Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA PRIMEIRA VEZ COM 22CM

oi!!! meu nome é JANAINA,tenho hj 23 anos,e na época 18. Sou d familia classe alta,em meu primeiro ano d facu,decidi com minha familia,passar as ferias na fazenda d meu pai,onde ele criava alguns cavalos.Ali naum tinha nada,alem d lagos e matas intensas,ao contrario d minha personalidade d garota da cidade,acostumada ao acedio constante,eu loira olhos verdes, corpo escultural, uma mulher desejada aos 19 anos,adora aquilo,tinha na época um namoradinho e naum tinha o menor desejo d sentilo em mim,buscava pra minha primeira vez,algo q ainda naum conseguia enterpretar. Até o dia q vi ANTONIO,um fiel empregado d meu pai,tipico caipira com tom d voz forte,mas d poucas palavras,morava com sua esposa ANA,em uma pequena casa na fazenda.ANTONIO me chamou a atençao pelo seu porte fisico,cerca d 1.85 d altura, e um porte fisico invejavel,mas até ai tudo bem,até certo dia estar proximo d sua casa e houvir la d dentro gemidos intensos e prazerosos,minha curiosidade falou mais alto,e bem devagar encostei na fresta daquela janela d madeira e comecei a ver ANTONIO. Jamais imaginei q fosse possivel ver pessoalmente oq eu estava vendo,fiquei paralizada naquela janela vendo ANTONIO literalmente fuder sua mulher,estava vendo um animal selvagem,dominando sua presa,ela estava d 4,e ANTONIO a dominava com uma das mãos em seus cabelos,e outra envolvendo sua cintura,e a estocava com firmesa,senti o calor me dominando,e ANTONIO urrava como um selvagem,estava pela primeira vez sentindo um tesão q até então naum conhecia. Ele estava acabando com ela,delacerando a boceta d sua esposa e c via nela a dor junto com o tesão,e eu naum aguentei e comecei a me tocar,sentindo aquele homem dentro d mim,em um certo momento ele tirou seu caralho pra fora e esporreou sua esposa,espalhando seu leite por aquele corpo todo,pela primeira vez tinha visto aquele caralho enorme e grosso,meu tesão éra tanto q gosei como nunca tinha gosado,e meu gemido escapou por impulso,e ANTONIO notou q estava sendo observado.Sai correndo e me escondi em um galpão ao lado,e com minhas pernas tremulas e encharcada com meu mel vaginal,descansei até retomar forças.Naquele dia naum consegui dormir,e minha masturbaçao era intensa,estava decidida q ANTONIO iria me fazer mulher,sabia q aquele matuto iria me encher com sua porra,e providenciei o ciclo d anti-concepicional,pois queria sentir tudo dele.enquanto meu ciclo d um mes naum vinha,eu decidi começar a provocalo,aproveitei o dia q sua esposa fora a cidade,e vesti meu sortinho d coton branco,transparecendo minha calcinha q rachava minha linda e lisa boceta ao meio,minhas coxas bronzeadas com pelinhos dourados ficaram a mostra,junto com minha deliciosa bunda q éra desejada por muitos.Tinha q me conter,estava me ecitando sá d imaginar a provocaçao.Deci até a baia dos cavalos onde estava ANTONIO,e passei por ele e o comprimentei e fiquei d costas olhando os cavalos,dei um tempinho e puxei assunto,mas aquele matuto naum tinha palavras pra dialogar comigo,parecendo timido,mas constatei o volume crescendo em sua calça apertada,ele começou a me sugar com os olhos e senti seu desejo pelo meu corpo,mas ainda naum era hr,tinha q ter calma,depois disso o provoquei por varias vezes,sentindo q ele estava prestes a me pegar a força,e senti um serto medo,as escondidas o vi c basturbando pra mim,clamava por meu nome,dizendo q quando me pegasse acabaria comigo,mas mal sabia ele q eu era virgem. Ate q chega o dia q eu seria arrombada por aquele matuto,meus pais fora pra capital a negocios e voltaria no dia seguinte e me preparei pra deixalo louco pra me comer,fui ao seu encontro no estaleiro,longe d sua mulher, estava com um vestidinho semi transparente com minha mini calcinha enfiada em meus suculentos labios vaginais,ele estava estava preparando o feno dos cavalos quando cheguei do seu lado e comecei a desfilar d um lado a outro,puxando assunto,mas ele sá me ouvia sem palavras,via o suor correr em seu corpo,foi qundo ele me pegou pela cintura com força, e me fiz d vitima dizendo pra parar,mas o medo real tomou conta d mim,ele realmente estava descontrolado,parecendo o mesmo animal selvagem q fodia sua esposa,ele me jogou em meio aquele feno,e rasgou meu vestido e me tocava com sua enorme mão,q corria por todo meu corpo,com uma das mãos ele prendeu meus braços,e começou a mamar em meus seios como um bezerro faminto,comecei a implorar,pedindo calma,e q éra minha primeira vez,mas quanto mais eu emplorava mas o tesão dele aumentava,e então deceu com aqueles labios cernudos em minha boceta virgem colocou a calcinha d lado e começou a me chupar com grande intensidade q parecia sugar meu utero,aquela lingua enorme contornava meu cu,e vi que naum iria escapar d ser arrombada por traz,sua boca me chupou tanto q em seguida enchi sua boca com meu liquido,ele sugava tudo,e sem eu perceber ele estava nú,com aquele caralho enorme e grosso,com cerca d 22cm apontado em minha boca,naum tive como escapar,ele envolveu sua mão em meus cabelos compridos e enterrou em minha boca metade do seu pau,e me empurrava em um vai e vem intenso,comecei a emplorar novamente,foi quando ele arreganhou minhas pernas e me envolveu d modo q naum conseguice escapar,eu naum tinha nenhum controle sobre ele,quando então senti aquela cabeça enorme me penetrando,meu gemido d dor éra intenso,mas queria aquilo dentro d mim,comecei a sentir csda sentimetro daquele caralho me rasgando aos poucos, ate q aquele animal naum aguentou,e enterrou d uma sá vez aquele mastro dentro d mim,comecei a gritar e ele me segurou com força e tapou minha boca,e começou a me estocar com força,e a tortura aumentava a todo momento me arregaçando e sentindo seu saco bater em meu cu,aquele animal me fodia como um cavalo fode uma égua,até q senti a explosão do seu goso dentro d mim,senti minha boceta arrombada c encher d porra,mas ele naum parava e me estocava com vontade,até q ele saiu d dentro d mim,e via sua porra vazando d dentro,junto com o sangue do meu cabaço,foi quando ele me virou d 4 me envolveu em seus braços,e começou com seu caralho a tocar meu cu,naum queria mais aquilo,e tentei sair mas naum adiantava,descontrolado d tesão,aquele selvagem tapou minha boca novamente e sem chance d qualquer reaçao,começou a arrombar minha deliciosa bunda,eu urrava d dor a cada sentimetro q ele entrava,estava tão melada d porra q seu caralho estava entrando com facilidade, meu cú c delacerando e aquele desgraçado urrano d prazer,até q ele entra todo me arrombando d vez,a tortura daquele vai e vem dentro do meu cú estava me matando,até q senti novamente aquela porra quente me enchendo por traz. Ele me comeu cerca d 4 hrs direto,naum tinha um canto do meu corpo q naum tinha a porra daquele macho,naum conseguia me levantar d acabada q eu estava, ele em seguida saiu me deixando sozinha e arrombada. Dias depois ele partiu pra outro estado com sua esposa e nunca mais tive noticias,até hj naum encontrei nenhum homem q me fodece como ANTONIO.





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos papai to com vontaderapas casado efiamdo a banana no vucontos eroticos arrombando a gordamenor violou a mae gorda fodeu conto eroticoEstuprada pelos cachorros contos eroticoscontos eroticos estourando a bucetinha minusculaporno com tio acorda subrimha pra fufet com eleesposa bebada contos eroticosmeninha fata zofolia buntuda sexoTraicao minha namorada safada vendo pinto dele contosputa entra em desepero ao gozar esegerada mentecontos eroticos gay meu tio de dezenove anos me enrabou dormindo quando eu tinha dez anosrelatos de comadre dando a buceta pro compAdreesfrega esfrega na bunda da minha cunhada no ônibus lotadoporno tia dando bronca e caiu nas labia delecontos eróticos na roça com minha maecontos eroticos olhano meu marido jogando trucominha esposa tem 1.60cm d bunda enorme contosmeu pai olhava pelo buraco na parede do quarto dele pro meu e se masturbavahomens com pau instigantetravesti pito duro gozanoeu estou transando com a minha primacontos eróticos de prima e irmãcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteEu morava sozinho na cidade a filha do meu amigo ela veio do interior pra ela ser minha empregada conto eroticoConto de cadelinha depósito de porra dos machos no barhttp://contos hetero piscinasubindo na escada de saia para ajuda pintor pornocontos eroticos arrombando a gordacontos minha irmã minha putavem putinha vou te esfolar vadiazinha contoconto eroticos comendo a irma de perna quebradapiru com pircen gosa na caracontos eróticos comeram meu cu o onibus lotado com meu marido do lado e não viucontos eroticos entre filha e pai encoxando dentro do onibus cheiowww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idadecontos eroticos de quata feira de cinzacontos eroticos papai fudendo a filhaContoseroticosjogadoracontos gay papaicontos encoxadacontos eroticos Araguainaconto grelo assanhadoconto vovó e sua anacondaconto banho com a namorada na academiacontos eroticos gay ele bem novinho ja usava calcinha e dormia de camisolavou ponha ela no coichoucontos eroticos vozinhas sendo curradascontos porno eu e minha mulher curradoscontos nao tinha camisinhaContos eroticos o marido gostoso da primavidio porno corno mulher da em cima do jsrdineiro e empregada ver e participaconto gay lycraVideo de uma mulher dansando de causinha verde entrandomeu pai comeu meu cuzinho dedo do carrocontos eróticos comendo a minha filha caçula na viacontos eroticos vi minha esposa me traindoconto porn insetuosocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos gays , o pai do meu amigo , meu primeiro acho adultoporn contos eroticos casada escravizadaconto de dei meu cu e não aguentei a pica grande delecontos eroticos de cornos inocentescontos a novinha comadre carentecontos de coroa com novinhochupando os peito da profesora dos peitos mai empi nado do mundoconto viúva fogosaconto erotico mulher fodendo com varios vizinhoscontos eroticos arrombando a gordacontos de zoofilia de itucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterelatos eroticos minha sobrinha Joanafiquei de bruço o negao se aproveitoumeu cu ficou rasgado e sangrando contoscontos minha esposa virgem na bundinhaincesto com a titia praser abesoluto contos contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos filha se fode pra aguentar a geba do pai no cucontos eroticos de oncesto de sogra com derrometia na minha mae, contocontos eroticos arrombando a gordaimcestos minha filha novinha cabacinho quiz fuder compapai vcontos dei pro meu velho tioleitinho no copo. contoscontos eroticos de quata feira de cinzacafetao metendo na minha filha conto eroticosvirei puto do vovo conto gay buceta de cajaraeu sou de bauru sou casada e gosto de encoxadas nos onibus chortinho q deixa as magrasgostosasFilha da puta comeu meu cu contoIncesto com meu irmao casado eu confessosocando fundo no rabo da sogra chifreiraconto gay sou macho me encoxaramwww.contos eroticosmeu pai me fazendo carinhocontoso tecnico em informatica me comeubunda grandíssima bia cadela contoscontos eroticos assaltocontos negao limpando quintal da casada