sua bucetinha... comecei a acariciar ela até que senti ficar molhadinha, e aí comecei a meter o dedinho dentro pra ver como ela reagia. embora seja recatada, ela se rendeu ao tesão e em vez de me frear me acelerou, dizia pra não parar que estava muito gostoso e queria muito transar comigo ali.

Nossa, meu tesão passou dos limites, eu disse que queria muito transar com ela ali e que faria isso naquele momento. Ela me mandou ir pra sala ver se os tios haviam dormido, enquanto trocava a calça por um shortinho mais fácil de tirar. Fui pra sala quietinho, e na hora de espiar dei de cara com a tia dela acordada. Perguntei do tio, e ela disse que tava dormindo. Falei que sá ia buscar água e achei que estavam dormindo, por isso fui na ponta do pé. Peguei a água e fui pro quarto, e minha namorada fingindo estar dormindo; desapontado, falei pra ela da tia acordada, e me enfiei debaixo da coberta achando que ela não ia querer transar com aquele perigo, pois a porta tinha que ficar aberta e era 4h da tarde, ou seja, super claro no quarto. Que surpresa a minha quando ela vira e diz: “não importa, quero transar com você e por isso já até tirei a calcinha!” nossa, alucinei de tesão, já meti a mão dentro do short e aquela bundinha lisinha tava pedindo pra ser apalpada e enchida de tapas, aí ela desabotoou o short e eu o abaixei. Baixei também a minha calça, e o short dela mais ainda, até que passou quase do joelho, e comecei a passar meu pau que estava como pedra na portinha da sua buceta... já estava super molhada, e sá de passar meu pau já fazia um barulhinho gostoso típico de estar toda melada.. comecei a empurrar devagar, e ela com uma carinha de safada imensa que dizia sá na expressão que queria mais, então eu disse: “vem, minha safada, traz essa buceta aqui pertinho, traz essa bunda aqui também e rebola no meu pau...” ela se juntava em mim de conchinha, com as pernas abertas e ajudava no vai e vem, nossa, que tesao, ainda mais sabendo que a tia podia passar no corredor e nos ver pela porta aberta, pq nem dava pra fingir estar dormindo, ela com a perna levantada e o short baixado, e aquele barulhinho típico da cama rangindo. Eu metendo e ela dizendo baixinho “vem meu gostoso, mete em mim, mete, tudinho até o fundo, mete que ta gostoso amor, amo transar com você!”

Cada vez ficava melhor, cada vez mais tesao, e abaixei mais ainda o short dela, abaixei mais ainda minha calça e fiquei ali bombando na sua buceta quentinha que queria pica. Aí ela me virou e falou: “me dá seu celular agora, quero tirar uma foto do seu pau entrando todinho na minha bucetinha, pra deixar de recordação...” Nossa, fiquei mais louco ainda, dei o cel pra ela que tava largado ao lado da cama e ela tentou tirar a foto, mas ele era super não tinha cam boa. Aí mandei ela ir pegar a câmera digital dela, ela vestiu o short meio desajeitada e foi, pegou e me entregou, e enquanto eu botava em modo filme ela baixou o short ainda mais e já abriu as pernas pra eu meter todo meu pau dentro dela. Dei a câmera pronta pra ela e mandei ela filmar a gente transando, ela adorou a idéia e colocou a câmera bem na frente da bucetinha e filmou meu pau entrando até o fundo e saindo quase todo depois, sá deixando a cabeça dentro. Filmou assim e daí me passou a câmera, e eu filmei por trás, a marquinha do biquíni sendo envolta por mim, e meu pau entrando todinho naquela buceta apertadinha, maravilhosa. Ela sá falava “meete, mete gostoso, ai que tesao, não para, quero gozar muito com você aqui!” Estava fazendo muito barulho agora, mas já nem ligávamos, não dava pra parar, e ela rebolava cada vez mais no meu pau, até que eu perdi o controle... estávamos sem camisinha, porque afinal nem havíamos planejado transar ali e aquela hora, e meu tesao de meter nela com gente em casa, a beira do flagra, me fez esquecer disso.. já estava pra gozar quando lembrei, tentei tirar mas não deu tempo, gozei muito bem na entradinha da boceta, dizendo “aai minha gostosa, vou gozar dentro de você, safada, vou gozar nessa sua bucetinha e te encher de porra”, e ela gemia baixinho dizendo que adorava, que tava escorrendo bem quentinho no meio das pernas, e queria mais.. já que gozei fiquei ali metendo até ele amolecer, pq foi aquela gozada federal que acabou com meu pau, e minha porra escorrendo envolta do pau pelas pernas dela... aí ela disse que amou, e até queria mais, mas como estava tarde achava melhor tomar um banho antes que a tia percebesse. subiu o short, e na hora marcou tudo, subiu aquele cheiro de sexo no quarto e ela foi pro banheiro se trocar... a tia ficou na sala e nenhuma vez nem passou perto do quarto, pra nossa sorte e maior tesao na transa mais gostosa de todas...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos... Uma rapidinha com a cunhada de vestidocontos eroticos de estupros entre primosconto eroticos entre primospapai Me. comeu Contosconto erotico com a tia silvanaCornos by contoscontos eróticos arrastei peo canto e fodi com forçacontos eróticos minha tia viu eu de cueca boxContos eroticos a vizinha feiaconto erotico comeu e surrouconto minha vizinha de doze anos ficava se exibindo pra mim eu a fodicontos erotico ruiva cheia de sardas perdendo a virgindade depois do casamentocontos filho mais novo foi dormir com a mãe e temino fudeno ela dormino e acordo e termino deixandomenino pau grande me arrombou o cu contoscocando a xerecona cabeludona por baixo da saia sem calcinhasmeu subrinho enfiou o dedo no meu cu contocontos eroticos seios com leitecontos eróticos vou arregaçar essa vagabundahistória de contos eroticos fui pinta uma casa e comi afilha novinha ta patroaconto virgem enrabadameu cu agora so de papai e mamae sabe contos gaycontos flagrando a mãe cavalona traindo o pai a menina e o cachorro de rua contos de zoofiliagozei gozou dentro dormia contoselas chuparam meu pau.contos de incestocontos eroticos tio e sobrinhaEla pediu pra cheira e ele esporou nacara delasurprendida pela minha amiga lesbica contos eroticoscontos excitantesContos de leitores reais swingconto erótico meu genro me transformou em p***contos eroticos bv e virgindadecontos papai me arrombouconto erotico minha namorada e meu tiocontos reais de encoxando a maeensabuou o pauzao e enfio na gostosaporno baixar caralhogrossos bruninha pedindo caronacontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos marido convence esposa com pintudocontoseroticos primo transou com a prima e ela ficou gravidamulher sentada e retando calcinha para homen ver sua bucetafilmei minha irmã depois chantagiei contosConto titia e madrinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentezofilia homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorminha bucta greludacontos eroticostitio viu minha bucetinha e achou linda contosgostosa.acarisiado.a.buseta.deibacho.da.mesacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negroscontos de lesbianismo que foi iniciada pela tia ao dormir com elaprovocando meu tio com um short com as popa da bunda de foracontos eróticos conacontos de mulheres ninfomaniaca por sexoDona Florinda chupando a rola de Seu Madrugacontos eroticos meu amigo comeu minha mae e minha namoradaliliane sabe quero seu cucontos sem calcinhacontos de mulheres ninfomaniaca por sexocontos eroticos homem casado dando para o primocontos eroticos arrombando a gordadandoprocaipiraTirei o cabaço da minha entiada e sua mae a ajudou para nao doer muitocomendo mãe e filha contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecache:AQRime9uCcEJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria_9_5_zoofilia.html contos de heteros branco comendo bunda negracomi e ela nao aguentoucontos sexo minhas meninas do sitioContos eroticos ai mo seu pau ta me matando mete ai ai deliciosa aiiMEU PRIMO SEMPRE ME COMIA 3conto erotico calcinha neguinhocontos de estupro pelo caseirocontos minha enteada minha amanteContos gays amante do tio velho desde de pequeno adoro vpu casar com elecontoseroticos nora fio dental d