Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ASSIM NASCE UMA DOMINATRIX PARTE I

Há muito tempo eu o procurava....rnO Submisso! Aquele que faria todas as minhas vontades, desejos e fantasias mais secretas...rnSeu nome como sempre caros leitores tem a inicial M, não sei porque essa letra me persegue!Mas enfim, eis mais uma aventura real que vos conto.rnO inicio: rnM, o Submisso é casado, tem 45 anos, estrangeiro, alto com 1,80 de altura, quase 100kg. Cabelos negros, branco porte atlético, embora a única coisa que denuncia sua idade são poucas linhas de expressão no rosto.rnEu, a Manu, sou morena, 36 anos, tamanho GG, 1,70 de altura, cabelos encaracolados, 90kg e muita fartura, para poucos homens que não tem medo de encarar uma autêntica mulher plus size.Na minha terra temos até apelido: Mulher Paquetão!! RssssrnComo sempre nos dias de hoje, conhecemos nossos pares na internet, eu o conheci assim; Quando o adicionei no bate papo, não imaginava nem de longe, que seria aquele quem eu sempre desejei, mas nunca havia encontrado.rnEle dizia que queria ser dominado, humilhado, espancado, mas como era casado, a primeira coisa que veio a minha mente em nossas conversas diárias era: rnComo eu faria para não marcá-lo?Como deixá-lo louco de tesão, se não podia sequer unhá-lo, mordê-lo, até mesmo espancá-lo?rnA curiosidade em M, começou a nascer. O ser humano para tudo tem o seu jeito, e o comandante de tudo se chama tesão!Nosso primeiro encontro foi num motel práximo ao meu trabalho, meio dark confesso, luzes escuras, motel de 5ª sendo sincera, mas o que estava para acontecer superava em tudo o conjunto desolador. Aquele muquifo, seria o palco de umas das melhores gozadas da minha vida.rnTomamos banho, aqui em Fortaleza o calor é muito forte, mesmo quase anoitecendo, ar condicionado não da vencimento.Ele conversava pouco, meio tímido, arranhando um sotaque forte o português.rnO beijei, não quis conversar muito, e o derrubei logo na cama. Pisei na sua cara, apertando contra o travasseiro, passava os pés em seu peito com força, como se fosse amassá-lo.Coloquei o pé em sua boca e mandei sugar com força. Isso cachorrinho, lambe o pezinho da sua dona, vai!Pulei em seu pescoço prendendo com os joelhos seus braços e antebraços, sou grandona, sá de perna é mais de metro, então foi fácil dominá-lo pelo pescoço,sufocando com minha xana bem na sua cara.Ele ficou surpreso,imobilizado, então eu mandei cheirar minha calcinha e enfiar a cara nela com gosto.Puxava seus cabelos de encontro a xana e ele sufocando, pegando ar e não conseguia, ficando vermelho, mas isso me excitava, eu já estava louca de tesão, conseguir dominar fisicamente um homem já tinha sido minha primeira conquista.rnEntão você quer ser humilhado? Cachorro!! Agora você tem uma dona, vai fazer tudo que eu mandar direitinho, senão não goza entendeu?Ele sá concordava e pegava mais ar, estava muito vermelho, saí de cima dele e comecei a beijá-lo- e cuspi-lo, lambendo nossa salivas, xingando de puto, cachorro, mordi sua língua de leve, ele suspirava e gemia, desci pela orelha e sussurava que ele faria tudo que eu mandasse, ele sá concordava, eu então desci pelos seus mamilos e os mordisquei de leve e fui descendo até seu pênis. Seu membro pulsava duro feito rocha, era rosado, cheiroso, e bem grande e meio grosso, não deixando a desejar em nada o pau do brasileiro.Chupei a cabeça., apertando forte a base do pênis, dei uma leve palmada nos seu ovos, foi a única hora que ele reclamou, pois ali era muito sensível, e não conformada com a resposta estapiei ele forte . Calado!! Cachorro tem que sofrer, mandei ele ficar de frango assado onde comecei a ter idéia de como batê-lo sem marcá-lo. rnAs solas dos pés...rnEu batia forte nas solas como se fosse uma palmatária humana, batia com gosto nelas e mandava ele punhetar, cada pancada, nas solas dos pés ele pedia mais. Quando vi suas feições mudando, ele tava quase gozando, não deixei, puxei seus cabelos de encontro aos meus peitos e mandei ele meu chupar meu cú. rnEle sá concordou, eu fiquei de 4 na cama ele na beirada e começou a chupar a xana e cú ao mesmo tempo, eu ficando excitada, meu ponto fraco é oral, eu quase gozando, peguei seus cabelos e puxei com força, mandando ele chupar direito, embora estivesse tudo certo, sá não queria quebrar o clima gozando rápido, mandei ele chupa devagar. Cada linguada, uma frase de xingamento : Isso cachorrinho, lambe sua dona, lambe tudinho! Fode com a língua o cuzinho e a xota. Lambe tudo seu puto!Vem cá! Cuspi na sua cara e enfiei de novo seu rosto na minha bunda cada vez mais enlouquecida de tesão!!Não aguentei e gozei na sua cara quase desfalecendo, mas como queria sentir aquela potência, não deixei a dormência de pás gozo me dominar, peguei a camisinha e coloquei nele e fui com tudo pra cima, ainda sentindo os espasmos daquele gozada no oral, pulei feito louca em seu pau, puxava seus cabelos, xingava de tudo que é nome esdrúxulo,fiquei de 4 e mandei ele meter com força, com tanto tesão de ambas as partes, ele finalmente gozou.Ficamos descansando um pouco eu já na expectativa de como seria encontrá-lo de novo, pois eu nunca tinha humilhado ninguém na vida, naquela hora senti que isso me dava prazer e queria conservar meu novo brinquedinho por perto.Combinamos novo encontro dali a 19 dias, pois a esposa iria viajar e eu poderia pegar um pouco mais pesado como meu cachorrinho favorito.Não vejo a hora disso acontecer, na práxima ele vai ver o que é bom pra tosse!!Continua.....rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos e historias de zoofilia meu cachorro mamou nos meus peitos cheios de leiteconto erotico castrado na favelacontos erodicos de cabrito macho fazendo sexo com gostosa zoolofiacontos eroticos deixando aparecer a calcinha em casa provocandocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContoe d orgias cadelinha e seu donocontos lesbic de patroas seduz secretaria para um transa lesbcontos eroticos arrombando a gordamulheres da buceta cabeluda que dar e nao aguentou a rola grosa e pedia para parar videocontos eróticos a babá do meu irmãoestuprou dormindo contoContos de zoofilia: na fazenda com 6 dogs gigantescontos eroticos sou casada peguei carona com camioneirocontos de olha que putinha tá gostando necontos eróticos puta testemunha de jeovácontos erotico liberei minha esposa para sair com outro machowww.conto gay meu primo jailsoncontos eroticos arrombando a gorda30cm conto erótico doeucontos eróticos dominado pela sograContos reais de mulher com cachorromarido da mae bolina menina contoszoofilia negao comenorme pau deixando putia loucacontos eróticos a enfermeira velhacontos de fuder avóCu esporrado.com/sadomazoquismo.contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos sou puta e insaciável por rolacontos eroticos supositorio na filhacontos eróticos vovó dando o cuFui cuidar do meu sobrinho doente e transei com ele contosconto erotico empregada negra escraviza patricinha buceta carnuda comtos de sexoMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,contos sadomasoquismo extremocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos.encochando.uma.negra.bundudacontos meu marido comeu minha mãeconto erótico de mãe e filho no ônibusdei para meu genromulher madura em casa fazendo faxina bem à vontade sem roupa ou com roupa calcinha transparentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha cunha deixou eu pega mos peito delacontos de sexo com velhos babõesconto de noiva putinha do papaihistorias eroticas de onibus lotadosgordinho do rabao contos eróticospassagem erótica eu vou a loira gostosona na f*** boachortinho q deixa as magrasgostosasrelatos eroticos veridicosContos eroticoseus.filhoscasa dos contos eroticos mae dando pro filho novinhofui errabada pelo meu avoconto real comi o cuzinho de aline bem novinhaConto as primas na roçaAprendeu a dar cu no orfanato. Contoconto erotucos eu esoosa e familia nuscontos eroticos no cinemaminha iniciação gay contoscontos eróticos comi o c* da minha cunhada na ilhaComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradominha mae adora um negao contos eroticos gratisContos eroticos selvagens brutais incestos com xingamentos surrasah e. mist traSado no chuveirocontó gratis o roceiro chupou minha bucetaContos eroticos te amo mana potranca de mini saia fodendocontos lesbico eu a mulher do traficantecontos eroticos com a tiasiririquei contoconto irmã peladinha dentro de casacontos de esposa arrombada dormindochantagem a mae contoscontos eu e meu marido adoramos ir no cinema ver pornocontos eroticos de travestis sem camisinhaConto eroticos das coroas 42 lindas e gostosas de 41 anos com teu afilhadoconvenci meu primo a me fuder bem novinha contoscontos eroticos vou te enseminarqueria que minha esposa me traísse contoscontos de velhos taradocumendo a prima vingwmgorda sentada no sofa e cachorra lambendolésbicas casadas liberadas conto eróticogozei na buceta da maninha engravidouminha mulher deixou a calcinha suja de porra no banheiro contos eroticosufa ufa ela senta fode e chupaconto erótico sentada melassistir o video completo socando o anchinho no cu e na buceta da mulherContos comeu o cu virgem day minhamulher contos eroticos minha sogra de calcinha rendaBuceta virgem contoscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html