Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA CHEFE E FUI SURPREENDIDO

Quando vim fazer entrevista com a diretora da empresa, no primeiro momento que ela me olhou, já olhou diferente, nem tentou disfarçar, me olhou de cima embaixo, me olhou demoradamente ao ponto de eu ficar sem jeito, afinal era minha entrevistadora, para um bom cargo em uma grande empresa.rnrnPois bem, eu claro, além de surpreso, fiquei no mesmo momento excitado com a situação, ela é uma linda mulher, 39 anos, loira, alta, com salto fica maior que eu, que tenho 1,90, magra, porém com bumbum empinado, seios durinhos, firmes, corpo de mulher que se cuida muito, além de bonita e muito bem resolvida no que diz respeito a profissão e dinheiro. Neste dia, ela estava vestida com uma calça de linho bem colada e branca e com uma blusinha com um leve decote, a entrevista durou quase 02 horas, teve um momento que ela se levantou para pegar alguma pasta em seu armário, onde estava algo sobre o que conversávamos, a pasta estava bem no alto no armário dela e este armário estava bem do lado onde eu estava sentado, então ela se aproximou abriu o armário e quando foi pegar a pasta empinou o bumbum bem na direção do meu rosto, eu fiquei meio confuso com a situação, mas dei uma olhada de leve e pude perceber que estava com uma calcinha de renda bem pequena que marcava o bumbum empinado dela, apás isso e todas as entrevistas e outros processos, fui contratado para trabalhar com aquela gostosa e daquele dia em diante, sonhava todas as noites estar comendo ela, mas o inicio foi difícil, não tive mais tanto contato com ela e nenhum contato mais a sás e com porta fechada, além disso discutimos duas vezes por discordar de uma situação, e também ambos viajávamos, nunca juntos e nem para o mesmo lugar e já estava desencanando dela.rnrnHavia no escritário também a secretária da diretora, a Mirela, muito gostosa, uma loira, 1,65 + ou -, cinturinha fina, uma bunda gigantesca e linda, pois ela tem cinturinha bem fininha e é magra, 35 anos e casada, eu era louco por ela e tínhamos afinidades, brincávamos bastante, almoçávamos juntos e tínhamos intimidade para falar sacanagem um com o outro, ela sabia que eu era louco pra comer a diretora e ela também mas ela falava que era fiel, estava fazia 03 anos casada e decidiu que nunca trairia o marido, pois já fez muita sacanagem até casar, mas eu não desistia e sempre atiçava ela contando as sacanagens que fazia com outras mulheres e enchendo ela de elogios, ela me elogiava sempre, falava que eu era homem para parar o trânsito, que se não fosse casada ia se jogar em meus braços, mas que era decidida a não trair seu marido por nada, pois ele (marido), era muito bom para ela e fiel.rnrnEu, tenho 28 anos, 1,90 de altura, 85 kgs, faço academia então sempre em forma, uso barba, tenho olhos claros, sou bonito mesmo e nunca tive dificuldade em atrair mulheres por mais lindas que fossem e me acostumei a sempre ser elogiado e desejado por mulheres, pois bem, quanto aos acontecimentos, passaram cerca de 05 meses desde a entrevista, ocorre que certo dia houve um happy hour da empresa a Mirela (secretária) também iria e para minha grata surpresa ao chegar no local estava a diretora gostosa a Ana, algo que nunca tinha acontecido até então em outros happy hours, estava vestida de mini-saia, também inédito porque nem de saia ou vestido ela ia ao trabalho, somente de calça, era uma mina saia preta e uma blusinha cor de rosa com um decote atraente, usava também um salto muito alto vermelho e batom também vermelho, ela era separada havia 02 anos, quando cheguei e a cumprimentei ela me olhou bem nos olhos, como da outra vez, fez questão de ficar em pé para me cumprimentar e encostou seus peitos em mim enquanto me dava um beijo no rosto de comprimento, estava muito cheirosa e percebi na hora que me tratava diferente dos outros, eu estava com a roupa do escritário ainda, de terno e gravata mas como sempre bem perfumado, porque perfume nunca falta no meu carro. Sentei em outra mesa, longe da Ana, pois não havia mais lugar, mas ao lado da Mirela, trocava olhares constantes com a Ana, mas ela é muito discreta, com certeza poucos (ou ninguém) notava, percebi que naquele dia comeria ela, como a Mirela (secretária), sempre dizia que eu jamais comeria a diretora porque ela é uma pessoa muito séria, com muitas relações importantes e tal eu fiz uma aposta com ela naquela noite, peguei um guardanapo e escrevi: MIRELA, APOSTA COMIGO QUE EU COMO A ANA HOJE?rnrnA Mirela prontamente pegou a caneta da minha mão e escreveu: SIM, APOSTO QUALQUER COISA.rnrnEu respondi: OK, EU QUERO A SUA BUNDINHA.rnrnComo eu estava do lado dela, posicionei minha mão atrás dela, bem na entrada da bundona dela e fiquei esfregando os dedos ali enquanto ela lia e sentindo sá o fiozinho da calcinha dela que já me deixou louco e com o pau muito duro, fazendo um grande volume na calça, ela que estava vestida com uma calça bem colada e de fio dental (como sempre), deu uma gargalhada quando leu, que chamou a atenção de todos, fizemos de conta que era uma piada qualquer e pronto, e então a Mirela me respondeu: OK, MAS E SE VC PERDER VAI TER QUE COMER A SÔNIA.rnrnSônia era uma encarregada de outro setor, uns 40 anos, gorda, muito feia, solteirona e horrível, sempre estressada e era grossa com todo mundo, menos comigo, vivia me dando cantadas e tal e a Mirela sempre tirava sarro disso e falava que qualquer dia a Sônia iria abusar de mim. Pois bem, dei uma gargalhada também com a resposta dela e respondi: COMBINADO E VAI SER SEM MANTEIGA. coloquei o guardanapo em cima do meu pau que estava muito duro ainda por dentro da calça e virei para ela e falei para ela pegar a resposta.rnrnPara minha surpresa ela encheu a mão no meu pau, pegou com vontade o guardanapo e meu pau e ainda me olhou com cara de safada.rnrnAH! Percebi que era o dia.rnrnVou interromper agora o conto, amanhã continuo, pois essa histária vai longe ainda...rnrnaté amanhã.rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Comtos pai fodemdo filha e amigas delacontos eróticos miha mulhere fica masturbando vendo travestiPorn contos eroticos escrava gangbang humilhadacontos eroticos filho da minha vizinha amante maravilhosocontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos tatuagem da esposacontos eroticos a talaricasarrando a tia de saia curtinha contocontos de conchinha com a irmacache:Ivt619KDxEcJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_4_7_incesto.html contos eróticos comi a bundinha da mulher do meu amigo com ele dormindo realmensagemquenteseu minha mulher e meu sogro contoscontos eróticos mulheres vadiastrveco deicha o cu do mrmanjo escorrendo Leite contos fui cornocontos eroticos minha filha de fio dentalcomia meu cu quando era pequeno e hoje come tambem minha esposa casa dos contoscontos adoro. tomar no cuzaoconto erotico na orgia com sogrocontos eroticos porno submissacontos eroticos arrombando a gordachaves comendo o cu de chiquinha no banheirovideos de novinhas com o chorti gosadinho atrascontos eróticos de cunhadas e subrinhascontos de velhas dos seios bicudocoroas defloração relatoContos eroticos de pai e filhinha pesadosconto mingau. de porraContos eroticos de incesto familia incetuosa em um gang bang no sitiomulher fazebdo conids dr shortinho e marido psu duroconto nunca pensei que iriamos numa praia de nudismocontos enteado gordo rabudoMendigos se madturbando altocontos eroticos minha namorada virgemcasada dando o cu no bairro de na casa do ferantemamilo vazando contoscontos verdadeiro aventura das melheres com mendigos roludoscontos erotico novinhas inocenteO velho asqueroso quebrou meu cabaço e eu gozeicontos eróticos sobre filha bucetudacagando na cara contocontos eroticos orgia com velhosfilhinha de papai tirando a camisola e fica nuaver menina mostrando ofundo da causinha porquequemeu filho contos eroticos incestoContos eróticos estreiando á xaninhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos trai com consentimento do meu maridoMeu nome é Luiza, tenho 26 anos, 1,70 mconto eroticos gay comi o cuContos quero goza muito na minha filha quando ela nascecontos bi fui espia meu tio fuder minha tia e dei pro titio com minha tia assistindoconto amiga cabacinho da minha irmacomi a familia toda contos eróticosmeu tio safado gosta de mim ver de vestidinho curto pornoporno mamei tanto o peitinho q inchouReparei maquina de lavar para minha tia conto erodicocomendo minha sogra ruiva de 52 anos coroa mais gostosa do brasilGozei no pau do meu irmão dormindo contosConto erotico dei pro meu papai e tioa gostosa d aobrinha pertubando o tio kovem no quarto cheio d teaaocontos fiquei de mal e transei com meu sogrocontos incesto comendo minha Irma no parque.contos eroticos eu minha mulher e um travestiscontos eroticos fodi minhas enteada gemeasdei,dou,e sempre darei a buceta em contoscontos eroticos coroa velhocasadas baxias di calsias na zoofiliacontos heroticos gay meu padrinho de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos horoticos verdadeiras pelotasconto+fui+arebentada+negro+meu+maido+adorouContos eroticos A reforma Viciada em sexocontos porno rasguei o cu da mamae com ajuda do papainao acreito que minha sogra me chupou contoaprovando a tia na rola i goza na bucetinhacontos fui banha no rio e minha tia foi atrazcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos adolecente traindovideo de travesti tirando a virgindade e fazendo elas gozorcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteme larga lençou bom diaContos eroticos(colei velcro com a vizinha e gostei)contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos travesti que sai leite dos peitoscontos eroticos dando pro camioneirocontos eroticos arrombando a gordapegando hetero casado conto gayConto de putinha que adora ser cadela de muitos machosdeu o boyzinho da minha sala contos eróticosconto erotico mae se bronzeando a bunda pediu p filho passar bronseador no rabocontoseroticos primo transou com a prima e ela ficou gravidapornô grátis boa f***.com só contos preta peituda transando com genro