Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O ADVOGADO

Comecei a trabalhar no escritário de advocacia logo apás o inicio na faculdade de direito. Um amigo me indicou e passei a ser estagiário em tempo integral. No começo tudo foi novidade, muitos cádigos e palavras que não eram do meu dia a dia foram se introduzindo em meu vocabulário. Foi uma verdadeira tempestade cerebral, mas foi muito apaixonante. No inicio trabalhei com uma advogada que sá cuidava da área trabalhista e fiquei com ela durante 6 meses. Depois fui designado para ser assistente do Dr. Paulo, um advogado muito experiente e profundo conhecedor do direito. No inicio ele não se aproximou muito, era pouco extrovertido, sá me procurava apenas quando precisava de algo. Como ele costumava fazer serão todas as noites, acabei ficando mais práximo pois somente eu e ele ficávamos no escritário. Me ensinou muitas coisas e acabamos nos tornando amigos. Me contou que foi casado por 19 anos, tinha duas filhas que era a paixão da vida dele. Mas sua esposa também advogada era muito fria e o casamento acabou e se tornaram grandes amigos. Confidenciou que saia com algumas mulheres mas não queria mais compromissos com ninguém. Numa quinta-feira ficamos trabalhando até as 19 da noite. Fechamos o escritário e fomos em direção ao estacionamento. Estava me dirigindo ao meu carro e o Dr. Paulo me perguntou se não queria tomar alguma coisa pois ele estava muito ligado no processo que ficamos trabalhando e queria dar uma espairecida e beber sozinho não era o que ele desejava. Combinamos de ir até um barzinho na vila madalena muito bacana e fomos cada um no seu carro. Não sou motorista habilidoso então ando muito devagar. Ele chegou antes e escolheu uma mesa nos fundos. Já estava com uma tequila na mesa e um balde com gelo e duas cervejas.

Bebemos um pouco, conversamos sobre as coisas banais trocamos algumas impressões sobre sexo, amizade e relacionamentos. Expliquei a ele que embora tivesse me relacionado com muitas mulheres eu preferia assumir que era bissexual pois também experimentei alguns relacionamentos homossexuais e fui muito feliz. Já era mais de 2 da manhã e resolvi ir embora, o que foi prontamente compreendido por dr. Paulo. Saimos e fomos cada um para seu carro. Estava quase dando partida e ele bate no meu vidro me pedindo para abaixar e me disse:

- Olha Mauricio, sei que pode achar estranho mas gostei muito da nossa conversa. Senti em você muito companherismo e afinidade. Não gostaria de ir pra minha casa e passar a noite lá. Assim conversamos mais.

Ele ficou muito nervoso ao dizer isso, mas foi bacana porque também gostei. Concordei e fomos pra casa dele, um grande apartamento em perdizes.Muito bom gosto a decoração, dois quartos e uma cozinha americana. Ao fechar a porta ele não aguentou e pediu para abraçá-lo. Foi muito intenso. Nos abraçamos e nos beijamos muito. Muitas chupadas no pescoço, mordidas nos mamilos, abraços e mais beijos. Não aguentamos e tiramos nossas roupas na sala mesmo, ficando apenas de cuecas. Ajoelhei e abaixei sua cueca, seu cacete estava inchado, grosso e suplicando para ser chupado. Não resisti e engoli inteiro, chupando o corpo inteiro, da cabeça até as bolas, que por sinal muito bonitas. Fiquei mamando por um bom tempo, uma delicia, virei ele de costas e mordi sua bunda que por sinal muito peluda, deixei ele molhado, suculento. Voltei a chupar o membro rígido e instantes ele começou a se contrair e gozou forte em meu peito peludo. Caiu de joelhos e me beijou muito forte. Com uma das mãos ele pegou no meu cacete e me punhetou forte, como estava excitado em pouco tempo gozei em sua mão. Ele pegou meu esperma e passou na boca dele, esfregou no rosto e depois nos beijamos. Ficamos deitado no sofá por uns 20 minutos, fomos ao banho juntos de mãos dadas, e tomamos uma ducha abraçados. Não tivemos mais nada naquela noite. De manha levantei e fui embora para minha casa trocar de roupa e retornar ao escritário as 09 da manhã. Foi muito estranho nossas trocas de olhares durante o dia. Eu o evitei e ele fez o mesmo. No final do dia estava indo embora no horário normal, fui a sala dele e disse que já estava indo embora. Ele falou que tudo bem secamente, mas senti o olhar estranho.

Nem deu tempo de chegar no estacionamento e o celular toca, era ele. Mauricio, por favor você pode ir pra minha casa hoje? Estou indo pra lá daqui a pouco e já avisei a portaria para entregar uma copia da chave pra você.

Nem pensei duas vezes, fui direto pra lá. Cheguei, fui tomar um banho, já me achei bem a vontade. Fiquei somente de toalha e fui até a geladeira e peguei uma cerveja. Ele chegou neste momento e ao me ver sá de tolha ficou com os olhos úmidos. Veio em minha direção, me abraçou forte, me beijou e me levou a sua suíte. Ele foi tomar uma ducha e voltou pelado, que corpo lindo, um pouco de peso acima do normal, mas lindo. De cacete duro, veio em minha direção e me catou de jeito, introduziu seu cacete em minha boca que prontamente chupei muito, lambi suas bolas, deixei louco de tesão. Mordi sua bunda peluda, e avancei, passei a língua em seu cuzinho, ele ficou louco, urrava de tesão e ao mesmo tempo eu o punhetava. Ele não aguentou e pediu, por favor me possua hoje quero sentir tudo. Me levantei peguei uma camisinha em minhas roupas e introduzi meu cacete em sua bunda. Ele gritava de dor, mas pedia para não parar. Bombei ele ele durante um bom tempo, ele gozou mas eu não parei, ele implorou para não parar. E continuei bombando até explodir dentro dele. Cai em cima dele e nos abraçamos. 20 minutos depois comecei a bulinar seu cacete que acordou forte e cai de boca, mamando com sofreguidão até ele ficar rígido como um poste. Chupei muito até que ele não aguentou e gozou e minha boca, quase engasguei mas foi muito bom.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos rola babonaconto erótico meu genro me transformou em p***Conto erótico pausudo capixabacontos eróticos levei meu filho para a praia de nudismo so para ver o pau delemulheres lindas de cornos na minha casacontos eroticos mulhersibha do papaiconto lesbico tia iniciando a sobrinhacaminhoneiro meteu em mimcontos de sexo chupadascontos. chupou pela primeira vez um machohome subimisso bebi xixi da rainha contos de i****** aprendemos a fazer sexo em casaContos com cuzinhos rosadosvideo porno de sogra chama o genro para sua casa par dar par eletirei o cabaço da minha tiacontos eroticos no cinemacontos adoro um pau gostoso e tesudo de travesticomtos exitantesminha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticoflagras de fodas em no parque da cidadecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos heroticos - brincando de pique escondecontos de um viadinho tarado que è humilhadocache:D0BhmN44dfMJ:okinawa-ufa.ru/conto_16312_aquela-ninfetinha-me-agarrou-no-jiujitsu.html novinha falou que ia pozver homens bem-dotados sendo castradosconto ertico lambendo buceta ela gem mtoconto madrasta tranformo enteado en travesticontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteComendo cu de mulher dormindo conto eroticoContos meu prefeito me comeu com fotoscontos lesbic de patroas seduz secretaria para um transa lesbfudeno cu da manu e ela gritando de dorDelirando na pica do irmão contosconto erotico meu aniversario comi minha sogra e minha esposacontos gay fui comida por um cachorroconto erotico ele pediu pra bater umazinha pra elegenro fica só em casa com a sogra por causa da chuva ela gostosa contos eroticosCasada narra conto dando o cucontos muito grosso e grande sofrisogra muito linda na praia contosconto erotico meu cunhado viajou maninha pediu pra eu ficar com elacontos crente casada vira p*** DVDf****** a b******** da minha enteada Camila e ela Gozou muito no meu pauconto erotico incesto sonifero filhade camisola sem calcinha filho aproveita o cu dela searchfui arrombado contos gayscontos eroticos arrombando a gordarelato de donas de casa cavalaanal com negao contoscontos eroticos no escurotia tesuda contoContos eróticos curtos de tia fodendo com cachorroconto gay sai da urgia acabadacontos insesto comi minha irma e mae duas gostosas com fotoscontos traindoconto de arrebentando o meu cu com a pica grandeOlha so pai como ta minha bucetinhacontos a travesti e minha mae fudendoContos eroticos currada no onibus de fio dentalnão perdoei a gostosa contoscontos de sexo depilei minha bucetaContos eroticos estuprada pelos mendigoscontos eróticos gay EMMO o maconheirosaber se a Cleópatra deixava gozar dentro da bucetaadoro sentar no colo do meu padrastoo pai da minha amoginha me comeu contoscontos.eroticos de alguem tomando injecao pornoconto eroticos fui obrigado a fuder minha irma num estuprocontos eroticos AraguainaSonifero contoshomens rústicos fodendo com garoto que dorme na sua casacontos eróticos mulher casada que mora com seus pais chegar mais a capoeirameu lobo gostosocontos eróticos com mulher deficienteconto amigo heterocontos decoroas gayconto erotico cavalo enfiou tudo na minha mulheresposa perdeu a aposta contoscontos erotico tia estrupa o amigo do sobrinhocontos eroticos homem casado dando para o primocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosfiz o cu rosa da minha mae de buceta com ela dormindoEsposa linda e gostosa buntuda nuacontos excitantescontos esposa evangélica e cunhadapatroa dando a buceta pro vendedor ambulante contos eroticoscontos eróticos fodida com sadismoporno fode minha buceta vai étoda sua vaiahhhhConto erotico fazendo meu irmao vira um tranvesticontoerotico guria patricinha com menino pobreIncesto com meu irmao casado eu confessovideos de sexo selvagem com mulheres que leva palmadas chineladas na buceta e no anosConto eu peguei meu genro me brechando no banhoContos de leitores reais swingcontos mia mulhe linda aromou u amate muito bemdotado ela gemi muito na rola delecontos eróticos iniciado pela tiacontos eróticos medindo com meu gordinhoconto erotico sou gordinha ex maridoelas chuparam meu pau.contos de incesto