Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DEIXANDO A ESPOSA AJUDAR O SOGRO. PARTE 2

Sai da banheira e depois de me secar fui deitar e liguei a TV para procurar um filme e logo em seguida os dois também se deitaram na cama.
- Querida, agora é a minha vez de você fazer uma massagem.
- Será um prazer, querido
Deitei de costas e ela sentou sobre o meu corpo como se fosse cavalgar e começou a massagear as costas, enquanto o meu sogro ficou sentado ao lado vendo TV. Lembrando que continuamos todos nus.
- Querido, agora vire que vou massagear o seu peito.
Virei para cima e ela continuou sentada, agora sobre a minha rola que já estava dura. Durante a massagem no peito as vezes ela descia a mão e aproveitava e fazia uma massagem na minha rola e percebi que o meu sogro olhava de forma discreta enquanto assistia a TV.
- Pai, agora é a sua vez. Fique deitado para eu poder te massagear.
Ele deitou de bruços e ela repetiu a mesma coisa que fez comigo, sentando sobre o seu corpo e agora eu que passei a assistir a TV, já prevendo que a cena iria se repetir o que eu estava certo.
- Pai, pode se virar.
Ele deitou virado para cima e ela com naturalidade sentou-se sobre a sua rola e talvez por ser o seu pai ele não estava com ela dura, porém não sei se foi como pretexto ou se realmente estava de mau jeito ela falou.
- Com licença pai, vou ajeitar a sua rola para não te machucar.
Falando isso e sem dar tempo de qualquer reação dele, ela levantou um pouco o corpo e pegou na sua rola colocando na posição para cima como se estivesse dura, e com isso é claro que ela podia sentir melhor a sua rola. Não fizemos nenhum comentário sobre este fato, e ela continuou a massagear o seu peito e não demorou muito para ela perguntar
- Como eram as transas entre o Sr e a minha mãe?
- O que você quer dizer?
- Eu quero saber se vocês fizeram de tudo, ou quase tudo. Ela ficava de quatro. Fazia sexo oral, ou ficaram somente no papai-mamãe?
- Você não acha que é uma pergunta indiscreta, ainda mais porque sou o seu pai?
- Qual é o problema em perguntar? Se o Sr perguntar como eu e o Carlos fazemos, eu vou te responder com a maior naturalidade.
- Duvido que você teria coragem em falar.
- Pois eu falo mesmo sem você perguntar. Eu e o Carlos já fizemos de tudo, sexo oral, de quatro, de lado, no banho e até sexo anal nás já fizemos. E o Carlos está aqui para confirmar.
- É isso mesmo sogro, e o que eu mais gosto de fazer com a sua filha é um 69.
- Vocês não têm vergonha de contar estas coisas.
- É claro que não. Primeiro porque o Carlos é meu marido e segundo que não estou publicando no jornal, estou contando para o meu pai. E não tente me enganar, pois já deu para perceber que o Sr gostou de ouvir isso.
- Como assim, gostei de ouvir?
- Ou o Sr acha que sentada nua no seu colo eu não iria sentir aumentar o tamanho da sua rola. Do jeito que ela cresceu até de roupa daria para perceber.
Somente depois disto percebi como a rola dele estava dura, e confesso que ficou maior que a minha.
- Você me desculpe filha, mas foi sem querer. Não tive a intenção de te desrespeitar.
- Não tem que se desculpar, isso é natural em qualquer homem.
- Mesmo assim, por ser o seu pai eu não deveria.
- Deixe de bobeira. O Sr não teve culpa, pois fui eu que sentei nua e ainda ajeitei a sua rola de forma que ela sentisse a minha xoxota. O assunto levou a isso e também prova que o Sr está em forma. Rsrsrsrs
- Mas confesse. Depois que a mãe morreu o Sr não procurou outra mulher? E também não falou as formas que já fez?
- A sua mãe nunca fez outra coisa a não ser o papai-mamãe. Ela recebeu uma criação que dizia que a mulher deveria fazer somente isso.
- Então estou disposta a te ajudar.
- Carlos, posso ensinar umas coisas para o meu pai?
- Se você estiver disposta. Não se esqueça que ele é o seu pai.
- Para mim não é problema.
- Filha, você não está falando sério? Isso é pecado. Carlos não deixe a sua esposa cometer esta loucura
- O pecado está na cabeça das pessoas. Vou fazer o que a mãe deveria ter feito, ainda mais com uma rola deste tamanho, que por sinal é muito bonita.
Enquanto falava isso ela já estava com as duas mãos acariciando a sua rola que por mais respeito que ele tivesse pela filha, ele não resistia e ficava mais dura. Ela percebeu que com as caricias ele não estava mais aguentando e por estar em cima dele ficou fácil de dominar a situação. Foi descendo e não demorou a começar chupar a rola dele e ele não resistindo fechou os olhos e segurou a sua cabeça para que ela não parasse o que não precisava porque deu para perceber que ela estava adorando.
Eu estava ao lado assistindo o desempenho da minha esposa com o seu pai e me masturbando. Depois de um bom tempo chupando a sua rola e também o saco ela tirou da boca e falou como estivesse intimando.
- Agora o Sr vai aprender a fazer um 69.
- Não filha, acho melhor pararmos nisto. Acho que você já foi longe demais. Carlos como você pode deixar a sua esposa cometer esta loucura e ficar olhando, e ainda ela está fazendo com o práprio pai?
- Esquece que é o meu pai. Se o Carlos que é o meu marido e está presente e eu também não ligo, porque o Sr vai esquentar a cabeça com isso.
Ela já se virou por cima dele oferecendo a xoxota, que além de estar sempre perfumada é muito gostosa e com aquela visão ele não teve como resistir e começou a acariciar com os dedos. Como eu estava olhando como ele se comportava, falei
- Não fique sá com os dedos sogro, use também a língua que o Sr vai deixar ela louca.
Não precisou falar duas vezes e para quem nunca tinha feito 69 ele cumpriu tão bem a tarefa e também passou a massagear o anús dela, o que fez ela aumentar o movimento de chupar a rola dele e também os gemidos.
- O Sr já mostrou que com a língua é muito bom, agora quero sentir o tamanho da sua rola dentro da minha xoxota. E vamos fazer do jeito que o Sr nunca fez.
Ela ficou de quatro e ele concluiu que não tínhamos mais motivos para parar o que estávamos dispostos a fazer, esquecendo completamente os pudores e que estava prestes a comer a prápria filha, e além da minha permissão eu estava presente.
- Vocês têm camisinha?
- Não tem problema pai, eu sei que o Sr não tem qualquer tipo de doença.
Foi por trás dela e sem demora posicionou a rola na entrada da xoxota.
- Coloque devagar porque quero me deliciar com esta rola.
Ele atendeu o seu pedido e foi entrando devagar e achei que era hora de começar a participar da festa. Fiquei na frente dela e ofereci a minha rola para chupar o que ela adorou. Quando ele avisou que iria gozar ameaçou de tirar a rola e como estava segurando ela pela cintura ela segurou em suas mãos.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


fudendo pra valer com tubo de gel no rabomulher do gelou grande fudedocontos eroticos dominou toda a minha familiacontos pornos comi sogra mamae tia irma onibus lotadocontos eroticos gay ele bem novinho ja usava calcinha e dormia de camisolacontos eróticos com fotos de menininhas safadasconto erotico carona com o sobrinhocontos eroticos do de mamar para o filho da namoradacontos eroticos perdendo avirgindade encesto compadreconto irmã peladinha dentro de casavisinhalesbicadando bobeira de baby doll em dentro de casacontos eroticos adoro velhoscontos eroticos cuidando da minhas sobrinhas e suas amiguinhascontos eróticos devemos dividir o mesmo quarto com um casal de amigoestupro de casada porno relatosexo contos eu e meu filho adotivo fizemos sexoConto erotivo estupro veridicover contos eroticos de empresarios comendo o cu de empregadodar conto heterocontos eroticos adoro ver ele dando leite pro meu negaoContos eroticos- meu pai me xingando no sexocontos eroticos comi o o amigo do meu filhocontos dei p meu irmaoConto comi esposa do meu irmao e gozei dentroContos eróticos de lésbicas transando na casa da amiga de muitos anosconto erótico Amor proibido!!!! Amor Materno!!! priminho tesudinhocontos eróticos escravo da professoracontos cris super dotadoContos erotico dois policial dotadu fudel minha esposacontos eroticos mamãe apanhandoconto erotico comendo a massatorepeutatirei o c******** da minha enteada Camilaconto assaltantes fodem a casada no assaltofotos de mulhris de busetas aregaladasContos incesto novinha calcinhajaponesinha novinha foi da pro negao se arrependeuVirgenzinha contosEdna A tia da minha esposa contos eroticoscontos eroticos eu minha familiacontos minha cunhada de shortinhos bem curtinhocontos eroticos minha mae e uma safada e meu pai um corno liberalele veio com o pau na minha bunda no tremcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentelesbica dopando a amigafantasiarnrnhttp:www.swingbrasileiro.com.bralbum.phpcontos eroticos alisando a esposa do meu amigocontos eroticos estupradacontos eroticos arrombando a gordamulher escanxa no cachorro e goza gostosocontos eroticos arrombando a gordaconto erótico chupada do nada escondida mel sugar babarcurra gordinha contocontos eroticos envangelica marido e pai roubaram o chefecorno viado contosmedica ver garoto pelado e assusta/contoseroticosBuceta virgem contoscontos comi a mulher do amigo bebadaContos eroticos empregada humilha a patroaContos esposa putacontos eróticos de novinha dando para garanhãocomi e ela nao aguentoucontos eróticos disneylandiaSarado tesao mexendo movimentoeu trinquei o meu pau na mão dela contos eróticoscontos safadezas com a tia casada inrrustidaContos eróticos fedorentaContos d mulheres violadas por flanelinhascontos eroticos pastormarido dormiu eu me depilei toda contoscontoseroticos comeu a namorada de calcinha fio dentalContos: namorada safadacontos eroticos de pai se faz de durmino pta faz sexo com filha novinhaEu e minha sobrinha de 19 anos de idade no motel conto eroticocontos eroticos de padrinhos e afilhadas que engravidamMinha irma tarada conto