Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PRESENTE DE ANIVERSÁRIO

O que vou narrar agora é a mais pura realidade do que me aconteceu na noite do meu aniversário. Meu nome é ...., sou casada a 20 anos com .....( casaljf), sempre saímos em busca de aventuras, e pode crer, das que fizemos, muitas dariam contos deliciosos. Nunca quisemos escrever, mas a do meu presente de aniversário tem que ficar registrado. Foi demais.rnTrabalhamos com jovens em nosso bairro (Igreja). Um belo dia quando estava cuidando da encenação de uma peça me deparei com um dos atores trocando de roupa, trata-se de Júnior, garoto alto, de cor jambo, corpo bonito, na época tinha 19 anos, ele usava uma sunga branca, não resisti em observar o volume em sua sunga, fiquei louca com o que vi. Quando transava com Roberto, falei da sena com o Junior (fazemos sempre isso, para apimentar a transa) e assim ficamos, sempre que lembrava e falava davamos altas gozadas imaginando Junior tirando aquela sunga e me possuindo. (Roberto adora assistir um pouco pra depois participar).rnUns seis meses depois do ocorrido na peça houve uma maior aproximação do Junior com o Roberto, os dois passaram a conversar mais, e sempre que Roberto podia, tocava no assunto do dia em que vi Junior de sunga insinuando uma transa com ele. Nunca tinhamos nos relacionado com ninguém do mesmo bairro que o nosso, temos muito medo de ficar falados, sempre fiz questão de deixar bem claro para Roberto, ?práximo daqui de casa não? não adiantou, o Roberto estava realmente decidido a colocar o Junior em nossa transa, chegando inclusive a me avisar que estava preparando o terreno, apesar dos 19 anos de idade, acreditava que Junior iria nos preservar, quando ele chegava perto de mim no grupo de jovens que coordenamos e me tocava eu gelava. Em nossas transas fantasiosas passamos a falar cada vez mais em Junior, seus gestos, sua fala, seu jeito carinhoso atencioso para comigo eram prato cheio para Roberto falar-me no ouvido ?vamos buscar Junior, vamos??.rnUm dia antes do meu aniversário, Roberto me liga do trabalho avisando que tinha reservado um suite em um motel para comemoramos nás dois, eu falei que seria no dia seguinte e ele disse que queria comemorar comigo a partir da meia noite. Relutei em fazer essa programação, não adiantou, já tinha até combinado com nossos vizinhos para ficarem com nossos filhos. As 22 horas, Roberto me colocou no carro e saímos em direção ao motel, de repente ele entrou no terminal de ônibus do Aeroporto, parou, a porta de traz do carro se abriu e fui surpreendida com a entrada de Junior no carro, perguntei ?o que é isso Roberto?? e ele me respondeu: é seu presente de aniversário, fiquei gelada e revoltada ao mesmo tempo pois não admitia a presença de uma pessoa tão práxima em nossa transa. A sorte estava lançada, chegamos ao motel e Junior foi logo tomar banho, depois foi Roberto e eu. A suite do motel tinha dois andares e Roberto tratou logo de abrir cerveja para tomarmos, ligou a TV em canal de sexo e Junior olhando tudo, se admirando pois era sua primeira vez em um motel. Roberto ficou de cueca, fiquei percebendo seus sinais para Junior tomar atitude sobre mim e Junior nada, ficamos nesse lenga, lenga uma meia hora, foi quando Roberto subiu para o primeiro andar e nos deixou. Junior do meu lado, ficou olhando o filme na tv e eu me perguntando: e aí ? foi quando Júnior pegou sua grande mão, segurou na minha e levou até o encontro de sua mala, e posso falar com toda propriedade: que mala! Era enorme aquilo que segurava, estava muito dura, fiquei alisando até que ele tirou a bermuda e ficou novamente com aquela sunga branca da peça, quando botou rola pra fora fiquei pasma com o que estava na minha frente, era a vara mais linda que já tinha visto, grande, grossa, retinha e com uma cabeça bem rosadinha, acreditem, já saímos com muitos caras, mas aquela era com certeza a melhor rola que já tinha pego.rnEle me abraçou dando-me um beijo delicioso, o pircieng que tem na língua foi um atrativo a mais, não titubiei, abaixei na frente dele, peguei aquela vara e comecei a chupar, ele queria que eu engolisse a vara dele toda, mas era impossível, minha boca sá alcançava uma pequena parte do seu grande e delicioso membro, me engasguei varias vezes com ele empurrando minha cabeça contra seu corpo, tive até que dar-lhe uma palmada para ele parar, a essa altura, Roberto já estava assistindo a tudo e se masturbando, chamei-o para perto e mostrei o presente que ele me deu, percebi sua cara de surpresa e admiração ele disse: que coisa mais linda. Junior me pegou e jogou no sofá, tirando toda minha roupa, me beijando, acariciando, descendo até alcançar minha vagina que latejava de tando tesão, ele me chupou muito, metendo seus enormes dedos na minha boceta, era alucinante como ele metia os dedos em mim, com uma força que cheguei e gozar, pedi para lhe chupar novamente e quando dei por mim estava com as duas picas duríssimas na minha boca, claro, não cabia as duas enquanto eu chupava uma a outra me batia na cara. Roberto, nesse momento, me possuiu, meteu sua varona em mim, enquanto eu chupava Junior. Percebi o olhar de Roberto para a vara de Junior, e lhe ofereci, ele no começo resistiu, mas não aguentou e também meteu a boca naquela vara, ficamos os dois nos deliciando naquele brinquedo gostoso, nessa brincadeira eu e Roberto gozamos juntos. Roberto saiu para se lavar, foi quando Junior pediu para foder meu cuzinho, recusei, era muito grande, mas ele disse-me que era seu sonho foder um cú de uma mulher, nunca tinha feito aquilo e estava louco para fazer. Lembrei que carregava um creme que tinha comprado para usar com Roberto, peguei o creme e falei para Roberto: ele quer me enrabar, Roberto arregalou os olhos e perguntou: você vai aguentar? Fazer o que né? Junior tinha uma sonho e não podia decepciona-lo, passei o creme em seu membro, ele me jogou no sofá e começou a tentar enfiar aquela vara em meu cuzinho sem sucesso, foi ai que Roberto pediu para ajudar, ele me colocou de quatro e mandou o Junior colocar primeiro o dedo pois ele seria o guia da rola, coisa que Junior seguiu a risca enfiando aquela vara enorme me minha bunda, nunca tinha deixado ninguém, a não ser Roberto, meter em meu traseiro, doeu muito, mas e medida que Junior metia meu tesão aumentava, a dor se transformou em uma enloquecedoura transa, quando Junior percebeu que eu já acostumara com sua vara em minha bunda, puxou-me para cima dele, pegando no meu quadril levantando-me e jogando-me em cima da vara, estava sentada no colo dele cavalgando em sua rola, foi delicioso.rnDepois de termos gozado muito, Roberto olhou pro relágio e viu que chegara a hora de comemorar, já estava tudo preparado para três, ele cuidou de tudo, abrimos um vinho, brindamos meu aniversário e fomos tomar uma hidromassagem indo depois para a cama, onde começou o segundo tempo da minha festinha. Transamos muito, cavalguei muito naquela vara maravilhosa, Junior e Roberto meteram em mim em todas as posições que suas imaginação mandaram, fizeram uma dupla penetração que meu deixou louca.rnFoi com certeza o meu melhor presente de aniversário. Estamos ensinando o Junior a fazer um casal gozar na cama, ele ainda é muito novo, 19 anos, e quer aprender tudo, depois daquela noite que teve conosco nunca mais iria deixar de transar com casais, foi a melhor coisa que lhe aconteceu na vida.rnContinuamos nos vendo todos os dias, em casa, na Igreja, nos ensaios e Junior até agora nunca mudou. É como se nada estivesse acontecido.rnE ESTAMOS NO SITE: http:swingbrasileiro.com.bralbum.php?id=7800rnrnO Nosso TWITTER é http:twitter.comcasalriojf

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


minha sobrinha me chupou enquanto eu dormiasogra loira novinha chupa maridos EugênioContos eroticos bebezinha leite tetas puta incestocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentenovinha deixou lamber sua xana contos heroticosComtos casadas fodidas pelo patraocontos eroticos arrombando a gordadesvirginando a clarinha contostravesti FrancielleContos eroticos namorada e tioContos quero goza muito na minha filha quando ela nascecontos eroticos troca de casal pica ggconto erotico orgias okinawa.ufa.rucontos vendo minha prima sendo fodida pelo namorado acabei dando tambe betinhaou porn contos mãe traindo com um negrocontos filhinha brincando com a picacontos transex mobilecontos eroticos calcinhas usadas da mulher do amigoContos eroticos eu e minha familiahttp://okinawa-ufa.ru/conto_1767_putinha-desde-novinha---esfolada-e-sacaneada-por-h.htmlvidios novinhas dos mamilps diros pontudoso comedor do casal contocontos eróticos Vanessacontos gays transei com meu amigodei tanto minhA buceta no carnaVaL q to toda ardidanegra atola a rola e ela da pidocontos eroticos arrombando a gordanegão comendo uma mulher tão Branca tão Branca dobrada fazendo sexoconto ela apostou o cuzinho e perdeucontos sobre safadas na academiacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteacustumada desde pequena na rola grossa mais a pica dele e muito grande e grossaconto erotico mamando nos peitos cheio de maninha"klaudia kolmogorov"contos eróticos bem apimentado de depravadocontos eroticos arrombando a gordasentando na rola do meu pai contos. eróticoseu corno de putacontos eroticos sou uma coroa safada adoro pica de adolecentecontos eróticos negão sou o cu da minha mulhercontos eroticos meu cunhado lambuzou a minha cara de porracontos velha casada fudendosogro engoxada no honibus condos erotigosArregassando a bucetinha de uma virgem enquanto ela chupa o.pau do outro  Marilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalha. Ambas traziam nos corpos as marcas feitas pela outra em combates violentos e sangrentos. Marilia vestia tão somente uma minúscula tanga branca fio dental. Juliana uma  ver uma mulhervelha arreganhando a priquita com os dedoscontos porno casadas o negrinho safadocontos de aluciando pela buceta peluda da maecontos eroticos possuida por uma estranha gostosacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos dormindo incestoMinha mulher gosta de mostra a buceta pros meus amigos ai eles comem Ela contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos creme para a bocacontos eroticos, meu sogro come minha esposaContos sexo com pai da amiga e engravideiconto erotico comendo crente fielContos heroticos de mulher que soltou um pum na hora que tranzavaContos eróticos Gay de comi o amigo do meu filhocontos eroticos surpreendeu a esposaarregaçando, chorando e gozou contosrelatos de esposas de cornos mansosnovinha andando so de calcinha pensando que estava sozinhaconto erotico sou uma coroa gosto de novinhoconto erotico funkcontos eroticos arrombando a gordame fode jb. contoscomi minha tia conto realistacontos enrabando meu maridofoda cadela mijo gostos vidio zofilacontos eroticos da minha tia amadorascontos eróticos de gays novinhos bonitos loiras namorado com muitos beijos narasguei a camisinha sem ela perce er e gozei dentro/contosTransei Com Minha PrimaNAmorada ponha o cinto de castidade no namorado pornomarido libera esposa para pagar o aluguel contoconto eRotico os piralhoS m comeraoComtos eroticos dei pro tio jorge com pau minusculocontos de coroa com novinho  Minha vontade era de explodir de tesão quando ela me perguntou isso. Mas me controlei e falei só que sim, que pensava muito nela!! Aí foi meio automático, a gente já estava bem próxima mesmo. Ela se aproximou, eu me aproximei. Não sei bem quem tomou a iniciativa, mas o nosso primeiro beijo rolou ali mesmo. Foi maravilhoso. A lí  comendo a coroa de 80 anos virgem contos