Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BRINCANDO DE BONECA, MAMANDO DE VERDADE!

Sempre fui muito ingênua nesses lances de sexo. Brinquei de boneca até aos 19 com a minha prima Luisa. Nás morávamos longe uma da outra e nas férias passávamos juntas. Por ser muito tímida, não tinha muitas amizades, nem na escola e nem onde morava, por isso era muito apegada a minha prima. Luisa era dois anos mais velha do que eu, tinha um corpo bem desenvolvido, um peito de fazer inveja! Eu na época não tinha muito corpo, magra e com cara de menina. Lembro-me que na nossa infância Luisa falava de namoradinhos que tinha e o que deixava os meninos fazer com ela, eu horrorizada, achava tudo muito nojento. Certa vez, já mocinha, Luisa veio passar as férias comigo e assim que chegou foi logo me puxando pelo braço para brincarmos de boneca. Ouvi minha mãe falar "tão grande e ainda brincando de boneca!" Minha tia defendeu-nos: "Deixa as meninas aproveitarem a infância". Até hoje me lembro dessas palavras da minha tia, coitada, nem imaginava que tipo de "brincadeiras" aconteciam naquele quarto! Assim que Luisa me puxou, entramos no quarto e sem a menor cerimônia trancou a porta. Fui logo pegando a minha boneca preferida, Luisa disse que não precisaríamos da boneca porque eu seria a sua boneca. Claro que havia más intenções nessa proposta, mas na época nem me liguei nisso. Deitou na cama, levantou a blusa, seus seios enormes saltaram empinados diante de mim. Fiquei impressionada com o tamanho deles. Luisa puxou minha cabeça para que eu mamasse nela como fazíamos com as nossas bonecas. Meio sem jeito meti a boca em seus mamilos duros, chupei com força, ela baixinho gemia. Afastou minha cabeça e disse que eu deveria passar a língua por cima dos seus biquinhos e depois sugar com força. Fiz isso e ela se contorceu toda. Perguntei se doía, já que ela gemia tanto. Luisa riu gostosamente, disse que a brincadeira agora ia ficar melhor. Levantou-se da cama, pegou sua mochila e tirou dela um embrulho de papel amassado. Disse que agora brincaríamos de bichinhos e eu seria sua cachorrinha. Desembrulhou uma caixinha de leite condensado já aberta, tirou o short e a calcinha, deitou na cama, abriu bem as pernas e lambuzou a xoxota com leite condensado. Eu era a cachorrinha e deveria lamber tudo. Meti a boca e quase de uma vez sá chupei todo leite, mas ela zangada disse que teria que ser devagar, lamber primeiro e depois chupar. Passei a língua sobre seu grelinho já inchado de tesão e fui chupando onde havia leite condensado. Ela pressionava minha cabeça contra sua xoxota, rebolava na minha cara e dizia que eu deveria enfiar a língua dentro do seu buraquinho. Enfiei e ela se tremeu toda, com mais força segurou minha cabeça e disse que eu deveria engolir um outro leitinho que sairia da sua xoxota. Eu com a cara quase toda enfiada dentro dela, senti algo mal cheiroso e de gosto horrível descendo pela minha boca. Quis tirar a boca, mas ela segurou firmemente minha cabeça e gozou na minha boca. Cuspi tudo e tentei limpar a boca com a mão. Não queria mais brincar daquilo. Ela carinhosamente me deu o restinho do leite condensado para beber, o que tiraria o gosto amargo na boca. Me fez tirar a roupa e disse que seríamos papai e mamãe. Deitou-me na cama e por cima de mim ficou se roçando, senti algo gostoso nesse roça-roça e meti a boca nos seus seios. Foi instintivo, ela ria e se esfregava ainda mais em mim. Meteu um dos dedos dentro da minha xoxota e eu é que passei a me contorcer. Chupou meus seios miúdos, ainda em desenvolvimento, desceu sua língua pelo meu corpo magro, chupou minha xoxota com uma agilidade que ainda hoje desconheço. Nesse momento tive meu primeiro orgasmo, uma sensação gostosa explodia em mim. Descobri as delícias do sexo e passamos a "brincar de boneca" mais vezes. Dois anos depois, eu já com 19 anos e Luisa com 19 já fazíamos loucuras dentro do quarto, sá que dessa vez com vibradores.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


historias de sexo de mulheres casadas que gosta de ver o marido emrrabadofome conto héterocontos erotico fui concertar s torneira da vizinhacontos erotico traindo maridocojtos erotigos com fotos apimentantes isso me deica chupar sua buceta e rebola na minha caraContos eroticos Mamãe putacontos eroticos anal iniciando minha filhinhapatricinha porteiro conto eroticoDesenho porno pai bota filhar pra domir i fode ela todinharcontos de putas estradacontos com mamae na fazendaporn contos eroticos esposa escrava gangbangcontos eróticos de lésbicas submissa a vizinha mandona estou comendo a donaContos eroticos comadreComendo a mulher do amigo contostransa ariscadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteDesenho porno pai bota filhar pra domir i fode ela todinharmeu filho me comeume realizando com travestifoi buscar a cunhada para a festa e meteu gostoso nelavideo porno os peões da minha fazendo me foderamenteada novinha conto eroticocont erot calcinha floxa da meninagozando no chinelinho da novinha contosTravesti fode duas coroas safadas na idade de 55 anosvistorias eroticas de zoofiliacontos eroticos rasgandoconto incesto cunhadameu filho meu machocontos eroticos meu tio juniorcomi o padrecontos gays ordenhando papaiquero ver no boa f*** de mulheres com shortinho todo enfiado no raboCONTO DEPRAVADAconto erótico meu genro me transformou em p***contos eroticos de encoxadascontos eroticos mamãe apanhandoeu conto sou casada meu cunhado me pegou a focatrepo com a enteada dormindoputinha desde novinha sacaneadacontos bdsm gosto de levar chutes na bucetacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de corno com pedreiros negros hiper dotados e jumentoscontos.de.velha.crente.taradaconto erótico homem castradoConto erotico meu cachorro taradocontos eróticos minha namorada e amigo no banheiro juntosvídeos de porno primeira vez dando cu ela chora fico Duda ora tirando pau do cu fica porno a maumulheres peladas encostada no pe de cocominhaxaninhaardeucontos minha cunhada puta na praia com sua irma com fil dental e eu passei a mao nelas duasconto gang bang com crentemimi apaixonei pelo novinho de pau grande contos gaycontos eroticos homens que usam calcinhaContos eróticos exclusivamente entre mãe e filhocontos eróticos comi o bundao da sograchupando pintaooocontos dormi de fio dental e me ferreicontos arrombei mãenamorado enfiando a mao na buchete da namorada safadacontos eróticos minha esposa em sabe quem enrabou elavidios de zoofilias mostra homem acariciando uma jumenta com a mão na buceta delacontos sou bem fudidao militar tirou minha virgidade contosMinha sogra me pergunto se eu deichava ela chupa no meu penistraveco dominando e excitando macho em banheiro, contos com fotoshistorias de sexo de mulheres casadas que gosta de ver o marido emrrabadoquero ver no boa f*** de mulheres com shortinho todo enfiado no raboMelhor transa contosminha mulher explorando meu cu contocontos lesbic de patroas seduz secretaria para um transa lesbxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa gozado dretro da boceta delaContos rasga o cu filhinhaesposa bebada contos eroticoscontos anal tio dotado tirou avirconto erotico fraldario do mercadonovinha transando pela primeira vez e goza muito de queixominha mulher alargou meu cu contocomto erotico comeno mulher do meu filhocontos tiachupa rolacontos gays sendo o viadinhos dos adultos que me humilhavamconto noiva liberada no carnavalSou casada fui pra um acampamento com os colegas a amigas so rou surubacontos eróticos dalifui dominado pela esposa contosConto erotico tudo por meu filhoContos.eroticos traindo marido na.sala ao ladovideos insesto no cusinho nao engravifacontos eroticos de travestis fudendo o tioContos erotico amei a fantasia de meu marido mim fode com a pica dele e um penes de boracha