Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VENDEDORAS EM APUROS

Olá, me chamo Bianca, tenho olhos castanho claro, cabelo liso e corpo volumoso e vou relatar uma experiência que eu jamais acreditei que aconteceria. Moro em Recife e trabalho com revenda de material de escritário. Sou noiva e trabalho com uma amiga chamada Natali, morena, alta e de bunda arrebitada, que cresceu comigo e tenho como uma irmã. Nás somos moças comportadas e trabalhadeiras que caímos numa tentação e nos mudou pro resto da vida.rnEsse conto se inicia quando dois estagiários, Pedro e Júlio começaram a trabalhar conosco. Apás o período de estranheza, a amizade entre nás 4 ficou muito boa e respeitosa, embora meu namorado, Guto e o de Natali Diego não gostarem tantos dos novos estagiários. rnMoramos em Recife e nossa empresa nos enviou para fechar um contrato com uma fábrica de cadeiras no interior. Até aí tudo bem mas o fácil é que como agora tinham estagiários e agente apenas cuidaria da parte de papelada e os meninos da apresentação. rnChegado o dia da viagem, nossos namorados disseram que nos levariam mas com o problema no carro do namorado de Natali eles não puderam nos levar então tivemos de ir com os estagiários mesmo. Apás muita confusão pois eles não aceitavam as namoradas viajando com estranhos. rnDiego brigou muito com Natali que chorou bastante na ida para o interior mas não podíamos perder o foco da apresentação pois a comissão era bem vantajosa para nás. A apresentação correu bem mas eu notei que Pedro ficava muito perto de Natali talvez para dar apoio a ela inclusive dando um papel pra ela que não perguntei o que era.rnAo terminar a apresentação marcamos de jantar num barzinho para irmos dormir no hotel e depois voltarmos mais cedo possível, já que era o trato com nossos namorados. rnChegando no hotel, Natali discutiu novamente com Diego e voltou a chorar. Ligamos para Pedro e Julio e perguntamos se seria possível viajarmos na mesma noite, mas os tinham bebido um pouco e era arriscado. Perguntaram o porque da mudança de planos e explicamos que Natali estava sofrendo pressão do namorado. Antes de voltarmos pro nosso quarto, Pedro perguntou a Natali: ?você já decidiu??. rnAo chegar no quarto eu perguntei e ele afirmou que Pedro teria pedido para ficar com ela e Julio estaria interessado em mim. Fiquei com as pernas bambas e sem saber o que dizer mas disse que era loucura. Ela foi ao banheiro e ao voltar disse: ?decidi já?. Eu disse muito bem, tem de ter respeito. 5 minutos depois a porta bate e quando vou atender, vejo Julio e Pedro segurando cerveja e sorrindo. Eu não queria abrir a porta mas Natali abriu e já foi dando um beijo em Pedro e olhou pra mim sorrindo: ?fica aqui e morre aqui?. Eu não sabia o que fazer, fiquei parada vendo minha amiga que jurava ser mais santa que eu beijando loucamente um amigo que conheceu a menos de 2 meses. A pior parte foi perceber que Julio veio para perto de mim e me deu um beijo de mesmo tamanho. rnEu tentei relutar mas Natali afirmou que depois que Diego descobrisse, talvez contasse a Guto e nossas vidas estaria acabadas. Era melhor aproveitar enquanto tínhamos a chance. Resolvi entrar na brincadeira mas jurei pra mim mesma que não iria dar. rnFicamos de amassos e beijinhos e de repente sinto o pênis de Julio na minha mão e ele dizendo no meu ouvido: ?pega Bibi, deixa de besteira? . Na hora não sei se foi o clima ou de ver Natali já com Pedro sobre ela tirando um sarro e roupa mas eu pensei, que besteira. E na base do instinto comecei a tocar uma para Julio e me lembro de ver Natali sorrir e dizer ?eu sabia?. Começamos a tirar a rouba e quando minha blusinha saiu de minha cabeça vejo Natali com um cacete muito grande enfiado na boca. rnIsso me deu um tesao muito grande e comecei a descer para chupar o pênis de Julio. Comecei a chupar aquela cabeçona vermelha cheia de veia e com cheiro diferente do meu Gutinho, agora corno, e notei que ele me levava para o sofá. Me sentei e fiquei apreciando Julio me chupar com uma língua grande e rápida enquanto apertava meus bicos duros e me chamava de ?putinha?. Era a primeira vez que ouvia isso e levei tempo para acostumar. Quando olhei para a frente Pedro já tinha tirado a roupa de Natali e começava a penetrar. So que não parecia ter fim e Natali solta um gritinho: ?ai caramba, ta doendo?, aí Pedro diz: ?cala a boca safada, cachorra?. Quando dei por mim Julio começou a socar em mim sem pena igualmente a Pedro em Natali. Isso era um pesadelo ou sonho? 2 garotas do interior sendo comidas como putas por caras legais e uma sendo cumplice da outra. Julio pediu para irmos pra cama mas mesmo sendo de casal com Natali do lado eu estava com vergonha. rnPela primeira vez obedeci a um homem porque ele me bateu, levei um tapa na bunda e ainda tive de ir engatinhando. Quando cheguei na beira da cama, Natali tomou um susto e começou a rir. Ficamos lado a lado sendo fodidas até que nos viraram de 4 e começaram a nos comer de novo. Eu não queria mas já não aguentava mais segurar o gozo e num momento de fraqueza comecei a gemer e gritar. Gozei de 4 pela primeira vez. Mas ele não havia gozado ainda e me puxou pelo cabelo e mandou chupar até gozar. Foi um copo de gozo na minha cara e boca com o som do sorriso de Natali e gemidos de Julio. Me senti a maior puta de todas mas o melhor estava por vir. Comecei a assistir Natali sendo comida com força e sem querer soltei um: ?que massa?. Pedro e Julio olharam pra mim e em seguida se olharam. Natali avisou que ia gozar e começou a arranhar as costas de Pedro que com raiva começou a socar com mais forca arrancando mais orgasmo dela. Natali virou pro lado e ficou gemendo baixinho e com a mão no meio das pernas mas Pedro não tinha gozado ainda, puxou ela pelo cabelo e levou um tapa, então subiu em cima dela e começou a tocar uma e depois mandou ela chupar e disse: ?engole ate todas as gotas?. Assustada e talvez muito excitada, Natali fez um lindo boquete Pedro com uma mão a masturbava. rnTodos haviam gozado e ficamos agarradinhos na cama como namorados mas eu não conseguia dormir pensando na besteira que tinha feito. Resolvi tomar banho e entrei no banheiro fui tomar banho. Depois entrou Julio com a desculpa de urinar e eu tentei barrar mas deixei. Depois pediu para lavar as costas dele que não conseguiu e quando eu abri o box ele já me deu um beijo, pronto, sabia que ia ter de novo. Me apoiei na parede e deixei ele começar a me penetrar sem nenhum respeito. Me chamando de cachorra e tudo mais. Ele me virou e começou a me segurar pelos bracos como apoio, eu estava nos ares sentindo o pênis dele ir até o fundo me completando. Quando eu estava perto de gozar senti uma voz estranha dizer: ?que massa?. Era Pedro que entrava no box e cochichava alguma coisa no ouvido de Julio. Quando perguntei o que foi ele disse,: ?ainda acha massa??rnEu disse: ?sim? nem sei pq disse isso mas Pedro segurou minha boca e socou sem pena o pênis nela com forca. Eu estava sendo esculachada por 2 caras e Natali não ouvia. Os me mandaram ficar de joelho e gozaram na minha boca e rosto, confesso que achei a experiência incrível e diferente de tudo. Eles saíram do banheiro e foram atrás de Natali que estava dormindo... mas isso é historia para outro conto. rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico dominando mãe e filhasou viciada no pau grande e grosso do meu cachorroContos de incesto quando eu era pequena era putinhameu tio tem um pau muito grossoo maravilhoso mundo das bucetas tesudas gostozissimas ufa que deliriome realizando com travesticomtos d primos d 30 cumemdo cusinho d priminhas d 15contos gay afeminadosconto erotico casada submissahistorias de transascom orgias inesqueciveiscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentegozada dentroamandacontos eróticos marido chega em casa e esposa ta dando pro cunhado e cunhada participandomeu cu ficou rasgado e sangrando contosinocênciaperdida contos eroticos gaymora Nana bem gostosa da bundona bem grandes eu dental bem deliciosa nécontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico dando pra nao passar fomecomo erotico dei para ocavalominha namorada ficando com.outro contocontos eróticos de coroas em Juiz de Foraminha tesudinhaContos eroticos seios belicadocontos de casadas liberadanovinha desmaia de tanto gosa conto eroticoesposa safada fudendo na fazenda contosmoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticosminha sogra pediu pra ver meu pintotenho maior tesão pela minha tia velha contos eróticoscasa dos contos marido pede para esposa por uma sainha bem curta e.provocacontos eroticosnegaocontos gay encoxado na baladaenrabando a boneca contos"contos eroticos" duas cunhadasContos erotico com equilina da minha patroaperdi os sentidos contos eróticosmulher faz strip antes de comecar zofiliacontos zoofilia gaycontos do seu jorge pegando uma casadinhaConto erotico amiguinhaconto eróticos zoofilia estrupei cadelaQuando ensinei a minha priminha a pegar no meu Pau contocontos eroticos carro lotadominha vizinha me provoca com ssu rabão depoids olha para traz para ver se to reparandofoda cadela mijo gostos vidio zofilacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos fui fodida feito vadia e chingada de puta pelo meu primoContos eroticos sadomasoquismos so com maridos e esposas submisasconto chantageei minha irma evangelicamulheres a mijar por cima da casste grossa do marido contos viado arrombadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos em ferias em casa de tia gostosa na piscina e marido nao vercomtos de vagabundas que gostão de fuderfiquei de 4 e ele montou socando xingandocontos erotico filha chupando o pau do pai enquanto ele dormegreludinha na praia contocontos eroticos arrombando a gordachupando com tara e gula a bucetacontos irma 45 anosContos eroticos creie um msn com nome de mulher e tirei a virgindade da minha filha novinhavoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos comi minha espetoracontoseroticocoroaseu minha sobrinha na praia contotransei com meu sobrinhoconto herotico o diretor da escola tava comendo minha filha e a maiContos eroticos c imagens v puta de meu sogro e do cunhadopica de bode contoinseseto commforcaconto lambidascontoserotico mendigo fudendo madamecontos eroticos de farmaciame mamaram muito no cine gay