Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DESCABAÇANDO O RABÃO DA IRMÃ NINFETA A FORÇA.

Descabaçando o rabão da irmã ninfeta a força.rnrnEste relato que vou contar é extremamente verídico, aconteceu a 5 anos atrás, na época eu estava com 19 anos. Bem, sem mas delongas vamos ao quer interessa.rnTudo aconteceu quando passei no vestibular de engenharia, e fui morar na capital do meu estado com meu pai, que era separado de minha mãe, e tinha outra família que eu fazia muito tempo que não via. Quando chequei a casa de meu pai, já fui gostando de cara, parecia o céu, nunca tinha visto tantas mulheres lindas juntas, a começar pela Rubia mulher de meu pai uma coroa de 42 anos com um bundão enorme e bem malhada, certo dia ouvi ela dizer a uma amiga que tinha um quadris 102Cm, ela é de dar inveja a qualquer menina de 15. outra beldade é sua Filha Lili, uma morena clara de 19 anos, a coisa mas linda que vi na vida, e também com uma bunda enorme, maior que a da mãe, cintura fina, seios médios,coxas bem grossas, uma loucura.rnA parti daí passei a brexa-las tomando banho, trocando de roupa, e a punhetar-me todos os dias.rnQuando era noite, sempre ia ao quarto da minha irmã que dormia sempre de bruços, com uma calcinha mínima e transparente, deixando aquele sonho de bunda todo a mostra. Me masturbava tocando na sua bunda e buceta, e esfregava meu pau na sua bunda ate gozar, voltava para meu quarto e dormia. O estupro aconteceu quando minha irmã, que mim odiava, fez meu pai tomar-me o carro e cancelar minha mesada, a parti daí quis vingança. Passei a segui-la, e descobri que logo ela que posava de santa, tinha um caso com um amigo do meu pai, um cara casado.Tirei umas fotos dos dois, voltei pra casa e mandei revelar as votos. 2 dias depois as fotos ficaram prontas. No outro dia de manhã meu pai e minha madrasta saíram cedo pra trabalhar, ficando nás dois a sá pois a empregada estava de folga . quando acordei tomei um banho e fui tomar café, minha irmã já estava na mesa com seu mau humor, perguntei por nosso pai e ela mal respondeu, então decidi que aquele era o momento de me vingar. Pequei as fotos no quarto e as mostrei, na mesma hora ela começou a chorar e rasga-las, comecei a da gargalhadas e dizer que ela era uma vadia muito burra se achava que eu não tinha outras alem do negativo. Ameacei mostra tudo pra sua mãe, meu pai, e por corno do seu namorado.nesta hora ela chorando muito ajoelhou-se aos meus pés pedido clemência, meu pau nesta hora quase estoura dentro das causas vendo-a naquela situação. Então a levantei pelos cabelos e disse que a única forma de não contar era ela deixar-me vela nua,ela na mesma hora protestou, mas eu a ameacei e ela concordou. A levei para meu quarto, deixei-a de pé perto da porta, sentei-me na cama e ordenei ela tira a roupa peça por peça, ela chorava muito e eu comecei a dar os comando dizendo tira a brusa sua putinha que eu quero ver os seus seios, ela obedeceu, seus seios eram lindos e os bicos estavam bem durinhos, embora já a tivesse visto nua varias vezes a ver naquela situação humilhante me ecitava muito, mandei-a virar e tirar o sua mine saia. Quando ela o vez quase desmaiei de tesão sua bunda era linda e ela estava usando uma daquelas suas calcinhas pequenas que sumiam no seu reguinho, então por ultimo ordenei que tirasse a calcinha a xingando de putinha,cadela safada, rabuda etc..quando ela o fez não aguentei mas, pois já estava pelado mim masturbando assistindo a tudo, agarrei ela por trás dizendo que iria come-la, nesta hora ela começou a chorar e a gritar e eu tive que dar uma tapa na sua cara, e disse que se continuasse gritando eu a mataria, ela com medo parou, a virei de frente forçando um beijo em sua boca, ela rejeitou e a bati de novo, comecei a chupar todo seu corpo 1ª o pescoço, em seguida os seios que chupei com vontade, a virei de costas e chupei sua buceta que era enorme e estava raspadinha, depois chupei seu cuzinho e fiquei alternando entre a buceta e o cu. Ela parau de chorar e gemendo gozou em minha língua, continuei chupando mas um pouco para ela se ecitar novamente e depois introduzi meu pênis em sua buceta de uma sá vez, ela começou de novo a chorar e eu a bati. A sua buceta que embora fosse já comida pelo namora e pelo amigo do meu pai era apertadíssima, e eu dava estocadas forte colocava tudo pra fora ate a cabeça e empurrava de volta, hora com força hora devagar arrancando-lhe vários suspiros, e a fazendo-a gozar varias vezes, depois de quase 40 minutos fudendo aquela bucetona gostosa e apertada eu falei em seu ouvido, vou gozar putinha, ela então mim pediu para gozar fora, então a virei de frente obriguei-a a se ajoelhar na minha frente e gosei dentro de sua boca a xingando e a obrigando beber tudo. Quando terminei ela chorando disse que eu era um canalha e que queria agora os negativo, eu dando gargalhadas disse que estava apenas começando, a segurei pelos cabelos e mandei ela subir e ficar de quatro na cama pois ela ia realizar meu sonho, que era comer seu cuzinho lindo Ela ficou de joelho nos meus pés e começou a implorar dizendo ser virgem ali. Bati nela de novo dizendo não ser besta e que sabia que seus namorados tinha a comido ali, pois ela tinha uma bunda muito gostosa, ela me confessou que os 2 tinham tentado mas ela não aquentou e eles pararam, e que não ia aguentar meu pau uma vez que ele é maior do que os dos 2 .falei que não queria saber, e que ela ia me realizar de todo jeito, a puxei pelos cabelos para a cama a obrigando a fazer o que eu queria se não ia bate-la ate mata-la,ela não tendo escolha ficou de 4 na cama.Mim posicionei atrás dela e comecei a força suas pregas, embora tenha chupado seu cuzinho novamente, não conseguia entrar pois era muito apertado e meu pau já estava doendo, mas não podia desistir, corri para cozinha, trancando o quarto para ela não fugir, pequei manteiga e voltei, quando voltei ela estava se vestindo, rasguei suas roupas com brutalidade e ordenei que ficasse de quatro na cama,comecei a passar manteiga em seu cuzinho virgem, enviei um dedo,e quando menos esperei já estava com 3 dedos dentro do seu cuzinho lindo, ela chorava de dor, medo e prazer.passei mas manteiga no seu cuzinho e um pouco em meu pau. Posicionei-me atrais dela e comecei a enviar pressionei um pouco e a cabeça entrou,logo em seguida empurrei o resto do pau de uma sá vez ela deu um urro e quase desmaiou de dor, ela chorando muito mim pedia pra tirar, mandei ela relaxar, tirei ate a metade pra ela se acostumar com a dor, afinal não era fácil pás minha pica tem 22cm,comecei então a bombar aquela bunda de meus sonhos hora de vagar, hora bem rápido e com força, ela gritava e gemia de dor, eu sempre bombando e a xingando de putinha,cachorra, ta gostando da rola do seu irmãozinho putinha gostosa. Depois de algumas bombadas ela se acostumou com minha pica e passou a gemer de prazer.Delirando de prazer me chamava de irmãozinho gostoso, picão, meu macho. Passei então a bulinar seu grelinho e ela urrando de prazer gosou como uma vaca, logo depois gosei espirando gala dentro do seu cu e em suas costas. Afinal já estávamos fudendo a mais de 30 minutos. A levei pra tomar um banho, comecei a ensaboa-la e ela passou a gemer,mim olhou de forma bem apaixonada, e chamou-me de meu amor, mim ofereceu o cu novamente, dizendo ter adorado dar o cuzinho. Quando terminamos e saímos do banheiro, fui entrega-lhe os negativos, ela me surpreendeu mando-me ficar com eles pois queria ser chantageada muitas e muitas vezes. Trasamos o dia todo e até hoje somos amantes, meu pai está muito feliz, por estarmos nos dando tão bem, as vezes ele pergunta o que aconteceu, e nás dizemos que descubrimos que nos amamos.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos: puto dando ao ar livreContos erotico mim fantaziei de cachora para meu filhocontos eróticos locador com comeu a inquilinacontos o pau do enteadotraiminha namorada com o pau na cara contos relatos estorias eriticosConto gay com cantocontos eroticos apanhandoComtos mae fodida pelo filho e sobrinhocontos eroticos a calcinha da minha sogramurhler.abusada.estrupradocache:oIMLEWITCAIJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=99 meu amante me depilou toda contosconto de comi o cuzinho de um garoto novinho que chorava na pica grandecontos eroticos enteadanovinha p****** dando para o bodãoa minha cunhada casada e saia justa contos com fotoshumilhado travesti contoscontos eroticos minha mulher e o velhocontos de gordinhas casada com roludoconto gay na ducha da nataçãoTio come sobrinha a força contos eroyicosCONTO DEPRAVADAconto de masoquismo com meu pai me violandocontos/ morena com rabo fogosoContos olhando a mãe daRelatos eroticos de moleques de quatorze anos sendo estrupado por homens dotados na obracontos eróticos menina no circoComo usar ropa de menina curtinha conto gayespirrei minha sobrinha bêbadacontos gays mamando no mamilocontos eroticos de homens com taras chupar bucetas caninas zoofiliacontos eroticos com mulheres estupradas selvagementeContos eroticos de filhas adolecentes e papai com rola grossacontos com fotos tia e sobrinho baixinho realcontos eróticos mulatacontos erótico buceta pequenasmulheres a mijar por cima da casste grossa do marido conto depravadacontos eróticos com gordacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos com amiga baixinha e gordinhacontos de mulheres ninfomaniaca por sexocontos travesti transando com cachorro filaporno tranzado com a madrinha dormindo sem semtircontos de sexo comi minha sogra em quanto a minha esposa tomava banhopeguei minha amante e minha mulher e fodi as duasContos dei para meu filho roludocontos gay o irmao mais velho do meu amigo me comia diretocontos eroticos dando pra o jumentoconto meu pai sai e eu como a minha maeconto erotico pra igreja sem calcinhacontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimcontos eroticos arrombando a gordacontos genro bem dotado arronba o cu ds sograminha prima malcriada contocontos veridico meu marido e eu pencava que era mulher mais tevimos a supresa era uma travesti bem dotadoUni batendo p****** os malhadãocontos eroticos arrombando a gordatransando pela primeira vez no boa f***conto eróticos comi minha prima mae solteira carenteminha cunha deixou eu pega mos peito delacontos eróticos de upskirt em escoteiraconto gay dando o cu com anoscontos eróticos sobre tia bucetuda é grávidacontos eroticos meu vizinho me bulinava gayleke comendo a casada contocontos passando pomado no cu da mamaemeu marido sempre tras tres amigos em casa conto erpticocontos abobrinha na bucetacomtos eroticos humilhada e currada por molequescontos adolecente traindocontos eroticos meninacontos abusadocontos com minha prima novinhacontos eroticos meu cunhado me fez realmente gozarestupramos uma travestiAssalto e arrombamento contos eroticosconto familia da esposa nudista