Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MEU PRIMO RICARDO - ADOLESCENCIA

No conto anterior relatei das brincadeiras safadas com meu primo Ricardo. Tudo seguia em paz, com agente sempre acrescentando alguma pequena novidade como se beijar na boca, trocar balas enquanto se beijava, faziamos troca troca na surdina dentro da piscina do clube e passamos també a fazer boquete. O Ricardo sempre teve o pinto muito pequeno, quando batia punheta nele eu so usava os dedos polegar, indicador e medio e o meu, apesar de nao ser nenhum monumento era bem maior que o dele; enquanto criança isso nao fazia diferença entre a gente e eu ate me sentia em desvantagem, porque sempre senti aquela pontinha dentro do meu cu, enquanto meu pau nunca conseguia entrar no cuzinho dele. Por volata dos 19 anos eu comecei a crescer mais rapido, alguns pentelhos foram surgindo, meu saco foi ficando mais cheio e o pau começou a crescer, evidenciando mais ainda a diferença de tamanho em relação ao do Ricardo que permanecia com o corpinho infantil. Eu era tarado nele e nao me iportva nem um pouco com aquilo, mas pra ele fazia diferença. Não queria mais que eu pegasse no pau dele, depois nao queria mais ficar nú na minh frente e mesmo se encoxar de roupa sá com muita insistencia vez por outra eu conseguia. Eu nao sabia mais oq fazer pra continur brincando com ele. Algum tempo depois, nás já estavamos com 19 anos, ganhei da minha mãe uma barra grande de chocolate Galak; logo me lembrei do Ricardo, que eu sbia que adorava aquele chocoalte e com quem normalmente eu saborearia aquela delicia até algum tempo atras.

Esperei ficar sozinho em casa, levei ele até o meu quarto e lá estava a barra de chocolate em cima da minha cama. Ele correu até la e me pediu um pedaço; eu falei que seria toda dele, mas sá depois da nossa despedida. Ele ficou exitante, pensativo, eu me aproximei, peguei sua mão e encostei no meu pau já duro por cima do calção. Ele concordou entao com a cabeça, eu o abracei, nás nos beijamos, mas ele logo se virou, evitando maior contato entre nosos paus. BAixou o calçao e a cueca e esperou que eu o encoasse, como faziamos quando eramos crianças... Mas eu quera mais; queria sentir meu pau dentro dele, como nunca conseguira antes. Baixei entao seu calçao e cueca até os pés e pedi pra ele deitar com o peito e a barriga na cama. Assim ele fez, ficndo com os pes tocando o chão, as pernas pendendo da cama, os joelhos afastados e alí na minha frente sua bunda completamente expost pra mim. Tirei toda a minha roupa, me ajoelhei diante daquele coloço de bunda, afastei com os polegares suas nadegas e imaginando que seria aquela a ultima vez, dei atençao a todos os detalhes daquele anelzinho ainda sem pelos, rosado; cheirei, beijei sua bunda, lambi todo o seu rego varias vezes e me concentrei especialmente naquele botaozinho saboroo e extramente excitante. Me posicionei, pedi pra ele abrir a bunda com suas maos, encostei a ponta ensopada de cuspe, ele se contraiu, mandei ele relaxar enquanto forçava a cabeça contra suas pregas ainda tensas. Na posiçao em que estava podia asistir àquele espetaculo maravilhoso: meu pau aos poucos penetrando, a pele da cabeça se retraindo e aquele anelzinho apertdo que lentmente se dilatava. Ele falou que tava doendo, pediu pr aeu tirar, tentou se levantar apoiando os pes no chao e elevando o quadril, o que fez foi que meu pau penetrsse ainda mais na sua bunda bunda. Ele voutou a posiçao inicial, eu me deitei meu corpo sobre o dele e senti meu saco encostar finalmente na sua bunda... estava todo lá dentro. Acariciei e beijei suas costas e comecei a movimentar lentamente, sentindo o pau quase sair e enterrar de volta. Passei a bombar mais e mais forte, urrava de prazer ao seu ouvido, até explodir de gozo, jorrando toda minha porra dentro daquele homenzinho que ele nem imaginava o quanto eu amava. Saí de cima dele, me deitei na cama de barriga pra baixo, deixndo minha bunda a sua disposição. Ele se levantou, vestiu~se apressado, pegou a barra de chocolate e saiu.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto zoofilia novinha e os cachorros Minas Geraiscontos de coroa com novinhosexo brasileiro com irmazinha gostosa na hora da malhaçaoconto senhora safadafuncionaria mostrou os seios conto pornotou tardainha pra um me xuparcomtos arrobadacontos erotico fui pozar na casa da minha irma casada e comi seu cuzinhocontos eroticos- paguei minha filha pra cheirar sua calcinhacontos eroticos arrombando a gordacom a spgra e a esposa nudismoporno gay interracial com macaquinho gulosocontos eroticos fodi minhas enteada gemeasconto erótico escondidomeu padrinho quer transar comigoContos eroticos vendidacontos tia gostosaa ai delicia ai vai vaicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de foder empregadacontos eroticos de meninas que ja perdram a virgindadeeu sem querer transei com meu sobrinho contos eróticoContos eróticos curtos de cachorro lambendo a buceta da vócontos eroticos solteira vendidacontos eroticos cdzinha quando era menino me vesti de menina e marquei pra dar eu queria ser meninaconto erotico incesto dominando irma e maeeu menino e meus três primosvvidos de muler co casoro. fudemocorno safada do Pará corto eróticospapai reformo a casa eu novinha e gordinha dei pros pedreiro a força contosmeu primo e minha amiga contos eróticosconto erótico homem castradoconto de sexo Fodeno minha irma e minha maeminha mulher enlouqueceu com a piroca enorme do negaofui acordar o sogro pauzudoquase matei amiga da minha mae contosgarotinho teen gemendo no pau e rebolando gostosocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemulheres que estejam dispostas a fazer zoofilia que mora no Rio Grande do Sulcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos tio belicao nos seios contos de incestos quebrei a pernacontos eróticos de mulheres casadas q já treparam com travesticonto gay meu amigo chupou um cacete para fumar crackCacetudos batendo punheta no alimentosContos eroticos levei de um activo negroConto safada novinha anosfinalmente contou quando chupar pau do ex delaScu do sobrinho menor contos eróticosver contos eroticos de empresários comendo o cu de.funcionárioscontos sadomasoquismo extremocontos erotico de jornalista sendo errabada na academianetinha de sainha sentando no paucontos eroticos arrombando a gordaminha mulher para transar logo Ricardo que eu quero verpau pulsou na bocanão perdoei a gostosa contosContos eroticos galeracontos prima novinha dando cuzinho de surpresacontos erodicos cunhadinha chupadeira de porranoiva fabiana cu pra 5Contos eroticos eu paguei pra fuder a minha sobrinha casadacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos/virgens estuprada pelo padrinhocontos betinha vendo irma fodendovelho tarado contos eroticos de incestoContos eróticos arrombei a linda noiva santinha do meu vizinho ciumentoxxvideos porno ci ru filo etupa a mae no crato bazilelodeixa eu botar meu pau na sua bandeirinha conto eróticocontos comi a colega da minha prima a martinha.emtiada fas sexo e masseje em padratofoto dabundona da tiaContos eroticos a vizinha feiatanguinha suja contos eroticoscontos eroticos de quata feira de cinzaconto erotico comendo mae do analamigocontos eroticos esposas arrependidassou puta do meu cachorro