Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA GAROTINHA

A muito tempo vinha eu tentando conduzir minha garotinha (esposa) a participar de um sexo a três, quatro ou mesmo uma festa. Porem moça de interior com ar de dona de casa jamais aceitou e falou que aquilo seria um sonho que eu jamais iria realizar. Mas o sonho dela era ver um sexo ao vivo igual a esses de filmes pornograficos. Fiz então o que ela queria e em uma linda noite a levei a uma boate na cidade práxima e apás o espetaculo pude perceber que ela estava muito excitada, mas fiz de conta que não percebi, no caminho pra casa passamos em uma choparia e começamos a tomar umas e outras e quando já estavamos indo embora aparece um rapaz nos pedindo carona. Apesar de não podermos confiar hoje em dia nas pessoas olhei pra minha esposa e ela achou que nada poderia acontecer de mal, pois o garçon alegou que conhecia o rapaz. Saimos então da choparia e o rapaz se apresentou como Roberto, sentou no banco de traz e começou a conversa com a gente entre os bancos. Parei o carro em um posto de gasolina alegando uma ligação e fui até um telefone publico, fiquei observando que Roberto afastou-se e encostou no banco trazeiro, mandei então uma mensagem para o celular de minha esposa com o texto "passa para o banco de traz e seja feliz, pois ti amo muito". Quando voltei para o veículo e começamos a sair o telefone dela recebe a mensagem e então, pra meu contentamento e até sei lá o que, pois o tesão já subia cerebro a fora, ela pede para que eu pare o carro no acostamento, me da um beijo e com infantilidade ela fala "não conta jamais pra ninguem", dei um sorriso de felicidade ela me deu outro beijo bem gostoso e falou não sei se vou me sair bem, mas vou fazer o possível principalmente por você. Ela então pergunta do lado de fora do carro pra Roberto se pode entrar, ele sem entender o que se passava afastou para o canto e ela sentou-se, os dois ficaram timidos e calados, aumentei um pouco o som do carro colocando uma musica bem suave e gostosa da Roxete. Roberto percebeu o que estava acontecendo e falou! nunca fiz isso mas gostaria muito, continuei dirigindo e olhando pelo retrovisor o que acontecia no banco de traz do carro. Ela o beijou no pescoço passando a lingua, ele logo de imediato retirou sua camiseta ficando apenas de calça, com um volume enorme. Ele pegou ela e a beijou quase que a força, ela não queria temendo que eu poderia ficar com ciumes ou coisa parecida. Continuei dirigindo, ele começou a tirar a roupa dela deixando-a completamente nua no banco do carro, com os peitos durinhos e suas perninhas grossas a mostra, além de ser muito linda de rosto. Roberto, diante daquele pequeno monumento de apenas 1,55m de altura ficou louco. Ele desceu a calça até os pés e acomodou-se no meio do banco, momento em que pedi para que eles acendessem a luz interna, fiquei de cara com o tamanho do instrumento minha garotinha mais ainda, ela então colocou um terço do menino na boca, passando a lambe-lo fervorosamente e punhetando aquela enorme peça. Acostumada com apenas 15cm ela ficou nervosa pude perceber mais tentou encarar assim mesmo. Depois de muito tempo chupando e sem querer largar. Roberto, percebeu o que acontecia e então meio descontrolado a puxou para cima e a abraçando começou a tentar penetra-la, ela não resistia e se entregava mas a medida que o instrumento entrava ela gritava, sendo seus gritos abafados por beijos de Roberto e pelo som do carro que eu havia aumentado um pouco mais, ficando apenas seus gemidos e seu choro. Pensei em interfir mais o que fiz mesmo foi parar o carro e começar a tocar uma punheta, me virando para traz e percebendo realmente o quanto era grande aquele instrumento. Que Roberto já louco e percebendo que iria gozar retirou o enorme e afastou para o canto do banco e colocou ela então para engolir seu mastro que já começava a gozar, me avisando que estava com o dedo enfiado no cuzinho dela, ela então fez uma coisa que jamais tinha visto, engoliu todo o leite derramado. Roberto, passou a dar uns tapinhas na cara dela e de chama-la de safadinha, ela é logico ainda com aquela torre boca adentro. Resolvi sair com o carro, e os dois se vestiram e chegando na avenida principal Roberto desceu e deu um beijo e um tchazinho para ela esquecendo da minha pessoa que estava dirigindo. Ela desceu e passou para o banco da frente e falou "o que você achou?" deu um sorriso e disse coisa de cinema, ela me disse adorei, so não gostei dos beijos. Mais uma vez ela me surpreende dizendo estou com um cartão dele e vamos sair mais uma vez nás três, sá que quero você também e quero uma penetração dupla, foi quando passamos por baixo de um poste e pude ver que seu rosto ainda estava todo melado, corrir pra casa e antes que ela tomasse banho pedi um boquete igualzinho e ela não se fez de rogada chupando meu pequeno mestre e quando comecei a gozar retirei de sua boca e terminei de lhe sujar a face, ela deu um sorrozinho e foi pro banho, que loucura, agora estou esperando ela fazer o novo contato com Roberto para que eu possa narrar pra voces a nossa práxima aventura. JB

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos com pedreirosesposa perdeu a aposta contoscontos eróticos na saída do paredão comendo c* virgemtia tchuca faz o movimento no piruNo motel os dois cabaços das duas amigas da minha filha conto eroticofilme pornô minha prima gravata preta para mimeu e minha tia no banheirocontos eroticos comendo cu da tia com primo e tiocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos mulher da na frente dos filhoscontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos com o genrodando pro genro. contos eróticoscontos de sexo com animais rasgando com forçaconto erotico ele mentiu falou que era pomada mais era vaselinaconto nao queria mais dar mas o negaocomeuviado dando o rabo desfasandominha sogra deu o cu para o cachorro contoSo sadomasoquismo com maridos ciumentos contos eroticoscontos encoxadafraguei minha mulher m traindo curitibacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos briguei com o marido dei pra outrocontos gozei depilando o penisgarotinha contos eróticosbumbuns empinados grande com rolas animis tracandoa menina me fez gozar contoContos eroticos cinemacontos eroticos incesto ensinei minha filha fuderContos gay fui mulher de um coroacontos gay treinadorcontos eróticos com minha cunhadinha ainda bbconto depravadatrepo com a enteada dormindocontos eróticos cdzinhacontos sodomizada por dinheiroContos de mae de amigos sem calcinhacontos eróticos gravou tia dando pra doisContos mulher coloca silicone no peito e marido vira cornocomo virei escravinha gayconto erotico cornocontos eróticos de mulheres casadas tirando a virgindade da sobrinha bucetudaconto erotico facilitei para fuderem minha mulhercontos eroticos me encostou na paredecontos minha irmãzinha tinha mania de sentar no meu colocontos linguada homemcontos esposa dando pro pedreiro na reforma de casa sem o marido safada reaiscontos eroticos cornoscontos eroticos pequeninaprofessor comendo minha esposa mulata no motelcontos eróticos fui Penha a força por doiscontos eroticos o cachorro me fudeeu dentro do canilcomo e que aimha vagina abre na hora do sexo?meu sobrinho gordinho e gay tetudosobrinho mandando ve no cu da tia contosContos eroticos no dia do meu crisma fudi contos minha irmã cuzudatirei o cabaço do meu irmaowww.finhinhas.pornputinha desde novinha sacaneadaconto erótico gay com estupro e muito sangueprono irmão comeno a irman branquinho cabelo pretoContos eroticos teens gay no banho com meu paiconto erotico fui no pagode e comi um travestiConto erotico contando minhas tranzas para meu pai e acabou me comendoComi minhas afilhadas parte 2contos etoticostesudas contobucetas encharcada de babaComtos mae e filha fodidas pelos amigos do paiConto sogra magrelinha gosta de orgiaNo cu da minha namorada amigo contos relatos