Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMENDO O RABO DE TIA IZILDINHA

Adoro buceta sou louco por elas pra mim elas são sempre um banquete e um desses banquetes caiu na minha mesa outro dia, de um lugar que jamais podia imaginar



Fui a casa de uma tia que chegara do interior, mais nova 5 anos que meu pai, linda, muito bonita mesmo, exuberante, cabelos e olhos negros e pele levemente bronzeada, ombros largos como o de uma nadadora e ancas acompanhando proporcionalmente, mais alta que eu, 1 e 80 de altura. Uma senhora potranca. Ja fazia 5 anos que eu não a via e quando ela me atendeu à porta tomei até um susto, meu pau ja endureceu e eu ja ia preparando uma cantada para " a amiga da minha tia" quando ela disse:" Ooooii sobrinho... como voce cresceu em rapaz!" Segurando a porta com uma mão dando um passo atras deixando uma grande e bela coxa à mostra pela fenda da saia na um palmo acima do belo joelho. Com a outra mão na cintura completou: " Que belo home voce se tornou".



"ah que isso tia! " respondi ja avançando e lhe dando um beijinho do rosto, sem antes conferir o generoso decote deixando uma execente vista dos seu peitos, que me pareceram a principio com os faráis acesos.



Ela tinha um cheiro bem gostoso, que me ajudou a ja ir esquecendo o grau de parentesco. ( sinto muito paizão mas, deu mole eu meto a rola mesmo!).



"Senta Fê ... vem aqui com a titia!" Zombou da minha timidez. Me pegou pelo braço como se fosse uma criança e me arrastou até o sofá se sentando sobre uma das coxas. Da minha posição ja pude ver a calcinha branquinha por baixo da saia preta. Combunava perfeitamente com a blusa de alcinha tambem branca.

Meu pau endureceu de vez embaixo da calça de tatel e eu não me esforcei nem um pouco para disfarçar. Notei que ela percebeu o danado mas fingi que não vi. Ela passou a mão pelo cabelo, jogando charmozamente a cabeça de lado e mordeu de leve o dedo minimo. Depois colocando a mão em no meu braço perguntou: "E a namorada?"



"Não tenho. To até na secura" Respondi na lata. Ela riu se inclinando um pouco em minha direção e com o dedo paertando meu nariz disse " menino assanhado!"



O papo foi rolando e ficando cada vez mais apimentado, tanto é que até esquecemos o que eu fui fazer lá. 20 minutos depois ja estavamos intimos e confidentes e fui tomando liberdades coma tia Izildinha. Elogie seu corpo, suas pernas, enquanto falavamos nos tocavamos indidentalmente ( ou não) o que ia deixando as coisa bem mais faceis. La pelas tantas disse que tinha achado ela bem gostosa e perguntei se meu pai nunca tinha tntado come-la quando eram mais jovens. Ela disse que não mas não me convenceu. Então pedi para ela levantar e dar uma voltinha como se estivesse desfilando. Ela fez doce mas concordou. Se pos de pé sobre as sandalhas de salto bem alto e começou a desfilar, passando as mãos pelo cabelo e rindo sempre. Voltinha apos voltinha enquanto eu aplaudia e assobiava. A coisa foi esquentando e então el começou a dançar e rebolar na minha frente, fazendo menção de levantar a saia, tirar a blusa como uma stripper.

Tia Izildinha tava me deixando louco de tesão. E a gente nem tinha bebido. Fui entrando em transe om aquilo tudo e numa hora que ela ficou de costas para mim tirei o pau pra fora e balancei-o ainda sentado no sofá. Na virada ela viu meu cacete, sorriu e ja começou a tirar a calcinha, uma perna, depois outra e a jogou em minha direção. Não aguentei. Fui pra cima e ja tomei conta daquela boca linda com a minha, tomando a pela cintura com uma mão e com a outra ja aliando sua bunda sob a sainha preta. Titia adorou e respondeu começando a despir-se da blusa ficando sá de saia, me mordendo o pescoço e peito e tirando minha cueca porque a calça que ja caia pelo joelho.



Antes que eu percebesse lá estava sentada dobre os calcanhares engolindo meu pau. "aahhhh... ahhh " eu gemia enquanto tia izilda me chupava com gosto. O vai-e-vem do meu pau deixava ela mais excitada. A seugei pela nuca e a forcei contra meu cacete porque aquilo era muito bom. Olhava pra baixo e sá via os longos cabelos dela cobrindo as costas e o rabo que eu estava louco para foder.

Deposi de uns cnco minutos de boquete eu a trouxe para cima e a beijei enquanto massageava seus peitões, cheguei a mordisca-los mas num golpe a pus deitada de bruços no sofá, levantei a sua minissaia que insistia em estar ali ainda, afastei os gomos daquela bunda perfeita e lisinha e comecei a chupar sua buceta. Um cheirinho de cu e buceta me invadiram os sentidos e dominaram minha lingua que passou a penetrar minha titia arrancando "uis e ás" de puro tesão.



"chupa FÊ ... me chupa sobrinho gostoso, me come o cu, me come o rabo como seu pai!"

Enloquecia com aquele gemidos e estocava mais fundo minha lingua agarrando-lhe as coxas grossas e enfiando minha cara naquele doce rabo.

Chupei seu cu, lambi, mordi, penteei-lhe o grelho com minha lingua até me cansar. Dei-lhe um tapa forte na bunda e gritei " de quatro vagabunda!". Ela obedeceu fingindo chorar, fiquei de pe, tirei por fim a camiseta me ajeitei segurando titia pela cintura, posisionei a cabeça do mee menbro na grutinha da titia e soquei de uma vez até o saco bater na entrada. Foi lindo, fez até barulho de desentupidor de pia. Ela gemeu um "Aiiii" longo e baixinho.

Trouxe meu cacete de volta atéa antradinha de novo e finquei novamente arrancando um "ohhh" quase inaudivel. Tirei de dentro de novo e finquei novamente começando a bombar rapidamente meu pau naque buraco gostoso. Bombei, bombei, trazendo sua bunda contra mim alucinadamente, nossas carnes se batiam e a gente fodia como dois animais. Era uma xota maravilhosa. Deitei meu tronco sobre as costas dela e com um "mata-leão" bombei mais ainda tentando enfiar meu saco dentro do bucetão molhado e quente. Não deu certo por o saco mas o tesão foi idescritivel. Bombei mais apertando os peitos e deixando-a maluca. Ela gemia entrecortadamente por conta da minha estocadas no seu rabo. "aaah-aa-a--Ahhh.... met-te mete mete mais... me fode pauzudo ...arrebenta meu rabo ... fode tudo".



Eu continuava a meter naquele baita mulherão bem maior que eu, com aquela conhecida sensação de poder e propriedade sobre um cu, uma buceta, um par de peitos coxas e nadegas.



Meti por uns 19 minutos, depois tirei meu pau de dentro dela que de uma relaxada e deitou a cabeça no sofá mas aind ficou de rabo empinado. Não perdi tempo, mirei naquele cuzinho rosadinho e fui colocando devagarinho. Primeiro a cabeça, depois um pouco mais . Era apertadinho e enquanto eu colocava ela prendia o ar e mordia os labios. Devagar e sempre enfiei todo meu caralho no cuzinho de titia e comecei a bombar devagarinho. Sentindo cada milimetro daquele cu e ao memo tempo cada milimetro do meu pau tambem. Ela rebolava lentamente e dobrava meu tesão. Comecei a dar tapas com as duas mãos na bunda dela emuanto socava pra dentro.

Um tapa de cada lado. Fui aumentando o ritmo dos tapas e da metida. rapido, mais rapido, mais rapido. Passei a foder aquela cuzinho com força prendendo de novo titia que resfolegava pela cintura. Foi mais um vai-e-vem delicioso. meu pau agora dominava o cu de minha titia izilda e ela gemia como uma vagabunda e me pedia pa meter mais e mais, mas ja estavamos a ponto de gozar, e foi inevitavel, dei minhas ultimas estocada com muito capricho arrancando um grito alto de dor e prazer de titia e gozei dentro daquele cu maravilhoso.



Origado tia Izildinha

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos comi a mulher do amigo bebadaeu quero ver mulher ficando engatada fique transando com poodle cachorro poodlesubo em cima do teu pauminina afuder na pixinacontos eróticos estupro de um cugostei de ser abusada contos eroticosconto erótico gay em cinema. De Recifeconto real levei minha mae para ficar com um travestiminha novinha tarada contocontos entre mãe e filho picudo no banheirojapa enfia o dedo no seu cu virgemirma fazendo faxina levando rola no cucasadas que postam fotos de itanhaemuma.gradi.rola gozano.nabuçetameu marido pois pinto na boca da nossa filha contoscontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cão juntascontos de mulheres ninfomaniaca por sexocontos noiva dando o rabo pro patraometi o pau todo sem ela aguenta mas entrou parte1Contos eroticos estuprada pelos mendigosdesabafo sou casada trai meu marido com eletricistameladas de margarinas em todo corpovomitando contos eróticoscontos adorei a lingua no meu cuzinhorelato esposa safada na fazendacontos meu marido adora me ver sendo chupada por outra mulhercontos minha enteada minha amantecontos erotico sobrinha novinha mais muito safadinhaconto gay carona rebolei calcinhacontos eroticos entre camioneiroscontos minha sogra me vendeu seu cuzinhocontos sem calcinha no coloDei minha buceta para meu genro na presença de minha filha contos femininocontos eroticos gays meninos cuidando do amigo bebadoDei pro amigo do meu namorado 18 anos contos eróticoscomendo a dona da locadoracontos eroticos de mulher de sc com cachorrocontos eróticos homem maduro gostoso da pica grande f******contos eroticos comi uma desviadacontos gays festa de inauguacao do cuinhocontos eróticos de mãe comendo cuzinho do filho mais novo inversão de papeisrapazes conto heteroComi a josi da bocarelatos de comadre dando a buceta pro compAdrecontos eroticos porno de pirralhas inocentescojtos erotigos com fotos apimentantes isso me deica chupar sua buceta e rebola na minha caraQuero treinar o vinha perdendo a virgindade da bucetinhatrans roluda com28cm de rola em spconto eu e minha meia irmãcontos eroticos arrombando a gordacontos sadomasoquismo extremoestrupada contoscontos eroticos nudismo mae e filhoContos eroticos peguei meu pai com uma novinhacontos eróticos do tio malvadovideo di japonesas e travestis dorminomurhler.abusada.estrupradoconto erotico de meu cunhado me comeu no carro enquanto meu marido dirigiacontos eroticos mae filhadois viadinhos e uma mulher contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos menina do papaicontos eroticos enganada e oferecida pelo maridocontos eroticos minha tia de saiatransparente e coladinha bucetinhacontos -meus amigos me comeramcontos eróticos de c**** a v******** de minha mulher deu para uma cunhadinhata rasgando meu cu contocontos e tia olhando meu pauminina afuder na pixinacontos esfrega buc gozada corninhoboquete no filho contostroca casais no acampamentos contos eróticodar o cu para os pivetes fui arrobamda com prazer conto eróticosConto incesto sogra no volantecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto minha tia fica pelada na minha frentefodo meu sogro todo dia com meu pauzao contosimpatia comer cunhadacomendo minha irma de seis anos contos eroticosContos eroticos seios vermelhos tio e sobrinhacontos pornos fui estuprado na adolescência e gosteiconto erotico sobrinhaconto fudi minha sobrinha de onze nos gostosacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos comi minha cunhada no seu aniversário