Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SIMPLESMENTE NORA

Olá, meu nome é Nora, hoje tenho quase 60 anos. Mas o que vou narrar começou a acontecer comigo quando ainda tinha 45 anos. Sempre procurei me cuidar, mesmo sendo mãe de 5 filhos. Sou gordinha, 1.60m, 80Kg, bunda grande, pernas grossas, seios médios, morena clara, típica beleza de Belém do Pará. Na época era casada, mas vivia muito mal com meu marido, pois o mesmo bebia muito, do tipo de cair na rua, e quando chegava de porre me tratava mal e muitas vezes chegando a me bater. Mesmo assim levamos nossas vidas e eu sempre sonhando com uma virada de vida que pudesse me dar um modo de viver melhor. Meu filho mais velho, então com 19 anos, acabava de entrar pra vida militar, como soldado da FAB. Foi quando conheci aquele que viria a ser minha maior alegria na vida, justamente quem eu menos esperava, Luís, o colega de farda do meu filho. Luís é do interior do Pará, e veio pra capital, pra trabalhar e fazer a vida e ingressou na mesma turma de recruta de meu filho. Entre os dois nasceu uma amizade típica de irmãos, com Luís passando a conviver conosco de modo esporádico. Ele pouco conversava, era bastante reservado, mas volta-e-meia eu o pegava me olhando. O pouco que conversávamos me mostrou o quanto ele era inteligente, observador e discreto. Um dia ele me perguntou, sem mais nem menos, por que, eu, uma mulher tão legal, vivia a vida que eu vivia com meu marido. Fiquei sem graça e perguntei o porquê da pergunta, e ele me disse: - mulher como a senhora, tem que ser desejado todos os dias e todos os momentos. Confesso que fui pega de surpresa, não imaginava que ainda causava algum tipo frisson, ainda mais num garoto com idade de ser meu filho. Ele dizia isso me olhando nos olhos. Fiquei boba, mas mantive a postura. Disse para que parasse com essa besteira e que fosse procurar alguém da sua idade. E ele me respondeu que o tempo daria a resposta que eu procurava. Depois disso, nunca mais tocamos no assunto e seguimos nossas vidas. Pouco tempo depois ele foi transferido pra servir em outra cidade, sá voltando à Belém dois anos depois.

Nesse espaço de tempo, meu filho casou com a Elisa e eu me separei de meu marido e fui morar com meu filho, que cansado de me ver sofrer nas mãos de meu marido, me convidou pra morar com ele. Quando Luís voltou a Belém, veio morar na casa do meu filho. Quando soube disso, fiquei imaginando mil coisas: como ele estaria, se tinha casado, se tinha namorada, se ainda lembrava de mim, eu mais parecia uma adolescente. Quando ele chegou, vi que não tinha mudado muito, continuava do mesmo jeito, sá que tinha ficado mais forte. Quando ele me abraçou e me beijou no pescoço, senti um arrepio delicioso. Naquele dia, senti seu olhar em cima de mim o tempo todo. Ele estava mais safado, mais gostoso e isso estava me deixando doida de tesão.

Ficamos nos paquerando por uma semana. Ele me contou que estava sá e sem nenhuma namoradinha. Falou que eu estava mais gostosa que antes e que esse dois anos sá tinham feito bem pra mim. Eu ouvia isso todos os dias, e meu tesão nele sá aumentava. Então, no sábado seguinte e não mais resistindo a tanto desejo, resolvi que naquela noite, depois que meu filho fosse pro quarto dele com a mulher, ele seria meu. Ficamos sá nás dois na sala e ele me pediu que fizesse cafuné nele. Eu estava com um vestido bem fino que ficava um pouco acima do joelho e sem calçinha, afinal tinha vindo pra comer aquele safado. Sentei no sofá onde ele estava e ele deitou sua cabeça no meu colo e eu comecei a fazer carinho em sua cabeça. Estava tão gostoso passar a mão na cabeça dele que nem notei quando ele se virou e ficou com o nariz bem sobre minha buceta, sentindo o cheiro que exalava de minha xana e acariciando minhas pernas, subindo e descendo, chegando cada vez mais perto de minhas coxas e se insinuando por entre elas. Estava perdendo o controle de tudo. Quando ele tocou minha xana, não resisti e me levantei e fui pro meu quarto, estava toda molhadinha. O medo de ser pega por meu filho, na sala com seu amigo, não foi suficiente pra baixar meu tesão, me recompus e voltei pra sala e pedi pra continuar a fazer o cafuné nele. Mas ele foi mais safado e disse que sá seria possível se eu deixasse ele chupar a minha buceta. Nem tive dúvida e ali mesmo, na frente dele, levantei meu vestido até a cintura e sentei no sofá e dessa vez de frente pra ele, que caiu de boca na minha buceta, me fazendo ter o primeiro orgasmo de minha vida. Nunca imaginei o que uma língua tão gostosa como aquela, pudesse fazer o que fez comigo. Parecia que o mundo tinha parado. Fiquei imaginado, quem tinha ensinado ele a chupar uma buceta tão bem. Ele me beijou e seu hálito tinha o sabor de minha buceta, misturado com meu gozo. A impressão que tive, foi que eu passei uma hora chupando aquela boca, sorvendo sua saliva e matando minha sede de carinho.

Fomos pro meu quarto e ali dentro, dei vazão a todo o tesão acumulado. Ele tirou meu vestido e me olhou dos pés a cabeça, me deixando um pouco encabulada. Me deitou na cama e lentamente foi explorando cada parte de mim, me cheirando, beijando, me deixando muito louca. Eu nunca imaginei que pudesse ejacular como homem, mas foi o que fiz em cima dele, tal meu tesão. Depois foi a minha vez de fazer ele feliz. E mostrei a ele o que uma loba faminta como eu pode fazer e me deliciei com seu corpo gostoso, macio, chupei ele todo, e quando cheguei a sua pica descobrir o seu sabor mais gostoso, levando ele a loucura com minha boca sedenta. Quando ele me possuiu com ferocidade, pensei por um momento em meu ex-marido e todas as coisas boas que poderíamos ter vividos juntos. Mas este pensamento passou logo, pois com um garoto me devorando, eu lá ia querer pensar em meu ex. E fodemos muito nessa noite. Parecia que o mundo fosse acabar ali mesmo e aquela seria a última foda da humanidade. Ele queria gozar no meu cu, e eu que nunca tinha dado meu cu nem pro meu marido (porque o corno não gostava de variar nas experiências), não me fiz de rogada e me abri toda pra ele possuir meu rabo. Doeu muito, mas foi muito prazeroso. Me descobrir rebolando em sua pica e sentindo o maior tesão. E ele com a mão direita, fazia uma siririca em mim, me fazendo ter uma das melhores gozadas duplas de minha vida. Ele não aguentou mais e gozou e mim, inundando meu cu com seu leite quentinho e maravilhoso. Ele continuou metendo gostoso em mim e eu pensei que ele fosse parar, mas o filho-da-mãe gostoso não o fez e me colocou na posição do frango assado e continuou a comer meu cu, comigo olhando para ele. Essa visão dele, me deu o maior tesão: eu nunca pensei que pudesse ter tanto prazer na vida. Deus tinha reservado esse momento sá pra mim e eu iria aproveitá-lo até o fim, e foi o que fiz. Ele falou que ia gozar de novo, e disse que o faria em minha boca. Tirou o pau do meu cu e ejaculou seu leito novamente em minha boca. Nunca tinha feito isso. Aliás, tudo com ele, foi como se fosse a minha primeira vez. Dessa vez ele caiu do meu lado e ficamos ali, sá nos beijando, nos tocando, nos conhecendo mais. Naquela noite ele me contou que nunca conseguiu me esquecer e que tinha batido muitas punhetas pensando em mim e que tinha voltado a morar na casa do meu filho, sá pra ficar bem perto de mim, já que agora eu estava separada. Não demorou muito e ele já estava de novo de pau duro procurando minha buceta e meu cu. Nessa noite fomos dormir as 03 da manhã, exaustos de tanto fuder. Ele dormiu entre minhas pernas, sentindo o cheiro de minha buceta. No dia seguinte quase fomos pegos por meu filho, que acorda cedo pra ir trabalhar. Passei da hora de tão deliciada que estava.

Não sei se é certo fazer o que faço, ainda mais na casa do meu filho e acima de tudo com o melhor amigo dele. Porém em se tratando de tesão o meu nuca baixou por ele. Sá de olhar pra ele, eu fico toda molhadinha, com vontade fuder. Passei a ser escrava sexual dele, ele me come todos os dias. Isso já tem mais de 19 anos. meu filho descobriu tudo e ficou uma fera, mas isso eu conto depois...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos vizinha ve vizinho de pau duroComo fazer a mulher se apaixonar pegando a calcinha deladando/o cabaço pro titio conto exitantemilia fudedocontos minha cunhada puta na praia com sua irma com fil dental e eu passei a mao nelas duasconto erotico pastor deseja novinha de pieitos gostos e fartoscache:6FK7RI0T9TcJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_476_eu-e-2-travestis.html contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos papai dormindo bebado eu aproveiteiqueria saber mulher realista metendo muito morena peitudaConto erotico gay rabudo dou de calcinha pra coroasContos eroticoss adoro trepar sem camisinha3amigo chupa paus amigoscontos eroticos de comi a bunda da mae da minha amigacontos eroticos incestos primeiro foi o meu irmão agora e meu paipiercing no mamilo da priminhacontos eroticos peguei minha traindo meu no depósitotrai meu marido com um travesticontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico de esposa traindo cornomeu cuzinho desvirginadoConto safado de esposa putaontem eu esfregei o pau no cu da minha tia dormindo e certobaixa vidio caceta de travesti duronaConto erotico amarrada e revezadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos gay-menor de idadecontos eróticos incesto férias com mamãecontos de mae vadia fazendo orgia com o filho e amigosvidio porno u homen gozano na buseta po sema dacasinhapeitos da prima pulando fora da blusa no sexocontos eroticos de maridos brochascontos eroticos transando com a cuhada branquinha da boceta peludacontos erótico me rasgaram mo acampamento Vem vem safado contowww.cu da minha mae contosContos eroticos comi um cuzinho no sequestroconto mae gostosa de biquinetraindo na cadeia conto eróticocontos de atiivo x passivo fodendomulhe sora no pau fudedocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemeu padrasto me arrombou a força até esfolar minha bucetinhacontos erotico molestano amenina na crecheContos Eroticos Chinesa e negãomulheres gostosas bundão empinado com roupa do quartelcontos reais com fotos porno o rabao da minha tiacontos eroticos arrombando a gordaescravizando minha funcionaria conto eroticocontos eroticos de gordo dando o cu pela primeira veza primeira vez com homem casadoenchemos a boceta de porraContos eróticos de Gay Fui Dormir na casa do meu AmigoContos eroticos cofrinho onibusNovinha sou chupadora da escola contoseroticoscontos eroticos brincando escondido infanciacontos de incestos quebrei a pernacontos eroticos fui bem comida feito puta e chingada de vadia com o tio na fazendaquero ver vídeo pornô vários anões bem cafetão bem grosso metendo na naconto ele me comeu pelo buraco da paredeeu com minha pica machucada e ainda comi minha namorada contos eróticoscontos de gay passivo dando pro machocontoseróticos tímida . dormindocontos eróticos tiosafadoContos visitou o culhado na cadeiaLoira ,do,calodinho,de,baixo,dando,cucomi minha amiga crentecontos eroticos de empregadaFudendo com vovo contoseroticoscontos flagrei minha irmã e seu filhoEu tirei o cabaço da buceta da minha filha eu fiz um plano com ela era pra ela arranjar um namorado no colegio dela pra ela levar ele em casa pra ela fazer ele fuder a buceta dela pra ele achar que a buceta dela era cabaço conto eroticocontos eróticos vi ele com pau inchado falou que tinha machucado conto porno alargando a xanasexo e esganaçao