Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESTUPREI A GOSTOSA QUE COMEU MINHA ESPOSA

Oi sou Asfs (iniciais) sou casado a 19 anos com Ess, sou moreno 1,75m olhos e cabelos castanhos, meu pau tem 19 cm, mas é um pouco grosso, minha esposa adora, ela 1,60m seios peq. e bumbum bem grande um tesão, pele clara olhos e cabelos tambem castanhos.
nossa vida sexual sempre foi muito ativa, sempre me esforcei em dar o maximo de prazer a ela, e ela tentava o mesmo,.desculpe o conto mesmo resumido ficou um pouco grande
o q estou para relatar aconteceu a uns 4 anos, umas das poucas fantasias sexuais que ainda ñ havia realizado é na verdade o desejo de todo homem, transar com duas ao mesmo tempo, conversei com ela pra ver se topava, por varia vezes. mas ela sempre falava q sá toparia se eu deixasse ela tranzar com dois homens primeiro. nunca achei justo isso pq ñ era uma fantasia dela, ela dizia isso apenas pra me irritar e desistir da ideia. mas asvezes quando transavamos eu enfiava o dedo no cú dela dizendo q havia outro homem comendo-a, e assim ela gozava muito.
com o tempo fui me preparando para deixar q ela transasse com 2 ao mesmo tempo, e quando me senti preparado falei com ela, ela ñ acreditou então eu disse que era pra ela se arrumar que agente ia arrumar um parceiro pra noite
ela colocou um vestido preto, sandalia tava maravilhosa e fomos para uma boate.
combinamos td que se eu ñ me sentisse a vontade com akilo poderia parar a qualquer hora e que eu estaria no controle do que fosse acontecer.
dançamos um pouco e ainda era cedo quando notei que tinha uma negra LINDA lábios carnudos pernas grossas bumbum um espetaculo seios peq., cabelo estilo black mesmo, usava um vestido vermelho e sempre olha em nossa direção, eu estava me achando, pq a todo instante ela nos olhava, mas ñ era pra mim que ela olhava e sim pra minha esposa, sá vi que ñ era comigo quando ESS disse que ia ao banheiro, percebi que akela negra de vestivo vermelho foi tambem Cerca de 5min depois volta minha esposa esbravejando, chingando muito. - akela Puta, quem ela pensa que eu sou. eu disse. _oq que foi?
ESS- akela vagabunda me agarrou e me deu um beijo.-
eu passei a entender o porque dela ter ficado olhando pra gente tanto tempo, afinal minha esposa é muito linda e gostosa.
Ela disse- Vc vai fiacar ai parado? vai fazer nd ñ? falou quase gritando.
-mas oq vc ker q eu faça?
- então ela disse -sei lá,faz alguma coisa
Na hora fikei muito excitado em imaginar akela mulher e minha esposa se beijando, fui falar com akela negra gostosa
-oi, sou o marido da mulher q vc forçou um beijo no banheiro
-Me desculpa ñ resisti, me perdoa ñ vai acontecer mais,vou embora daki. então eu disse:
- Prescisa ñ, vem se sentar com agente.
- tem certeza?
-bom, eu sei que vc vai ouvir muito dela mas ela vai se acalmar. ela na hora sacou o que eu keria e disse
-me desculpe mas sá gosto de mulheres
-sá te convidei pra se sentar com agente.
quando andavamos na direção da mesa notei a cara de furia da ESS, me gelou na alma (rsrsrrs). mas continuei
ESS falou um monte, xingou uma barbaridade, mas foi se acalmando, e a conversa foi ficando descontraida, a mulher em kestão é Erika de 23 anos muito bacana e de bom papo.
ESS é bem safada e quando fika excitada parace até que muda de personalidade, decidi que se eu kisesse ve-las transando teria que partir pro ataque, pq até então pareciamos apenas amigos, comecei beijando ESS no pescoço as vezes puxava seu cabelo, e ela foi ficando solta cada vez mais solta, quando ñ tinha ninguem olhando ela apertou meu pau por cima da calça, e pensei pronto "ta facinho" dei um toke pra Erika que sentou exatamente ao lado de ESS, Erika alisava o braço as mãos o pescoço de ESS que cada vez ficava mais receptiva aos "carinhos" de Erika, foi quando que peguei no cabelo da minha esposa e dei um beijo bem demorado em sua boca, segurando ainda o cabelo dela direcionei para Erika que segurou o seu rosto e deu um beijo, ESS tentou desviar mas ñ foi possivel, Erika beijava a boca de ESS e eu beijava o pescoço, revesavamos as vezes,
quando decidi eskentar ainda mais as coisas, abri as pernas De ESS e fui colocando as mãos em direção a sua xota, Erica já alisava suas pernas, quando ela invadiu a xota de ESS, tirei minha mão e deixei Erika brincar com o grilo de Ess, meus dedos estavam umidos tamanho era a excitação da minha esposa, meu pau já estava quase furando a calça, quando eu disse, vamos sair daki.
Na hora de entrar no carro ESS tentou vir do meu lado no banco de passageiro, mas erika ñ deixou, arrastou ESS para o banco de traz, e dando um amasso incrivel na minha esposa, eu dirigia em direção do motel, e Erika abusando da minha esposa no banco de traz, desceu a parte de cima do vestido de ESS e chupava seus seios e dizia o quanto ela é gostosa, e que eu era o corninho mais feliz do mundo, por ter uma esposa dakele geito (ñ gostei muito dessa parte), então eu disse
se vcs ñ pararem vou gozar aki mesmo
minha esposa falou - ñ skece que é o leitinho é todo meu
-então vem pegar,
ela com os seios de fora ficou entre um banco e outro deixando propositalmente a bunda na direção da erika, que na mesma hora desceu a lingua no rabo de ESS,
a posição era bem desconfortavel decidi parar o carro para que ESS chupasse melhor meu pau, olhava para Erika pelo retrovisor, lambendo ESS, gozei, foi um rio de Porra, Ess engoliu quase tudo, deixando um pouco em cima da lingua, voltou para Erika e sem que ela visse a intenção de ESS deu um beijo em sua boka, eu ri muito, Erika xingou falou que era nojento, falou isso akilo, mas continuaram.
já no motel eu ainda de pinto muito duro, me sentei em uma cadeira e vi Erika na cama Dando um banho de lingua em ESS na cama, que sá gemia. Era muito excitante ver Erika lambendo ESS, as vezes ela dava alguns beijos em sua boca mas sempre voltava na xota e no cuzinho de ESS que nunca foi de ficar parada, então foi em direção a xota de Erika que sá estava de calcinha e iniciaram um 69 maravilhoso, nem acreditei nakilo, mas era de se esperar, ESS é como um termometro quanto mais excitada ela ficava mais Puta ela era, e passou a xingar
- Sua vagabunda ñ era isso que vc keria?... que xota gostosa.. sua puta... ahhhh... me chupa... e ñ parava de chupar Erika tambem,
Ambans gemiam muito, ñ sei se consigo explicar o quanto akilo estava excitante, mas imagine bem a cena, 2 mulheres lindas, gostosas, totalmente nuas, se esforçando em dar prazer uma a outra, uma negra outra branca, sem medo de nd, a excitação delas aumentavam pq eu me punhetava na cadeira, e reparava em cada movimento delas, e elas se exibiam para mim ESS para me deixar mais excitado, e Erika como se dissesse, é sua mas olha o que estou fazendo ESS empurrou Erika de cima dela, e sentou com a xota na cara de Erika, que a chupava muito, mas muito mesmo, neste momento Erika já havia gozado 2 vezes enquanto ESS varias. foi quando ESS iniciou um novo gozo mais intenso até então, enquanto gozava sufocava a Erika com a xota, Q ñ parou de lamber um unico instante se quer. Gozei novamente na cadeira
ESS se deitou na cama muito ofegante Erika abraçou ESS, e se beijaram suavemente,
Um das coisas sobre ESS que ñ falei é que ñ importava oq faziamos, ou quanto era depravado oq faziamos, sempre tinha que terminar comigo comendo a buceta dela. por isso ela falava que nunca ia transar com mulher, porque no final teria que ter uma pika dentro dela.
enquanto elas se beijavam, ESS abriu as pernas e olhou para mim, me levantei da cadera e fui na sua direção, iniciei beijando seus pés, (como se Erika ñ tivesse feito), e fui subindo, mas nessa hora Erika Fechou as pernas de ESS e disse com voz de autoridade:
- Hoje essa puta vai ser sá minha, sai daki seu corno punheteiro, vc arrumou outra pessoa pra comer sua vagabunda.então agora aguenta kieto eu apenas olhei para Erika, em seguida olhei pra ESS, que tava com uma cara muito safada. me levatei da cama e Erika disse
- isso mesmo sai daki que hoje vc vai sá olhar seu corno
mas fui rodeando a cama na direção da Erika, nessa hora ESS segurou as mãos de Erika e com as pernas imobilizou Erika. cheguei perto dei um tapa na cara de Erika e falei
-Bom, seu eu ñ posso comer ela vo comer vc sua vadia sapata
VC é louco?, falou erika tentando escapar porém ESS a segurava com força, prendi Erika ainda mais com uma mão, e com a outra guiava meu pau na direção da sua xota, que tentava sair, fazendo força, e dizia
eu vo gritar, vc ñ pode fazer isso, deixa eu ir embora, dei um tapa na cara e falei.
vc ñ esteve em nenhum momeno no controle aki sua sapata, e vc vai ver esse corno aki comendo sua xota. nessa hora meu pau já tava todo dentro dela, e eu fazia um vai e vem bem devagar, imobilizei completamente Erika e fui comendo-a bem devagar, enquanto isso ESS tapava a boca de Erika que tentava gritar dava muitos tapas na cara, puxava o cabelo e tentava beijar mas Erika chorava e dizia
Por favor eu sá kero ir embora,
Ess- Vai dize que vc ñ ta gostando sua vaca, esse pau gostoso te arrombando, falava isso e beijava muito erika e lambia seus seios, Erika passou a oferecer menos resistencia e eu fui aumentando o ritmo, Erika agora passou a gostar de ser fodida eu eu passei a fazer o mais forte e depressa que eu podia, nessa hora erika gemia e pedia mais,os gemidos de Erika sá eram abafados pelos beijos de ESS, que nessa hora estava no ponto maximo de excitação, eu nunca havia visto ESS tão excitada ela dava muitos tapas em mim e na Erika, tirei meu pau e ESS chupou molhando ainda mais e direcionou para a buceta da Erika que já estava de quatro pra mim, gemendo como uma verdadeira Puta rasgadeira, e ESS falava coisas do tipo, olha sá tava fazendo charminho, tavendo oq é bom, sua puta, rola que é bom, fala pra mi já teve rola dentro de vc?
Erika sá gemia e ESS, deu um tapa muito forte nas costas de Erika, ela tava fora do controle, e disse, me responde sua puta
Erika falou: até hoje nunca
fala ta gostando?
To, to muito. sem parar de gemer
então pede mais rola
eu kero mais,soca mais,, e Erika gozou, gozou muito até se urinou um pouco, ficou completamente mole, meu pau saiu todo molhado, ESS ñ perdeu tempo e passou a lamber hora meu pau hora a xota de Erika, que ainda gemia baixinho, e disse, agora é minha vez seu puto
ficou de 4 e soquei de uma sá vez, ela deu um gritinho, e disse sorrindo
- é assim mesmo que eu vo kerer bem forte
pra deixar ela excitade geralmente eu começo devagar e ia aumentando o ritmo, da mesma forma que fiz com Erika mas do geito que ela tava ñ prescisava.
eu já havia gozado 2 vezes akela noite, a terceira tava demorando muito eu suava, no quarto sá escutava os gemidos de ESS e as socadas que dava, Erika se recompondo do gozo que ela havia tido, se pos em baixo de ESS e lambia o grilo dela, mesmo com ESS se mechendo muito por causa da força que eu socava, ela ainda conseguia passar a lingua no grelo de ESS, akilo me deixou ainda mais excitado minhas pernas já estavam muito cansadas, e anunciei o gozo, o terceiro da noite, o melhor de todos, minha esposa saiu e ficou de frente com a boca aberta puxou Erika pelo cabelo e disse:
-Pra vc ser puta de verdade vai ter que tomar tambem
joguei muito leitinho nelas Erika ñ engoliu mas minha esposa engoliu tudo, e ainda lanbeu o que estava no rosto e nos seios de Erika
nos deitamos, eu estava exausto, mas ESS ainda ñ havia gozado com a minha pika dentro dela,
meu pau estava amolecendo quando ESS falou, agora vc prescisa chupar
Erika na mesma hora foi em direção ao meu pau, e começou a chupar, ela ñ fazia muito bem, mas mesmo assim foi o suficiente pra impedir que eu ficasse de pika mole, era a 1 vez que ela chupava um pinto, ESS tirava dela e chupava como se estivesse ensinando como fazia,
elas pararam de me chupar se beijaram um pouco e ESS veio sentar no meu pau, cavalgava com muita intensidade, meu pau até doia um pouco, mas ela prescisava gozar, Erika ficou alisando meu saco olhando a rola entrando e saindo, e pro vontade propria tirou o pau de ESS chupou um pouco ele, lambeu o cú de ESS e direcionou no cuzinho dela
-kero ver esse cuzinho lindo ser fodido
ESS vc vai ver como se da um cú bem gostoso, sem me mecher ESS ia descendo engolindo cada sentimetro de pika que eu tinha, sempre fizemos anal, mas demora um pouco tinha que ser com cuidado, e tal, mas ESS tava fora do controle, sentou e comoçou a cavalgar feito uma louka, fez isso tocando uma siririca e ñ demorou dando o cu e anunciou o gozo, ai eu bombei como nunca no seu cú até ñ poder mais ela gemia e gozava de uma forma que eu nunca tinha visto, enquanto isso Erika apenas olhava por traz meu pau entrando e saindo, e puxava o cabelo de ess dando um beijo na hora que gozou.
Agora é a sua vez eu falei, olhando para Erkia
- Sem chance, vo dar o cú ñ,
ESS falou- Mas será que ele vai ter que te estuprar denovo? Vem aki e da o cú logo sua vaca, que eu kero ver do mesmo geito que vc tava vendo, quero ter a mesma visão
mesmo contrariada Erika segurou meu pau chupou molhando-o bem, ESS deu algumas lambidas no cuzinho de Erika para lubrificar. Posicionou E foi sentando na minha pika, akela ñ era uma posição muito favoravel para fazer um anal pela 1 vez, Erika mesmo Reclamando muito de dor foi descendo,ESS a beijava muito demorou um pouco mas meu pau estava todo dentro da Erika, toda vez que eu me mexia ela ameaçava sair, mas ficava, talvez por medo, mas ñ sei.
ela foi relaxando e eu fazendo bem devagar, ESS beijava e lambia todo corpo de Erika, que já subia e descia sozinha, e akilo realmente tava fora do controle segurei nas pernas de Erika forçando para baixo enquanto bombava muito,Erika gozou, mas ESS falou que agente sá iria para quandoo Cú de Erika estivesse cheio de Porra.
mas eu estava muito cansado, e mesmo forçando para gozar tava demorando, Erika goza novamente, colokei ela de 4 socando muito no seu cú, ESS se posicionou na frente de Erika com o rabo na cara dela que aproveitava meu vai e vem e com a lingua pra fora entrava e saia da xota de ESS, akela cena foi o bastante, Gozei, eu estava até um pouco tonto, ESS falou:
Lembra que eu falei que todo o leitinho era meu?
colocou Erika de 4 novamente e lambeu toda porra que saia do seu cú
dormimos
sá acordei com o telefone tocando, a recepcionista, falou que se agente ñ saisse teriamos que pagar outra diaria
eu disse que tudo bem agente pagaria, me levatei para ir ao banheiro, meu pau todo esfolado, transamos uma 3 a 4 horas sem parar, mas quando voltei pra cama vi as duas deitadas,nuas, abraçadas, deitei do lado de minha esposa e tambem voltei a dormir
trocamos telefone pra fazer denovo, mas Erika demorou quse 3 meses para ligar, e disse que faria tudo denovo mas teria uma condição, mas ai é outra histária
espero que tenham gostado, e votem

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentedou para o meu irmao contosquero tua jeba rasgando meu cucontos eroticos fui bem comida feito cadela e chingada de vadiatia gritando "me come sobrinho"Conto comi esposa do meu irmao e gozei dentroconto erotico putinha desde novinhacontos reais seduzindo com roupa o cunhadoContos eroticos comeu a familia todaContos eroticos Mamãe putacontos eroticos 9 aninhoseu minha esposa demos carona o cara era um pintudoconto erotico o ponei e mulherContos vovô pegando peitinho da netacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico dra valeria trepa com labradorcontos genrocontos lesbica fui sedusida banheiro boatycontos eroticos comi minha prima enquanto ela dormiaminhas esposa resolveu raspar a buceta contoscontos erotico tia estrupa o amigo do sobrinhoContos sogra mulher e cunhadas peladinhas na piscinano cu nunca mais contoscontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos de velhos gaymoramoa no litoral eu e minha esposa e recebemos um primo dela para pasar um fim de semana conoscoabusando no metroou porn contos mãe traindo com um negropau grande alongado contosconto erotico minhas prima se apaixonou por mimmeu primo e minha amiga contos eróticoscontos putinha galeraContos eroticoscomendo varias negona Empregada Triscando no meu pau contocontos fudendo a crente e o corno ficou olhandoxvidios gemios incestocontos eroticos arrombando a gordaconto erótico esposa de férias e tal marido sem quererContos eróticos liberando a esposacontos amor gaytitio viu minha bucetinha e achou linda contosfui ensinar a sobringa dirigir ea fudiIncesto com meu irmao casado eu confessoContos eroticos de solteiras rabudasleitinho gostoso de polamae de causinha melada quado da de mama profilhocontos mulher da p o sobrinho do pau grande e marido vevelho fogoso conto eroticocontos eroticos padrasto e enteadacontoseroticosfuicornoComtos casada puta dos vizinhosnunca falei eu falei contos eróticosContos.Del.trabalho.mas.fudi.minha.enteada.bebada.contos eroticos gozada em familiacontos eroticos comi minha espetoranovinha transando pela primeira vez e goza muito de queixocontos adorei a lingua no meu cuzinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteru e a amiga da minha esposa contocontos de cú de tiaconto fizemos um trenzinho.historias excitantes esposa adora chupar buceta da outra pro marido verconto erotico incesto sonifero filhaContos eróticos enteada larissa viajarfudendo o cú da mae de renan conto eroticogritando e pedindo pra nao botar pois doi pra nao perde o cabacodepilano a buceta dela io cara comi elafudendo o cú da mae de renan conto eroticocontos eroticos com vovocontos eroticos quando era novinhacomendo a vendedora contos eróticoscontos putinhasconto porno comi minha maecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteComi minha tia historia veridicabai jo meu primo e ele me comeuconto menino eu era fudido pelos meninos negrostenho maior tesão pela minha tia velha contos eróticoscontos eroticos tatuadorconto erotico comendo a dona da mercearia do bairro onde moroMeu irmão mandou eu deitar com eleabusada contoeu conto sou casada meu cunhado me pegou a focaume homeme chopano uma buseta da mulhe ate ela gozacontos eroticos arrombando a gordaa minha cunhada casada e saia justa contos com fotosMulher quadril fino buçeta arreganhada arregaçado pelo cachorro contos