Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

HISTÓRIA DE FAMÍLIA 01 - QUERIDA VOVÓ

Olá, meu nome Junior(na verdade este é o meu ultimo nome), tenho 1,88 m e 74 kg. Sou moreno claro, cabelo castanho-escuro e olhos castanhos-claros. rnSou tarado por mulheres mais velhas, tipo mais de 50 anos, coroas, vovás, titias.rnMinha vá, chama-se Maria e tem 76 anos, é descendente alemã, ela tem 1,64, é gordinha - tem coxas grossas e quadris largos, mas a parte superior a cintura é de pessoa magra - tem seios volumosos(embora caídos por causa da idade). Nás somos gaúchos, ela mora em uma cidade do interior e eu na zona metropolitana.rnrnEssa histária inicia em meados de 2009.rnEstava desempregado e minha vá me ligou convidando-me para uma festa na sua cidade.rnAceitei o convite, arrumei minhas malas e me fui direto a rodoviária. Por sorte consegui passagem para o práximo horário, que seria 1 hora depois de eu ter comprado a passagem.rnA viagem transcorreu tranquila, cheguei na cidadezinha no meio da tarde, isso tudo numa sexta-feira.rnMinha vá estava na casa do meu tio, que fica bem pertinho da rodoviária da cidade. Avisei-a que estava chegando e ela foi me esperar na rodoviária. Ela estava acompanhada do seu namorado, um senhor que regula de idade com ela. Ele é um homem negro,mais ou menos a minha altura.rnFui bem recebido, pegamos um táxi e fomos para a casa dela. Chegamos lá, tomamos um café da tarde e conversamos bastante. Depois nos arrumamos e fomos para o primeiro dia de festa. Chegamos na festa e encontramos muitas pessoas conhecidas da minha vá e seu namorado. A família dele estava lá(seus filhos, filhas, netas, etc...) e tinha duas netas dele que eram duas deusas de ébano. Duas negras de parar o trânsito, ficamos conversando e conversa vai, conversa vem convidei uma delas para dançar, depois dancei com a outra e ficamos a noite inteira dançando, eu xavecando elas e elas sá me enrolando. Tava acabando a festa e eu bolado que não tinha ficado com ninguém. Minha vá me convidou pra irmos embora e eu de pronto a acompanhei. Dei tchau para o pessoal, e vi o namorado dela se despedir e dizer que iria para sua casa. Achei estranho mas não disse nada a eles.rnChegando em casa, eu comento com minha vá que estava chateado porque tinha dançado a noite toda com as mulatas e elas me deixaram na mão. Ela me disse que não ficasse triste, pois ela também tinha ficado na mão. Ela disse que havia discutido com o namorado e que por isso ele foi para a casa dele. rnFalei para ela: Vá morremos abraçados. rnE ela rindo respondeu: Morremos nada, eu ainda estou viva! rnE deu risada, não aguentei e sorri junto com ela.rnTomamos banho e como era inverno, fomos dormir.rnNa hora de dormir, ela se lembrou que tinha emprestado o colchão para uma vizinha que estava com uns parentes e tinha se esquecido de pedir de volta. Sá tinha duas alternativas: usar um cobertor como colchão ou dormir na mesma cama que ela.rnEla me perguntou: Junior tu não se importa em dormir com a vá né?rnEu respondi: Claro que não vá.rnA cama dela é de casal; daquelas camas antigas feitas de madeira nobre, se compara as camas tamanho king-size atualmente.rnEla se deitou e eu deitei a seu lado. Me senti desconfortável por dormir de shorts pois normalmente durmo sá de cuecas. Não tava conseguindo dormir e ela percebeu que tinha algo errado. rnEntão ela me perguntou: O que houve?rnRespondi: Vá, não consigo dormir de shorts.rnEla respondeu: Durma do jeito que você normalmente dorme, não tem problema.rnAgradeci ela e tirei o shorts.rnEla me perguntou: Tu não tem nada de diferente do que eu já tenha visto ou tem?rnEla nem deixou eu responder e tacou a mão no meu pinto.rnEu falei: Que isso vá?rnEla disse: Calma, muito limpei tuas fraldas quando tu era pequeno.rnEu disse: Mas antes eu era pequeno, agora sou homem, já tenho 26 anos.rnEla passou bem a mão e depois soltou o meu pinto.rnE disse: Desculpa, vamos dormir.rnMas a esta altura meu pinto deu sinal de vida.rnPensei comigo mesmo, que se foda que é minha vá, eu já tinha tido ilusões que tinha transado com todas as minhas tias mesmo.rnMe posicionei atrás dela, tirei o pinto pra fora da cueca e comecei a encoxá-la.rnEla se assustou e perguntou: Que é isso Junior?rnEu respondi: Calma vá, a senhora já agarrou meu pinto, eu fiquei a noite toda sem pegar ninguém, imagina como eu estou?rnEla que de santa não tinha nada, me perguntou:rn- Você teria coragem de transar com sua avá?rnEu respondi prontamente: Sim, eu tenho.rnEla disse pra mim: Então continua que eu também quero.rnTirei a cueca, ela agarrou meu pinto e começou punheteá-lo num ritmo gostoso. rnMeti a mão na buceta dela e enfiei um dedo lá dentro. Comecei a masturbá-la num ritmo cadenciado, acredito que depois de uns 5 minutos masturbando ela, ela gozou muito. Gozou tanto que molhou a roupa de cama, e foi algo tão bom que ela teve espasmos. No começo até me preocupei mas ela disse que estava se sentindo muito bem.rnRetirei toda a minha roupa e a dela, comecei a mamar em seus peitos que nem um louco, mordia e lambia passando de um para outro a todo momento. Ela gemia e me pedia para não parar.rnEla dizia: Vai Júnior chupa a teta da vová...chupa assim...vai morde o biquinho...seu safado...não para...rnDepois uns minutos que não sei precisar, caí de boca naquele bucetão gosotoso.rnEu chupava, mordia o grelinho, lambia os grandes lábios, metia a língua lá dentro, sugava o sel néctar(que era de uma deusa, deusa do sexo).rnQuanto mais eu lambia e mordia mais ela delirava, até que não aguentando mais ela gozou intensamente.rnEu suguei até a última gotícula daquele verdadeiro mel; chupei, lambi e sorvi tudo.rnAí foi a vez dela de me chupar, ela apenas disse pra mim: querido a noite está apenas no começo.rnEla me deitou de barriga para cima, e lambeu todo meu corpo, pedacinho por pedacinho.rnPS: Ela tava sem dentadura. Cara uma boquinha mole sem perigo de mordida é uma loucura!!!!rnDepois foi lambendo até chegar no meu pinto.rnEla começou um boquete sensacional, chupava toda extensão do eu pinto e depois lambia a cabecinha.rnDepois de um tempo, ela começou a lamber somente a cabecinha; mordia e lambia me deixando nas nuvens.rnEla começou a lamber as minhas bolas, fazendo todo o contorno do pinto e do saco; lambeu meu rego, no ínicio não gostei mas depois ela falou que ia me dar prazer, e relaxei. Ela lambeu tanto meu rego quanto a cabecinha do meu pau, não aguentei muito e avisei que ia gozar.rnFiquei de pé, ela se ajoelhou no chão do quarto, pegou meu pinto e colocou somente a cabecinha na boca dela.rnEu gozei muitos jatos, foi uma explosão que saiu de dentro de mim. Foi fantástico!rnEla guardou tudo na boca, me mostrou uma vez, fechou a boca e quando abriu de novo já tinha engolido tudo.rnEla disse que tinha sido algo muito bom, mas que ainda tinha que ter mais, que ela precisava sentir algo mais.rnMe disse que precisava de sexo, que embora idosa necessitava de algo para não ficar no marasmo.rnEu tava esgotado, mas também queria muito o sexo. rnEla me disse: querido eu não vou te negar nada, pode pedir tudo que você quiser, na minha vida em cima de uma cama nunca me fiz de rogada e atendi meus amantes como uma puta no cio.rnAs palavras dela me surpreenderam, eu sabia que ela era muito brincalhona, mas assim tão fogosa eu nem imaginava.rnEla então me mandou deitar na cama, e começou um novo boquete, depois de um certo tempo(demorou bastante), ele reagiu e ficou de pé de novo.rnMinha vá então subiu em cima de mim, e parecia uma louca cavalgando; juro ela parecia uma tresloucada: gemia, agora já gritava e montava em cima do meu pinto como se fosse sua última noite de sexo. E eu é claro tava curtindo essa loucura dela.rnDepois de um tempo ela gozou de novo e se deitou sobre o meu peito.rnFalei para ela que adorei e comecei a passar a mão na sua bunda. Eu alisava, apertava e separava as suas nádegas, lambia o dedo e metia no cuzinho dela.rnOutro dia conto como comi o cuzinho dela.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


comto erotico comeno mulher do meu filhocontos eróticos gay iniciado pelo paimorema gostosa na balada so esperando uma trepadaler relato de suruba na casa da comadrihomens delirando de tesão com um pau enterrado no rabohomem maduro contando porque deu o cucontos eroticos brincadeira nudista em familiaconto erótico infânciamarido castrado conto eroticocontos de coroa com novinhofotos e imagem de cuzinho irma contoscontos eroticos encoxadas no busao por mulheresfui arrombada porvarios contosxvidio gay coroa 82contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterelato erotico meu cachorro comia meu cuzinho quando meninanao filho nao posso e pecado ela faz a vontade/dele chupa pica/dele cem querecontos erotic quarto empregadacontos eroticos atrizes chupando pau receberdesvirginando a clarinha contosconto punheta da varandaquero ver bundas gostosas e peitossa e peitoso virgem comi uma egua preta contocontoseroticos. cornos leva mulher para amantemeu padrasto meu donocontos manarelatos eróticos esposa exibionista psra meus amigosContos eroticos cegocache:oIMLEWITCAIJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=99 porno.com.negra estupradopau gradecontos eroticos encoxei comi farmaceuticacontos eróticos de gay comi o amigo do meu filhoconto erotucos eu esoosa e familia nuspornô doido a tia convencia sobrinha a chupalaconto meu padastro ragou a minha bundinazoofilia filhotes bricando com a buceta da donacontos eróticos minha tia com calça suplexminha esposa de shortinho na obracontos eróticos gay putinha pedreirosvirei amante de meu tio novinha contoscontos erótico de estupro de empregadasnem peitinho teen grita na pau do voconto erotico de sobrinha nova e tio gostoso fodendo gostsocontos zoo mastiff taradoContos comi esposa do caminhoneiroDoberman fode contostravesti linda barriga de tanquinho gostosa metendo vídeo liberado metendo gostoso peitudacontos esfrega buc gozada corninhofoto de travestis arreganhadas de frenteContos gays amante do tio velho desde de pequeno adoro vpu casar com elever relato picantes da professora transando com a aluna sexocontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãoContos espiando a sogra lesbicacontos de amassos com colegasfudeu com um cavalo fetixe d mulher contoporno conto relava aquele peito em mimcomendo a mae contoscontos er senta devagarcontos eroticos casada em casa sozinha com enteado fazendo massagemque cu mais apertado agora chora contofumei maconha e entrei na rola contosMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico com sadomasoquista cinto de castidadeconto esposa assediando garotocontos eroticos em portugalminha tia olhando meu paucontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosconto acampando com a vizinhacontos gay afeminadoscontos eróticos​, praia de nudismocontos eroticos meu tio meu amante casa de vovocontos eroticos sou bbw e meu sobrinho me comeu30cm conto erótico doeucontos eróticos de afilhado gahamiguinha da minha filha me chupoucontos eróticos incesto férias com mamãecontos porno dava pro meu padastroPrimeira vez q dei o cu vestido de travestcontos eroticos esposas na praiaLóira safada narra conto metendo na coberturaNovinha e chantageada.contoscontos eroticos perdendo avirgindade encesto compadreConto d esposa magrinha e safadinhacontos eróticos comi minha vizinhacontos eroticos troca casais com gravidezpai emfia pica filha morrozoofilia mulher aguenta cavalo chapeludotravestis arombadores de cu contoconto erotico gata no meu coloTrav.goza.duaz.veszezcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto negro taradotica bala pate buetaconto eroticos.chupcontos de coroa com novinhocontos eróticos de bebados gaysEu e minha sobrinha de 19 anos de idade no motel conto eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente