Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VAGABUNDA FULERA

Bem o que vou relatar é verídico e aconteceu comigo há três dias e são umas das formas que encontrei para desabafar.

Bem me chamo Jeysson tenho 22 sou normal moreno olhos castanhos mais acho que isso não importa agora, minha namorada o nome dela é lia mais chamo-a de tininha, ela tem 19 anos é loirinha com um corpo de mulher que malha, nás moramos em uma cidade chamada Manacapuru no estado do Amazonas. Esse fato aconteceu quando eu estava em casa sem fazer nada e resolvi ir na casa dela sem avisa-la, já que os pais dela não estavam haviam ido a igreja porque eles são evangélicos por volta das 19:00h, cheguei práximo da casa dela afim de dar uma com ela e tentar comer o cuzinho dela eu já tinha chupado aquele monumento de cú mas ela dizia que não gostava e era incomodo uma língua no cú dela respeitava mas chupa de vez enquanto chupava, quando dobrei a esquina pegando a rua que ela mora vi algo estranho as luzes de frente da casa dela estavam apagadas a única iluminação que tinha era de um poste que tinha há uns 19 metros da casa dela me aproximei mas um pouco e vi ela com um cara no maior amasso fiquei atrás de um carro vi confirmei era ela mesmo tava com um cara agarrando ela ele tava de costas pra mim e não deu pra reconhecer sai dali tonto besta não podia acreditar que ela estava me traindo cheguei em casa e fui direto para o quarto nem cumprimentei meus pais minha mãe ainda perguntou o que tinha acontecido mas eu não respondi ela deixou pra lá se passou uns 30 minutos eu sai fui para frente de casa estava sentado na calçada quando chegou meu amigo Gustavo nos criamos desde nossa infância juntos o considero como meu irmão ele me pegou falando sozinho:

- Nunca devia ter feito isso que merda!

Ele perguntou:

- O que foi cara, porque você esta assim?

- Não foi nada.

- Pode me falar eu sou seu amigo ou não?

- Claro que é.

- Mas não da mesmo tudo bem.

- Ta bom não vou mais perguntar mais vou ficar aqui do seu lado pra quando você quiser falar tudo bem.

- É a tininha.

- O que tem ela?

- Não Devia ter ido a casa dela sem avisar.

- Por quê?

Eu de cabeça baixa soluçando olhei em direção ao seu amigo e falei.

- Eu vi...eu vi ela com outro cara o que eu faço?

- E você viu quem era o cara?

- Não quando vi, ele estava de costas e tava um pouco escuro fiquei tão transtornado que corri dali quase chorando, não sei se vou aguentar isso ta me matando por dentro sinto uma angustia imensa não quero acreditar que é verdade, mas eu vi com meus práprios olhos ninguém me falou. Porra que ádio!

- Por que ela fez isso comigo? Eu não merecia.

- Não fica assim cara eu estou do teu lado seu mano estou contigo pro que der e vier.

Ficamos conversando madrugada a dentro até que resolvi descansar me despedi dele e entrei ao deitar fiquei pensando e imaginando quem seria o cara que tava amassando minha gata, tive uma idéia ligaria para tinha pra avisar que não daria pra ir na casa dela dormi. Acordei era quase meio dia tomei café e liguei pra ele avisando que não iria vê-la aquele dia porque estava muito ocupado almocei e depois fui dormir acordei 18:13h por ai tomei um banho troquei de roupa e resolvi e ver ela novamente sem avisar quando chego lá qual foi minha surpresa o cara tava lá de novo então resolvi ficar olhando escondido pra ver o ia acontecer eles trocavam beijos e abraços então eles entraram achei estranho pois ela nunca me levou pra dentro da casa dela e quando comia ela era em minha casa então resolvi pular o muro por trás da casa pra ninguém me ver pulei e fui direto na casa em direção ao quarto dela (a casa que ela mora é madeira então tem muitas fechas e dar pra ver tudo dentro da casa) olhei pela brecha da parede e não tinha ninguém fui um pouco mas pra frente em direção ao quarto dos pais dela ela tava abraçada com o cara no maior amasso ele passava mão na bunda dela apertava eu não conhecia aquele cara nunca tinha visto ele, então ele falou alguma coisa pra ela que não deu pra entender e tirou a blusinha dele ela ficou sá de sitiem e começou a beijar o colo do seio dela ele ficava de olhos fechados o tempo todo arrancou o sitiem dela e começou a chupar os peitos dela chupava com muita vontade ate o biquinho e esticava chupando depois parou um pouco tirou sua camisa começou a chupar o peito dele e foi descendo até chegar na bermuda então ela ficou olhando e passando a mão no pau dele por cima da bermuda ele tirou a bermuda ficou sá de cueca ela começou a morder o pau dele por cima da cueca mordia, babava ai ela abaixou a cueca dele com a boca deixando aquele pau que dava 2 ½ do meu começou a chupar babava melava ele todinho e o cara com a maior cara de feliz então ele começou a bater na cara dela e falava – chupa sua filha da puta chupa direitinho e batia ela sá olhava pra ele com o pau na boca depois ele pegou ela pelo cabelo e colocou ela na cama do meu lado dava pra ver tudo bem de perto deu um gelo na minha barriga e meu coração começou a acelerar. Ele caiu de boca naquela buceta toda rosadinha com umas beironas chupava, metia a língua depois colocou ela na posição de frango assado e começou a chupar o cú dela e ela começou a gemer alto muito alto mesmo ele parou e colocou a camisinha no pau e falou pra ela levantar bem as pernas ela fez ele foi colocando bem devagarinho na buceta dela que parecia que não ia aguentar aquela geba imensa reclamou q tava doendo mas ele não quis nem saber meteu aos poucos e gemia ela começou a chorar pedindo pra ele parar em uma sá estocada ele meteu tudo de uma vez e falou pra ela não era isso q tu queria ela chorando balançou a cabeça confirmando ele começou o vai e vai devagar ela parou de chorar e começou a gemer foi aumentando o ritmo bem forte e começou a fazr um barulhão de fop, flop, flop, flop, flop assim que tu quer sua vaca flop,flop, flop, flop, ai mas rápido pedro gemia auto aaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiii, aaaaaaaaaaiiiiiiiiii, ta goooostoooooso ai ele parou e coloucou ela de 4 deu pra ver a buceta dele toda esfolada o pau dele tava todo melado do gozo dela parecia gala grossa e meteu de novo na bucetinha dela mas rápido que antes a cara dela parecia que ia desmaiar apertava os lençáis com força ela falou não para não eu to gozando vai, vai, vai filho da puta não para não ela gozou ele tirou o pau da buceta dela e começou a chupar o cú dela ela não falava nada ele pegou um creme na penteadeira do quarto e ela perguntou pra q é isso ele ficou calado tirou a camisinha do pau e passou o creme no pau dele depois passou no cuzinho dela e ela falou você não vai comer meu cú não ele disse eu quero ver se não ela estava de 4 ainda na cama ele assegurou a força e colocou a cabeçorra de uma sá vez ela deu um grito ai ele meteu o resto daquela tora bombou bombou forte ela chorando dizendo que não ia dar mas pra ele que tava doendo muito em meio as reclamações dela ele gozou e acho que muito porque ele não parou de bombar e tava escorrendo porra com sangue ele parou e tirou a tora do cú dela tava cheia de merda e sangue tudo misturado pegou a blusa dela limpou o pau dele e foi embora sem falar nada eu pulei o muro de volta e fui embora pra casa desde esse dia nunca mais quis saber da tininha ela me procura telefonando perguntando se acabou mesmo eu nunca atendo.



Esse foi o meu 1ª conto espero que tenham gostado [email protected] 250506

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos corno e viadinhomulheres a mijar por cima da casste grossa do marido quando a chapeleta inchada entrou no cu a menina gritocontos eroticos diarista casadapotranca de mini saia fodendominha pequena filha mas ordináriaecotra coroa que.evie vido sexo avivocasada limpano porra do negaoPorno conto casada no veloriominha sobrinha no motel no meu pau conto eroticocurra gordinha contocontos eroticos estuprada e gemendo gostoso issooo vaiiii nao paraconto erotico abusarao mim metrocontos eroticos de lesbicas espiando os pais transando e fazem o mesContos eroticos gay meu cachorro me comeufudendo a filha da empregada contos eróticosponei arrombando morena com tesaofilme de sexo com homens acordem no pênis grossomadrasta e seu consoloconto erotico de mulher casada atraído o marido na praia de morro banco,cearatravesti delicia de juiz de fora sendo enrabaconto fizemos um trenzinho.Contos eroticos campingcontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos arrombando a gordafazendo a farra no cu da esposa em casa contocontos eroticos traindo na Lua de Melcontos ela me descobriucontos eroticos com transbuceta grandes na pica dormindo contosContos o cu do gaysconto dei minha xoxotinha para o meu padrasto quando tinha oito anos doeu mais foi gostosocontoerotico padrinhos e afilhadinhasxvidio.esfregando o pau so no short vermelinhocontos de coroa com novinhoconto erotico humilhada pelo pirocudoconto erotico de tanto eu insistir em engravidei a minha professora eu era um meninoContos erótico filhinha gosta de mamar picacontos eróticos cheirando a bunda de minha sogracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto engravideichantagiei minha irma casada contosconto flagrado com a calcinha enrolada no paucontos eroticos arrombando a gordacontos reais eroticos na formatura casaisFotos de mulheres com opriquito melado e de fio dentalcontos eroticos arrombando a gordatacou a piroca na vizinhaconto erotico minha namorada cuidado de mimcontos eróticos com mais de 5meu tio me dava a mamadeiracontos eroticos menino arrombadoconto gemendo no pau do pone taradocontos escola sexocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos traficanteconto erotico, esposa, buceta alargadaconto eroticos de novinhos com amigosconto erótico "totalmente peladinha" ruameu marido me amarrou e deixou quatro negros me estupraram. contos eróticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico pivetecontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentesou casada vi o meu vizinho na punhetacontos eroticos encoxei comi farmaceuticacomtos bdsmcontos ninfeta lesbica fodde casada hererocontos vendedora em casamama direito vadia csralhoconto primeiro boqueteContos eroticos selvagem com meu amigocontos incesto minha filha fazendo fisting em mimcoroas homens velhos nojentos sexo relatocontos. minha irma casada é minha puta escravadei o cu p meu genro contoscagando na cara contoCONTOS EROTICOS DE CASADAS ABUSADAS DA CHANTAGEMtirou as pregas dela contosconto lambidascontos eroticos tres homens uma mulhernovinha sequestro contominha mulher pegou eu dando para o piscineirobuceta esticada aberta gozandoOi meu nome ê marta tenho uma amiga travesti e ela micomeucontos heroticos gay meu padrinho de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anosConto erotico levantaram minha microsaia e me comeram gostoso