Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FAZENDO O MOTOTAXISTA

E ae galera.rnMeu nome é Lucas Murta, sou de Minas Gerais, e o que vou contar aconteceu a aproximadamente 2 anos.rnTenho 24 anos, e sou bissexual. Curto de tudo com garotas e garotos.rnBem, não exatamente garotos. Gosto de coroas.rnMoro em um bairro novo, um lugar onde não tem praticamente nada, alem de arvores e mato... Casas mesmo, são pouquissimas.rnComo disse antes, sou chegado num coroa. Se discreto e casado entao, me deixam doido. rnTem um moto taxi a uns dois bairros daqui de casa, em que trabalha uns coroas bem legais lá, e eu custumava andar sempre com um, chamado David. rnEle é bem meu numero. Uns 42 anos, casado, bundinha redondinha, boca linda... O cara é show de bola.rnMas apesar de andar sempre com ele, e ja ate ter ouvido um amigo falar que ja fez ele, nunca investi por medo de qualquer reação negativa, ou confusão, enfim...rnBem. Estudo a distancia, e um dia marcamos com a turma da sala, uma resenha num barzinho aqui da cidade. Saímos no sabado a noite. Lá pelas 2h da madruga de domingo, eu muito chapado, fui ligar pro David, que era o mais proximo de minha casa, e mais conhecido também. rnComo o celular dele, não chamava, liguei pro ponto onde ele trabalhava, e outro rapaz com nome de Valter, atendeu.rnSá sei que expliquei onde era, e rapidin o cara chegou. Percebi que não era o David, mas nem importei, pois ja conhecida os outros caras de vista.rnCom o balanço da moto, comecei por causa do efeito do alcool, encoxar o Valter rs...rnCachaça faz coisa, nunca faria isso se tivesse sobrio, ainda mais sabendo que o cara era conhecido do David.rnViemos de lá aqui, e trocamos tres ou quatro palavras, mas eu tava bem na cara dura, e ele conversava comigo de boa, entao achei que nao tivesse importando.rnQuando chegamos aqui na porta de casa, o Valter desceu pra prender o meu capacete na garupa da moto, e nao pude ver, mas pude imaginar que bela bunda aquela calça escondia!rnEu tonto, lutando pra tirar a carteira do bolso de tras, me encurvei um pouco pra frente, e ele percebeu que eu estava de pau duro. Ele deu uma risadinha mais safada, e perguntou:rn__Rss uai, tá animado?rnRi sem graça e disse: Rss efeito do alcool.rnO Valter tirou o capacete, e pude ver que linda boca ele tinha. Um rosto branquinho, um dos mais bonitos do mato taxi. Sá imaginava aquela boca linda e quente me mamando, e eu a fudendo com todo gás. Ele encostou na moto, guardou o dinheiro no bolso de tras, e vi que ele tmb ficou excitado.rnEu disse:rn__Hahaa tmb ta animado?!rnEle riu sem graça, e perguntou:rn__Rss quer dar uma volta?rnNááá vei, o cara curtia! rnLoogico que fui neh.rnFomos pra cima de um morro de onde pudemos ver a cidade quase inteira. Ele parou a moto embaixo de uma arvore, e se encostou na moto.rnMeu pau chegava latejar, doido pra pegar aquele macho de jeito.rnComeçamos com uns amassos, apertava a bunda dele, e vinha pro pau, e ele da mesma forma.. Quando apertava meu pau, eu chegava gemer de tanto tesão.rnQuando assustei rolou o beijo que ate entao, nem sabia se o Valter curtia.rnBoca quente, beijo gostoso, e começamos desabotoar as calças.rnAbaixei a calça do Valter, virei ele de costas, e não me contive.rnEnfiei a lingua no meio do rego dele. Chupava gostoso, enfiava a lingua sem dá, e o Valter gemia tao gostoso, que minha vontade era de meter com tudo.rnMe levantei e por tras dele, eu passava a lingua nas costas, apertava a bunda, pescoço, orelha, e cada gemido que ele soltava, mais tesao me dava.rnFicamos assim uns 5 minutos, e nos viramos de frente de novo.. Foi a vez do Valter me chupar. Cara, que boca! rnO cara parecia um cabritinho me mamando, minha vontade era engasgar ele com minha porra. Eu fudia a boca do Valter, ele gemia, e meu tesão sá subia. rnColoquei a camisinha, me encostei na moto, e o Valter veio sentar na minha pica. rnEle sentou com todo cuidado, e aos poucos, entre os muitos gemidos de dor e prazer, foi ficando a vontade, seempre gemendo aquele AI, meio que manhoso, mas nada afeminado. Um macho manhoso, me mata de tesao. A cena era o Valter em pé, e eu atras. Os dois de calças arriadas, ainda de camisas, e eu cumendo o cuzinho do Valter. Ele gemia, eu gemia.. e perguntava? Tá gostoso? Tá? É? Hum?rnNão curto afeminados, mas ele tava quase uma femea. rnE metia com muito tesao. rnO Valter começou gemer mais alto, e anunciou que ia gozar... rnMandei ele rebolar, e bati pra ele, inundou minha mao de porra, sá balancei aquilo, e anuncei que tmb iria gozar. Tirei a camisinha, e pra minha surpresa, o Valter rapidamente se ajoelhou na minha frente e franziu a testa como se tivesse pedindo dizendo: Humrum! Humrum! Goza, goza pra mim goza, me dá leitinho!rnE colocava a lingua pra fora.rnBati até não aguentar mais, e coloquei meu pau na boca do Valter. rnEle gemia, eu gemia, e enchi a boca dele de leite quente!rnEle se levantou, nos vestimos, e a quase dois anos somos amantes. rnValter é casado, eu tenho namorada, e ainda assim nos damos muito bem na cama. E acima de tudo, nos tormaos amigos!rnrnrnObs: Tá aí Valter, dois anos. Parabéns pra nás! hehernrn([email protected]).

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


esposa grupal com 18 aninhos contosse masturbar antes de durrmi faz bemvelho tarado contos eroticos de incestoContos eróticos entre parentescontos eroticos troca casais com gravidezcontos de mulheres ninfomaniaca por sexocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos erroticos meu sogro bem dotado arronbo meugozando pelo cu contos eróticosvideo de sexo c langerrisexo com vizinha muito rabuda vigiadoMete mete vaí conto paioitoanoscontoscontos erotico os mininos comerao meu cu guando ajente brincavacontos eroticos fui comida feito puta e chingadaconto gay sozinho em casa pepinocroa de pernas abertas dando pro marofoConsolado pela sobrinhas contos eróticosconto eróticos engravidou esposa do irmao e esposa do sobrinhoconto sexual com cadela zoofiliaminha sobrinha , na praia contoMinha mãe pois silicone contosContos virei a puta dos oito negros picudoscontos erotico sobrinha novinha mais muito safadinhaContos safados pirocaocontos eróticos preto velhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentezofilia devuaetacontos eroticos fudendo a irmaContos o caminhoneiro me chupou inteirasou a cris, e esses fatos aconteceram quando eu tinha 20 anoscontos eroticos com cu ragadosconto meu filho meu machoconto erotico incesto sonifero filhacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscoroa se***** cagou no pau de Natáliacontos eroticos esposa exibicionista ficou curiosarelatos eroticos cdzinha lindacontos das danadinhas perdendo cabaçinhocontos eroticoscalcinha algodaominha sogra usou um consolo em mim contoQuero transa com minha prima que estar gravidaconto gay tirei o atraso do meu primocontos eroticos festa a fantasiacontoseroticos/pauzudocasadasexo na irman dopada contosContos eroticos estuprada na favelacheguei da escola vi minha p*** s***** dando para o meu tio minha prima piranha s*****dei pro cara da vendinha contos eróticoscoroa mulata conto eróticoContos eu nao sabia bate punhetacontos meu primo comeu minhas filhascontos eroticos pagamentocontos/ morena com rabo fogosoFui bolinada por debaixo da mesa na presença do meu marido. conto eróticoxvideo pornozinho inpinadinha onlinecontos dei pro meu genroFui bolinada por debaixo da mesa na presença do meu marido. conto eróticodesculpa mae pau durocontos de coroa com novinhobem o qye vou contar pra voces e o seguinte sou casado e minha esposa e loiracomtos bdsmvideo de jovens travesti praticando incesto com padrastoComi minha priminha contos eroticosContos eróticos pênis descomunalcontos erótico com enfermeiranovinho bundudo me chupou gostoso_ contoscontos de sexo de ladinho com com a irma dormindo ao ladocontos eróticos incestos a bucetinha da minha filha é so minhacontos erotico comi minha namorada sei camizinhaConto erótico minha irmã me chamou pra ir ver a porta do guarda fato que quebrou e ela enpinou a bunda pra mimbudao fudida por varios brutosFazendo uma suruba coma sogra e o sogro contospegando amiguinha da filha no banho e gozando na bundinha delaconto erótico de incesto de sobrinha e tio casa de conto meu tio morre de ciumes e amor por mimvelha da buceta grande contos