Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRANSA INESQUECÍVEL

Naquele instante ela acabara por entregar-se, em cima da mesa, vi suas pernas abrirem, e sua calcinha molhada marcando sua volumosa vagina. Uma lingerie, sofisticada, sexy, com suas rendinhas e cortes de modo a realçar seus dotes. Sem perder tempo, tirei sua veste íntima e beijei sua boceta com ternura, percorri toda sua extensão com a língua, até seu anûs, que lambi sem nenhum pudor. Vi sua pele arrepiar nesse instante.rnrnPude ver aquela mulher que outrora se mostrara tão íntegra e imponente, abrir-se e derreter-se em meio as minhas lambidas cheias de excitação. Chupava seu clitáris com desejo, em resposta ela contorcia-se num movimento intenso de vai e vem, demonstrando sua enorme vontade de amor. rnChupei sua vagina até senti-la encharcada de excitação, suas pernas pressionavam minha cabeça, toda vez que sugava seu clitáris, fazia de forma rápida e descia lambendo seus grandes lábios, e introduzia minha língua rígida dentro de sua boceta, fazendo com que ela imaginasse um enorme membro penetrando suas entranhas. Minhas lambidas cheias e rápidas por cima de sua deliciosa boceta deixavam aquela mulher maravilhosa, extremamente excitada. rnQuis provar novamente seu anûs e lambi com mais intensidade dessa vez, abrindo com as mãos aquelas deliciosas e macias nádegas. Arrepiou-se novamente. Com meus cabelos entre seus dedos, pressionou minha cabeça em direção ao seu maravilhoso cuzinho.rnrnQue delícia de corpo, um metro e sessenta e oito de altura, não muito alta, mas o suficiente para atrair olhares em qualquer lugar em que passasse. Sua pele branquinha e macia contrastava com seus cabelos negros como a noite. Seios médios, duros e empinados, por detrás daquela camisa de botões, semi aberta.rnrnPuxou-me para perto de seu rosto e beijou-me. Que beijo, que desejo! Abriu o zíper de minha calça e acariciou meu pênis com força e desejo. Ao lamber minha glande, caí na real de aquilo realmente estava acontecendo. Sua língua descendo pelo corpo de meu pênis passava pela base e subia novamente. Num movimento rápido, introduziu-o por inteiro em sua boca. rnrnQue delícia, estava louco para penetrá-la, ela chupava, desgutava, deliciava-se intensamente, me levando ao delírio. Perguntei-me quantos mais ela deveria ter provado até chegar nessa perícia, demonstrava experiência, sabia o que deixava qualquer homem pirado.rnrnApesar dos anos começarem a marcar seu rosto ela era uma mulher muito charmosa e envolvente. Seus áculos quadrados apenas atiçavam a minha mente com mil e uma fantasias. Sua boca de lábios pequenos trabalhava muito bem em meu membro latejante, levando-me a beira da explosão. rnPerto do gozo não podia mais esperar. Segurei seu cabelo e puxei-a em direção à meu rosto. Beijei com vontade sua boca melada de saliva e senti o gosto de meu pau em sua língua. Ela sorriu. Num movimento rápido deitei-a sobre a mesa, levantei suas pernas e lambi deixando bastante molhada sua linda boceta. Pincelei sua vagina com meu pênis, já pedia por um membro viril e rígido para rasgá-la. Não pensei muito e penetrei-a com força.rnrnEla se contorcia conforme meu pênis ia rasgando sua linda boceta. Meti forte e rápido, e ela queria mais, e mais. Atendia a seu desejo conforme conseguia, o tesão me dominava e já estava na cara que não iria aguentar por muito tempo, ela não queria saber. Desejava meu pau bem fundo e com força e eu atendia a seu desejo. Notando que estava prestes a encharca-la com minha porra, ela tirou meu pau de sua boceta, levantou, deitou-se de bruços, e pediu que eu lambesse seu cuzinho.rnLambi com vontade, bem fundo, entrando com minha língua em seu botão. Ela já toda arrepiada, pediu para que eu comesse sua bunda. Não hesitei nem por um instante e penetrei aquele maravilhoso cuzinho. A cabeça do meu pau fora engolida por aquela bunda majestosa, de início bem devagar, para que suas pregas se adaptassem ao formato do meu pênis. Não demorou muito e eu estava metendo com força aquele cú maravilhoso. rnEla delirando de prazer chegou ao gozo, quando notei o que estava fazendo não segurei e gozei junto, enchendo o ânus de esperma. Tirei devagar de seu cu, e pude ver aquela maravilha cheia de porra. Ela sem pudor nenhum se virou e chupou meu pau com todas as forças que ainda lhe restavam. Puxei-a para cima e beijei sua boca. Minha sogra então pôde entender o que sua filha sentia todas as noites.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos esfregando a bunda da menina gordinhamulheres casadas com picudos/contos com fotoscontos eróticos de c**** a v******** de minha mulher deu para uma cunhadinhacontos eroticos minha namorada virgemcontos eróticos comendo a mulher do irmão na festa do final de anocontos de aluciando pela buceta peluda da maecontos eroticos comi minha irman de 06anoscontos comida com meu namorado na cachoeiracontos eróticos minha esposa em sabe quem enrabou elaconto erótico aninhospatroa de perna abertaContos eroticos eu e minha familiaconto ebebedei minha cunhada pra come o cu delacontos coroas terceira idadecontos erotico eu minha esposa gostosa e meu sobrinhobucetinha virgem bem pequenininho viscosao cu mais largo do mundo contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefodendo uma égua no estaleirocontos eroticos policialContos eroticos fraguei minha esposa e sua amigavvidos de muler co casoro. fudemoContos eroticos de pai engravidou a filha peitudacontos eróticos ninfeta bem novinha com 10 aninhosrelatos eroticos de casais trocando e os homens se alisandocontos eróticos da irmazinhaokinawa-ufa.rucontos. minha irma casada é minha puta escravax vidio comtos eroticos eu minha mulher e sua irmãcomeu familia toda contos eroticoscontos eroticos comi a noiva do visinhocontos sexo dividindo o casamento e a camanão aguento no cu contosContos de cornoLoirinha novinha chantageada conto eroticocoroa de 40 carentecontos eroticos negaoconto erotico o sogrocomi minha amiga crenteconto inseto mamãe eu quero te estuprar anal18oras.pornporno sujo porra na boca guspe mijos e muita porcariaConto de homem de deu para Fabiola voguelcasa dos contos eroticos/Três é demaisdei o cu pra varios homensele ficou sem as pregas do c*desde pequena iniciada em zoofiliacontos eróticos lesbicas dominando esposas heterocontos vizinha dona de casa tetuda caidacontos eroticos come minha buceta priminhocontos eroticosfudendo bucetinhas de dez anosconto mae gostosa de biquinecontos eróticos sobre sobrinhabucetudacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos de casadas evangelicas vagabundas dando tudo por tesãocontos de zoofilia sobre eguas e jumentascontos sobre safadas na academiaContos eroticos ana paula pagando conta cartonsex familiaconto erotíco fui sedusida nova e gosteidilataram minha buceta contosconto com teens fudrndo as duas sobrinhas de dez e doze anosZoofilia contos menininha chega do colégio animaisgenro faz sogra gozar contosDeixando a novinha laceadabuceta praia toninhas conto eroticos comendo a irma de perna quebradaconto calcinha da maecontos eroticos fui comida igual puta e chingadacontos eroticos arrombando a gordatransei com minha filha contos eróticosContos de novinho chupando kct de caminhoneirocomtus erroticu mulhe casada foi faser carinho no seu cachorroconto erotico da mulher de nome cris que gosta de varios cacetes e fez festa pra comemorar o casamentoMinha esposa no rancho com outrocontoerotico guria patricinha com menino pobreMeu cuzinho contosrealizei meu sonho comi minha tia perdi a virgindade conto eroticonossa minha mae bu comer xvsou cadela pratico zoofiliaContos eróticos malíciasou coroa loira e resolvi dar o cu com 53 anosnegra atola a rola e ela da pidocontos como dopar marido